QUAL A MELHOR APLICAÇÃO?

 

Há algumas semanas atrás fiz um vídeo em que eu colocava que as pessoas encaram em torno de seis estágios nos processos dela de investimentos. Eu fiz inclusive uma escadinha, e mostrei que a partir do estágio 3 que é o da Renda Fixa, é possível montar estratégias vencedoras e que rendam bastante no longo prazo. Dependendo do momento econômico do país até mais que na própria bolsa de valores. Isto significa que você pode em certos momentos ganhar mais investindo sem risco, que com risco. Parece estranho, mas é possível graças às altas taxas de juros reais brasileira.

Se você ainda não viu o meu vídeo do youtube sobre os estágios, clique aqui e para ver o vídeo e ler o artigo com uma estratégia vencedora para aposentadoria aplicando apenas no tesouro direto Clique aqui  ou para o artigo aqui.

 

Olhem que interessante esse estudo que eu fiz. Peguei valores desde 1995. Quanto R$ 10000,00 valeriam se fossem aplicados na Selic, na Poupança e apenas corrigido pela Inflação do IPCA. Os cálculos foram possíveis graças a calculadora do cidadão disponibilizada pelo próprio Banco Central do Brasil, neste link.

No fim do artigo irei colocar a rentabilidade do Ibovespa também.

 

Veja abaixo essas três simulações:

melhor-aplicacao-01

 

melhor-aplicacao-03
Na primeira simulação, vemos que R$ 10000,00 aplicados pela Taxa Selic, isto é, a 100% da Taxa Selic hoje valeriam mais de 377 mil reais. R$ 100000,00 aplicados naquela época a Taxa Selic seriam mais de 3,7 milhões de Reais. Isso sem risco algum, ou melhor, com o risco soberano, isto é, risco de calote do governo brasileiro, o menor risco do país. Em 1995, ainda não existia o Tesouro Direto, mas seria o equivalente a uma aplicação no Tesouro Selic.

Eu ainda fiz o cálculo para ver quanto foi a taxa anual de juros nesse período e fiquei impressionado com o valor.

17,45% ao ano

Como vocês podem perceber essas taxas já não existem há mais de 10 anos. Portanto, seria irreal pensar que o Tesouro Selic ainda vai dar esses resultados no futuro.

No entanto, após o dia 17/05/2017, abriu-se um leque de oportunidade novamente. A taxa do pré-fixado subiu para a casa dos 11,50% e a taxa do IPCA subiu para 5,50% ao ano. Isto significa que você pode receber esse valor até o vencimento se quiser esperar, e se quiser vender antes, você pode ganhar mais se a taxa cair. Eu explico esses cálculos minuciosamente nesse artigo, mas se você quiser entender melhor isso, eu fui apresentado ao curso do Eduardinho do Carteira Rica e fiquei bem impressionado. Para mais informações Clique aqui.

É incrível como a gente estuda por tanto tempo, e mesmo assim ainda tem o que aprender. Incrível como ele conseguiu em 4 anos mais de 137% só com Tesouro Direto. Veja este vídeo aqui.

Outro fator fundamental deste estudo, é mostrar que se você ainda está investindo na poupança você precisa largar esse investimento de imediato. Vejam que o outro investidor que deixou R$ 10000,00 na poupança no mesmo dia em 02/01/1995, hoje teria ¼ do total que o investidor que investiu na Selic. Percebam que uma mudança hoje pode mudar o seu futuro. Uma mudança hoje pode fazer você ter duas, três ou até quatro vezes mais no futuro. Apenas para constar o retorno anual médio da poupança foi de 10,43% ao ano. Vejam que nem pensando na isenção do Imposto de Renda compensa a aplicação na caderneta de poupança.

Mesmo assim, é importante ressaltar que nestes 22 anos ambos os investimentos protegeram o investidor da inflação. O índice do IPCA subiu 375% no período. Ou taxas de 7,20% ao ano.

Como vocês podem ver todas essas taxas estão convergindo para valores menores. Nem a Selic, chegará a 17% no futuro, nem a poupança ganhará 10% ao ano no futuro, e nem a inflação será 7,20% ao ano no futuro. Eu acredito em Selic entre 8% e 12%. Poupança entre 5% e 8%, e IPCA entre 3,5% e 5,5%.

 

E Onde entra a Bolsa de Valores?

Neste caso, a calculadora do cidadão não nos ajuda, então precisei ir ao site da B3, antiga BMF Bovespa. E encontrei essa tabela com rentabilidades anuais desde 1987.

melhor-aplicacao-04

 

A pessoa que entrou na Bolsa no início de 1995 teve uma rentabilidade anual até hoje de 13,2% ao ano, menor portanto que a variação da Selic. Isso significa que quem aplicou na renda fixa ganhou mais. Pra quem prefere ver números em 02/01/1995, o índice Ibovespa fechou em 4319,07 pontos. Agora na sexta feira dia 22/05/2017, o índice está em 64000 pontos. Isso dá uma valorização de 1381% no período ou 12,75% ao ano. Notem que já está um pouco menor que a valorização calculada pela B3, porque a bolsa já caiu um pouco. Outra forma de se enxergar isso, e que eu consegui perceber com o vídeo do curso do Eduardinho citado anteriormente foi:

se a  bolsa se tivesse acompanhado a Selic, hoje precisaria estar em 162944 pontos. Uma defasagem de mais de 60%.

A primeira vista, as pessoas devem imaginar então que é melhor investir no tesouro e não na bolsa. Mas existem algumas ressalvas.

O índice Ibovespa é no final uma média ponderada das ações mais negociadas. Existem ações boas e ruins que são muito negociadas. Nós quando montamos a nossa carteira não precisamos colocar as ações ruins. A valorização do período de Ambev, Wege, e Itau, só para dar alguns exemplos é bem superior aos 3672% alcançados pela Selic no período.

O segundo fator importante a se ressaltar, é que na bolsa surgem oportunidades como a que estamos vivendo agora. Percebam na tabela, que quem aplicou em 2009 até agora, está perdendo 0,6% ao ano em média. Essa defasagem já foi de -7,4% em 2015 e está se reduzindo. Ela se reduziu porque a bolsa subiu 38% ano passado, e porque esse ano já subiu perto de 10% em 4 meses e meio, mesmo com a queda de 10% do dia do circuit-breaker. Mesmo com essas altas a bolsa mostra que ainda tem um potencial de valorização. Isto é, existem os momentos da bolsa e existem os momentos do tesouro

E o terceiro fator éeconômico. Economicamente é mais difícil para as empresas crescerem com taxas de juros mais altas, porque os investimentos ficam mais caros. O Brasil nos últimos 20 anos reduziu bem sua inflação e sua taxa de juros como vimos no início deste artigo. Caso essa taxa convirja para valores próximos a 8%, podemos ver um crescimento sólido e sustentável da bolsa para recuperar esse déficit que ela tem frente a Selic desde 1995. Essa é a minha aposta, e por isso estou bem montado em bolsa. Mas mesmo assim tenho algumas aplicações no Tesouro como já deixei claro aqui, porque na queda da taxa essas aplicações também remuneram muito bem.

Obrigado a todos Bom fim de semana e Bons Negócios

Abraços

Daniel Nigri  Analista CNPI

 

 

  • misael da silva

    Muito obrigado por mais excelente artigo.
    Pois temos momentos da bolsa e outra do Tesouro Direto, na minha opinião agora está na hora da bolsa.
    Mas com ressalvas compra empresas boas, com lucros e governancia bem adminitradas.
    Com o site e os vídeos a cada dia aprendo mais e escolher as empresas.
    Pois o único responsável pelo nosso dinheiro é nós mesmo.
    Obrigado e tenha excelente final de semana.

  • Paulo Nascimento

    Nao recebi minha segunda aula de opcoes hoje como prometido..pode ter havido algum problema?grato.

  • Eduardo Arruda

    No caso, a poupança venceu o tesouro ipca?

    • Daniel

      Não é o Tesouro IPCA. É a correção apenas da inflação.

  • Tomás Silva

    Muito bom Daniel . Eu iniciei somente com a bolsa.. todos livros que li fala da importância de diversificar entre títulos, bolsa … tenho olhado só pra bolsa por causa do meu interesse pela bolsa, fiquei fascinado com a ideia de ser parte da empresa e receber resultados nos lucros e ainda vende-lá obtendo ganhos com valorização dos papéis ou quando mostrar sinais de estar priorização (palavra do Pyter Lynch – ótimo livro obrigado pela rexomendacao) e sair sem ter obrigação alguma com a empresa. Sei que devo conhecer e me aprofundar mais nos títulos públicos, mas vejo que ainda preciso aprender muito sobre a bolsa para me sentir mais confortável e se sim me dedicar a renda fixa .. Acho que pulei os estágios que vc apresentou mas fazer o que neh mas acho que vou chegar a cumprir todos .

    • Daniel

      No Brasil vale muito a pena aplicar em títulos. Até acredito que no futuro não valerá tanto a pena.

  • Leandro

    Daniel parabéns pelo canal. Você poderia depois fazer vídeo falando sobre a declaração de imposto em ações, darf, corretagens e como funciona a isenção. Vejo muitos analistas indicando ações , sugerindo trocas sem levar isso em consideração.

    • Daniel

      Leandro,
      Fazer video sobre IR agora é dificil. Eu fiz em março que era época da declaração.
      Mas vou pensar.