OS INDICADORES

INDICADORES

Outro dia recebi um e-mail de uma pessoa que me perguntava qual era o indicador mais importante na análise fundamentalista.
Então eu perguntei o porquê ela gostaria de saber qual era o mais importante. E ela me respondeu que tinha uma certa preguiça de analisar vários indicadores, e assim sabendo o melhor indicador, ela aprenderia somente esse.

Como a resposta seria muito extensa, resolvi escrever esse artigo, até porque é uma dúvida recorrente. Muitas vezes as pessoas me perguntam, como eu faço a análise de uma empresa. Como se pra tudo na vida existisse uma receita de bolo. E para analisar empresas, eu posso afirmar que cada empresa possui uma peculiaridade, cada setor tem a sua dificuldade e seu viés, enfim, suas nuances. Um setor de transmissão de energia, por exemplo, certamente os investimentos (CAPEX) e os dividendos são importantes. Já para o setor de celulose, as dívidas e o Ebitda se tornam mais vitais. Já no setor de varejo, os indicadores de atividades e o operacional são fundamentais. Analisar os estoques e o contas a receber, para ver o prazo médio de vendas e de recebimento, além do SSS (Same Store Sales).

Enfim, o principal é conhecer todos os indicadores, ou a maioria deles, e dependendo do que nós vejamos no balanço patrimonial e na demonstração de resultados, possamos perceber qual a melhor forma de analisar cada uma das empresas, e saber com quais podemos comparar.
A análise fundamentalista, parece que é apenas uma aplicação de fórmulas matemáticas, mas não é bem assim que ocorre. Existe muito mais subjetividade e olhar crítico do analista do que as pessoas supõem. Além disso, existe a necessidade da pessoa reconhecer e entender o ambiente macro econômico que a empresa está inserida, isto é, as condições do país, e do mercado consumidor de seu produto, barreiras a novos entrantes dentre outros. Até por isso vemos, em alguns momentos uma mesma ação ser cotada com preço alvo de 19,00 em uma agência e ser considerada underweight (venda), enquanto em outra casa é cotada a 40,00 como preço justo e considerada overweight (compra).

Dica de Hoje, para facilitar os iniciantes: Procure por empresas que gerem lucros crescentes e constantes. Essas empresas, mesmo que estejam caras por alguns indicadores e o iniciante acabe comprando de forma errada, existe uma real possibilidade dos lucros futuros compensarem esse lapso. E aí o investidor não perde o seu dinheiro. O Lucro constante acaba sendo uma forma de proteção contra erros do analista ou do iniciante.

Abraços e Bons Negócios

  • Misael da Silva

    Muito obrigado por sua dedicação e empenho para ensina outras pessoas a iniciar ou até mesmo os experientes.