É BOM INVESTIR EM ETFs?

investir-em-acoes-capa

É Bom investir em ETFs?

Eu tenho um amigo, que é muito bom investidor e que é um entusiasta dos investimentos em ETF. Como ele pediu sigilo, eu não irei citar o nome. Um rapaz tímido e que não gosta de aparecer, mas que faz o dever de casa mensalmente. Gasta menos que arrecada, investe todo mês uma quantia determinada na bolsa de valores e em Renda Fixa, e já está colhendo frutos depois de mais de 10 anos de repetição desse processo. Serve de estímulo para quem está na luta!

Ele tem uma carteira superior a R$ 2 milhões com menos de 35 anos, e não possui nenhuma ação. Sua Renda Variável está alocada somente em ETFs. E desde que os ETFs se tornaram mais populares com o PIBB11 principalmente, ele migrou todos os seus investimentos para essa forma de investimentos.

Ele se diz satisfeito porque agora não precisa ficar acompanhando se aquela determinada ação que ele comprou está com bons fundamentos, ou se ela gerou lucro, ou se alguma coisa mudou. Basta investir no ETF.
Desculpe-me essa introdução mais longa. Se você não sabe o que é ETF não deve estar entendendo muita coisa, né?
Vamos, então, começar agora a falar dessa modalidade de aplicação.

“O ETF de Ações, também conhecido como Exchange Traded Fund (ETF), é fundo negociado em Bolsa que representa uma comunhão de recursos destinados à aplicação em uma carteira de ações que busca retornos que correspondam, de forma geral, à performance, antes de taxas e despesas, de um índice de referência. Como índice de referência do ETF de Ações admite-se qualquer índice de ações reconhecido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).” Retirado do próprio site da B3 a definição de ETF.

Como vocês podem ver, os ETFs são representações dos índices existentes na B3. Geridos por grandes gestores e possuem taxas de administração mais baixas que fundos passivos tradicionais.
Veja a foto abaixo de Bova11, o ETF que busca representar a variação do índice Bovespa.

 

investir-em-etfs-01

Retirado desse Link

 

Vamos falar agora de algumas vantagens de se investir em ETFs para as pessoas físicas:

1. A principal delas é permitir que o investidor pessoa física possa diversificar seu dinheiro em vários ativos comprando apenas um ETF
2. O Lote Padrão não são 100 como no mercado de ações, mas apenas 10.
3. Taxa de administração menor que a de Fundos passivos, principalmente de Bancos Grandes de Varejo.
4. Menor taxa de negociação e liquidação cobradas pela B3
5. Menor necessidade de ficar acompanhando o mercado da bolsa de valores. Afinal seu capital estará muito diversificado.

Apenas para exemplificar o item 4 onde eu falo sobre menores taxas de negociação, emolumentos e registro na B3, eu criei essa tabela abaixo:

investir-em-etfs-02

 

Então uma compra de R$ 10000,00 em ações gera taxas de R$ 3,25 além da corretagem paga a corretora, enquanto a mesma compra em ETFs gera uma taxa de R$ 2,00.

Obs: Se a compra de ações for feita no leilão de abertura ou leilão de fechamento, a taxa de negociação de 0,0050% sobe para 0,0070%, e aí o custo da compra de ações passa a R$ 3,45.

Enfim essas diferenças parecem insignificantes, mas fazem alguma diferença sem dúvida no longo prazo.

Dentre as desvantagens do investimento em ETFs estão:

1. Como o fundo que faz a gestão do ETF, precisa investir exatamente nos ativos e na mesma proporção do índice, este acaba precisando comprar as ações boas e as ruins desse índice. Então o ETF tem ações boas e ruins.
2. Vamos imaginar que exista um ETF, que represente um índice com apenas duas ações: a ação A e a ação B. Ambas com peso de 50% neste índice fictício. Agora vamos supor que a ação A está gerando ótimos resultados com fundamentos fortes e sólidos e a ação B, começou a perder fundamentos. O ETF tem um patrimônio de R$ 1milhão de reais. Ele precisa investir R$ 500 mil em cada ação, independente das ações terem bons fundamentos ou ruins. Aí vamos imaginar que ao final do dia de hoje as ações A subiram 10% e passem a representar R$ 550 mil e as ações B tenham caído 10% e passem a representar R$ 450 mil. O Patrimônio total do fundo continua valendo R$ 1 milhão, mas agora a ação A representa 55% e a ação B representa 45%. Então, o Gestor precisa rebalancear para que ambas fiquem com 50% de novo. (Ele precisa seguir o índice). E aí ele vai precisar vender a ação boa, para comprar a ação ruim. Essa é a desvantagem numero 2. Claro que esses ajustes acontecem em tempo real em segundos. Este foi apenas um exemplo para tornar mais didático para vocês.

3. Os investimentos em ETFs não pagam dividendos nem Juros sobre capital próprio diretamente na conta do acionista. Todos os dividendos pagos pelas empresas são incorporados ao próprio patrimônio do ETF. (Para alguns, como para o meu amigo, isso é vantagem)
4. O investimento em ETFs não gozam da isenção de Imposto de Renda para venda até o limite de R$ 20000,00 mensais. Portanto, mesmo que você venda uma pequena quantidade e tenha algum lucro, você vai precisar pagar o DARF sobre o lucro.

Bom, já sabemos as vantagens e desvantagens do ETF. Como vocês viram é uma ótima alternativa para quem não quer ficar acompanhando o mercado. A questão é que você precisa escolher pelo menos de início um ETF, que espelhe um índice que represente a maior possibilidade de retorno para você no futuro.

Veja abaixo a lista de ETFs que são negociados na B3, retirada do próprio site da Bolsa. Nem todos eles têm boa liquidez. Mas é interessante observar que tem até como investir no S&P500, via ETF pelo IVVB11, por exemplo.

 

investir-em-etfs-03

 

 

Vamos então analisar os dois ETFs que tem maior liquidez atualmente. Os únicos dois que possuem volume de negociação superior a 1 milhão de reais por dia. São eles o PIBB11 e o BOVA11.
O PIBB11, é um ETF que visa espelhar a valorização / desvalorização do IBRX-50, as 50 ações de maior negociação da Bolsa, com mais de 30% do índice sendo composto de apenas 4 empresas. Abev3, Vale3, Itub4 e BBDC4. Para saber a prévia da composição do índice completa para o próximo quadrimestre.

São apenas as ações gigantes da bolsa, como vocês podem ver, e nos últimos anos o retorno do ETF PIBB11 está demonstrado na foto abaixo: Interessante notar que ele já está acima do valor de 2008, quando ocorreu a crise do sub prime americano.

 

investir-em-etfs-04

Retirado da ferramenta gráficos do Guiainvest Pro

 

Mas, o principal ETF, em termos de liquidez da Bolsa brasileira, é o BOVA11, e este busca acompanhar as variações do IBOVESPA.
Segue abaixo a foto da variação do Bova11. Este foi criado apenas em 2009, e por isso não podemos comparar a época de 2008, quando o Ibovespa alcançou seu máximo. Mas vemos que hoje ele sem encontra 9% abaixo do auge de 2010, enquanto a bolsa está em apenas 4% abaixo. Essa diferença em 7 anos é fruto da taxa de administração de 0,54% ao ano.

Portanto aprendam que não existe almoço grátis. A comodidade de diversificar a partir de um gestor não é de graça.

 

investir-em-etfs-05

Retirado da ferramenta gráficos do Guiainvest Pro

 

Eu já mostrei em alguns vídeos como o IGC-NM, o índice de Governança do Novo Mercado tem uma alta bem mais expressiva que os índices tradicionais da bolsa. Acredito que seria interessante se tivesse um ETF, que espelhasse as ações do Novo Mercado. Como ainda não tem, fica a ideia. Imagino que esse iria se valorizar bastante.

O único ETF que existe vinculado a área de Governança Corporativa das Empresas é o GOVE11. Mas ele tem baixíssima liquidez e foi criado em2012. Neste período o índice saiu de R$ 18,20 e está atualmente em R$ 29,15. Mas, para se ter uma ideia, no dia de hoje que eu escrevo, ainda não teve nenhuma negociação neste ETF.

Espero que vocês tenham gostado e curtido aprender um pouco mais sobre ETFs. Acho válido para quem tem mais de 20 mil reais e queira entrar na Renda Variável sem precisar estudar muito.

Como vocês sabem estou com o curso de opções aberto para inscrição. São as últimas vagas. O site teve um problema para a venda dos cursos, porque muitas pessoas imprimiram boletos e não pagaram, e aí acabou tirando vagas de outras. Eu já corrigi e estão disponíveis as últimas 10 vagas. Clique aqui e aproveite.

E peço que conheçam a área de membros Dica de Hoje que possui 5 tipos diferentes de estratégias para investimentos em Renda Variável. Descubra qual é a mais adequada ao seu perfil. Por enquanto o site está aberto, excluindo a carteira Dica de Hoje, mas em Outubro eu devo fechar e deixar apenas para os membros Gold. Clique aqui e conheça.

Qualquer dúvida sobre a área de membros Gold, ou sobre o curso de opções pode mandar para dicadehoje7@gmail.com
Obrigado pela atenção de todos

Abraços e Bons Investimentos.

Daniel Nigri CNPI

  • Misael da Silva

    Ótimo artigo, demonstrando a duas faces de investir nos ETFs.
    Pena que muitos ainda gostem de ETFs.
    Se estudassem um pouco e avalise as empresas ganharia em muito somente em dividendos, com empresas boas geradoras de dividendos e empresas de crescimento.

    • Daniel

      Pra alguns vale a pena. Principalmente quem não quer estudar