QUANDO COMPRAR OU VENDER TESOURO DIRETO?

Quando comprar ou Vender Tesouro Direto?

Em minhas consultorias individuais feitas por Skype pelo menos três vezes nos últimos 10 dias, após o vazamento do áudio da JBS, me perguntaram se o momento atual seria uma boa oportunidade para comprar o Tesouro IPCA e aproveitar a oportunidade da taxa que estava a 4,97% além do IPCA em 16/05/2017 e hoje 31/05/2017 poderia ser comprado por 5,53%. Outros me perguntaram se a taxa poderia aumentar ainda mais, o que reduziria o valor dos títulos públicos. Para responder se é medo ou oportunidade fiz um estudo que apresento aqui neste artigo.

Se você ainda não sabe como se movimentam os títulos do tesouro clique aqui e leia esse nosso outro artigo.

Primeiramente, é importante entender o que é o Tesouro Direto. O Tesouro Direto é um programa em que o investidor compra parte da dívida soberana do país em títulos que podem ser corrigidos pela Selic de forma pós-fixada, títulos pré-fixados em que o investidor já sabe sua rentabilidade até o vencimento, ou títulos atrelados a inflação além de um prêmio. Portanto, o único risco seria de um calote do Brasil contra o investidor pessoa física.

Esse risco existe, mas é muitíssimo pequeno hoje. Mas para ele continuar bem pequeno a dívida brasileira e principalmente a relação dívida/pib tem que diminuir e voltar para o percentual confortável entre 40% e 50%. Para que a dívida caia, ou para que ela suba menos que o crescimento da economia, é preciso cortar gastos públicos (reformas), ou aumentar a arrecadação (crescimento do PIB ou aumento de impostos). Supondo que seria muito mal vista uma tentativa de onerar ainda mais os brasileiros em um momento de crise como o atual e sabendo que os serviços públicos que são dados em contra partida são de qualidade regular, ruim ou péssima estarei excluindo a ideia de aumentar impostos nesse artigo. Então temos duas opções ou cortar gastos ou crescer a economia (PIB). Como o crescimento da economia é mais demorado e nem sempre é possível de ser sustentável no longo prazo em altas taxas, é necessário o corte de gastos públicos. Não quero entrar no mérito de quais gastos, mas são necessários cortar 140 bilhões de reais por ano de gastos públicos.

Com o vazamento dos áudios esse cenário de reformas se tornou mais difícil, o risco de um problema nas contas públicas em 5 a 10 anos aumentou e por isso as taxas de juros dos títulos subiram reduzindo seus valores de face.,

Essa é a parte ruim da história. A parte boa é que não existe nenhum motivo econômico para esse alarde todo. Foi um evento meramente político que afetou a economia. A economia continua com a inflação controlada, com expectativas de ter um PIB positivo pela primeira vez em 3 anos, expectativa de um déficit menor nas contas públicas e pensando por esse lado esse momento atual poderia ser uma oportunidade sim.

Mas, como vocês sabem eu gosto de colocar em gráficos. Peguei desde 2011, a taxa do prefixado mais longo existente sem cupom de juros em cada ano (atualmente o mais longo é o de 2023) e também peguei a taxa do título do Tesouro IPCA mais longo neste período sem cupom de juros. Na maior parte do período foi o Tesouro IPCA 2035, e agora nos últimos 4 meses o Tesouro IPCA 2045.

Vamos analisar primeiro o Tesouro IPCA

Lembrando que essa análise vale apenas para quem está na estratégia de tentar ganhar no título com a queda de juros que eu expliquei detalhadamente neste artigo. Pra quem está seguindo a estratégia para aposentadoria apresentada neste artigo permanece fazendo os aportes da mesma forma, sem se importar com a taxa. 

De 03/01/2011 até 31/05/2017 tivemos 1606 dias úteis, então eu tirei a média do prêmio que o IPCA pagou neste período. Também calculei quantos dias o prêmio do tesouro IPCA ficou acima da média e quantos dias ele ficou abaixo da média. Aí eu calculei um aumento de 10%, 20% do prêmio, e uma redução de 10% e 20% do prêmio e cheguei na tabela abaixo.

 

TESOURO-DIRETO-QUANDO-COMPRAR-VENDER-01

Elaborado pelo autor com dados do site do Tesouro Nacional 

 

Para o melhor entendimento, a média dos prêmios em todo esse período foi 5,74% além do IPCA. 5,17% é 10% a menos de prêmio e 4,59% 20% a menos. Acho que vocês lembram que eu falava que a taxa de 4,60% é a taxa que eu vou parar de comprar esses títulos, né? Que é diferente da taxa de venda do título. E de forma análoga 6,89% de prêmio seria 20% acima da média e 6,31% seriam 10% acima da média.

Vemos na tabela acima que 90,78% dos dias a taxa do prêmio do Tesouro IPCA ficou abaixo de 6,89%. O que mostra que em qualquer momento que a taxa chegue nesse valor entrar em um título público é uma ótima ideia. Infelizmente essas chance são muito difíceis de ocorrer e para isso acontecer o mercado precisa ter muitas incertezas com relação ao futuro do Brasil, como ocorreu no fim de 2015 e início de 2016. Já as taxas de 4,59% é o extremo oposto. Apenas 14,82% dos 1606 dias, ou melhor, apenas em 238 dos 1606 dias tivemos taxas inferiores a 4,59%, mostrando que esse patamar já é um patamar perigoso para quem quer adquirir esse título como trade. Observem no gráfico quando cada um dos momentos aconteceu.

 

TESOURO-DIRETO-QUANDO-COMPRAR-VENDER-02

. Elaborado pelo autor com dados do site do Tesouro Nacional 

 

Acima da linha roxa, foi o momento de melhor oportunidade que tivemos de compra desse título. O momento que quem comprou já teve um rendimento superior a 65% em 1 ano e meio. E o período em 2012/2013 quando a taxa ficou abaixo da linha verde foi a maior oportunidade que tivemos de venda desse título.

As duas setas vermelhas mostram como em alguns momentos ocorrem noticias que balançam o mercado e que são oportunidades. Aconteceu no período de queda de juros anterior ( o motivo nós já nem lembramos mais. Com o tempo as notícias viram irrelevantes). E já aconteceu neste período de queda de juros em novembro quando Donald Trump foi eleito presidente dos EUA (Daqui a algum tempo essa alta atual referente aos áudios já estará superada também).

Outro ponto importante é mostrar que a taxa de hoje 5,52% de prêmio é levemente inferior a média de 5,74%. Em torno de 4% a menos.

É importante não levar em consideração esses valores de forma isolada eles devem ser comparados com a SELIC como vamos mostrar agora

Já vimos que o título do Tesouro IPCA está levemente abaixo de sua média histórica e bem longe da linha verde. Vamos ver como está a Selic agora.

 

TESOURO-DIRETO-COMPRAR-VENDER

Elaborado pelo autor com dados do site do Tesouro Nacional 

 

Vê-se no gráfico acima que a Selic estava levemente abaixo da média dela de 11,30% assim como o IPCA estava. No entanto, agora enquanto eu estava escrevendo esse artigo, o Copom acaba de reduzir a taxa de juros em 1%, caindo esta para 10,25%. Essa queda vai levar a taxa para um valor de 9,30% abaixo da média da Selic.

Caso esse movimento se confirme no Tesouro IPCA também, a taxa deveria cair para 5,21% e é o que eu acredito que irá acontecer. E qualquer valor acima desse é uma oportunidade.

Outro fator interessante de se observar no gráfico do Tesouro IPCA e da Selic, é que eles andam com certa uniformidade. O momento em que a Selic estava muito alta, foi quando abriu a janela para as melhores compras. E vice versa.

 

Abaixo vou colocar também a tabela e o gráfico do Tesouro prefixado

Elaborado pelo autor com dados do site do Tesouro Nacional 

 

Interessante observar na tabela acima que a média do pré-fixado é maior que a média da Selic nesta década. O que mostra que o prefixado tem operado com um prêmio com relação a Selic. E isto não tem ocorrido nesse ciclo de taxas de juros. Os títulos prefixados tem ficado abaixo da Selic em quase todo o período o que mostra que o movimento nestes títulos tende a ser menor. Para se ter uma ideia a Selic hoje estava em 11,25% e o prefixado 2023 já estava com taxa de 10,79%. Essa taxa é 6,75% menor que a média calculada acima. E vimos acima que o IPCA estava com uma defasagem de apenas 4%.

Portanto reitero a minha recomendação de aproveitar a oportunidade de comprar o Tesouro IPCA 2045 neste período. No curto prazo deve buscar os 5,20% e na outra reunião do Copom já deve buscar de novo uma taxa menor que 5%. Caso aconteça algum problema político que faça a taxa subir, aproveitemos mais ainda a oportunidade. Principalmente se passar dos 5,74% que é a media de prêmios dos últimos 6 anos e 5 meses.

Vale a pena lembrar dos riscos que essa operação tem e que foram citados no início desse artigo. Como o mercado ficou mais nebuloso é importante ressaltar que o prazo para que a estratégia para o prêmio do IPCA 2045 chegar aos 3,90%, aumentou de 1 ano para 3 anos. Até porque tem eleições no ano que vem. Pode até acontecer antes, mas não deve ser usado dinheiro que iremos precisar em menos de 3 anos nessa estratégia, ok?

Só para vocês terem uma ideia de simulação feita na calculadora do Tesouro. Mesmo a pessoa que comprou o título na véspera do vazamento dos áudios da JBS com taxa de 4,97% em 16/05/2017. Se esta esperar até 2020, e o prêmio do Tesouro IPCA chegar em 3,90% veja quanto essa pessoa irá ganhar de rendimento anual líquido. Vejam em quanto se transformou os R$100 mil iniciais que ela investiu.

TESOURO-DIRETO-QUANDO-COMPRAR-VENDER-05

 

Exatamente. Mesmo essa pessoa que comprou no pior momento, se a taxa convergir pra 3,90% em até 3 anos, ela irá ganhar uma taxa líquida de 16,71% bem superior ao CDI ou 19,49% bruta. Essa pessoa poderá transformar os 100 mil em 158 mil reais. Imagina nós que podemos comprar agora o título com uma taxa bem maior.

 

  Conclusão

A Estratégia continua de pé. O objetivo é o mesmo, mas o prazo de aplicação aumentou.

Como vocês podem ver esse mundo do Tesouro Direto é bem interessante e muito rentável. Se soubermos usar os movimentos dos juros a nosso favor pode ser inclusive mais rentável que a bolsa de valores. Isso ocorre porque existem os melhores títulos para o momento de alta de juros, os melhores títulos, para quem quer ter uma reserva de emergência, os melhores papéis pra quem quer se proteger contra a inflação. Enfim uma enormidade de estratégias.

Infelizmente eu não tenho curso de Tesouro Direto e não devo criar um porque já existem dois muito bons e completos. O da Carteira Rica clique aqui e o do Guiainvest . Além de um curso voltado exclusivamente para iniciantes.

Bons Negócios e Abraços.

Daniel Nigri analista CNPI

  • Cícero

    Daniel, ouvi da Miriam Leitão que hoje o Brasil é o 2º do mundo em melhores taxas de juros do Tesouro, atrás da Rússia. Isso não faria o governo manter os juros altos por mais tempo pra ficar a frente da Rússia e atrair mais investidores aqui?

    • Paulo Nascimento

      Usar a Terrorista Miria Leitao como fonte foi fdaaaa

      • Cícero

        Se ela é terrorista, pouco importa, o que importa é q os juros do TD não descem… apesar dos dados economicos positivos, pois tudo é POLÍTICA!

        • Carvalho Santos

          A quais dados econômicos positivos você se refere? Fecharemos mais uma vez com déficit enorme nas contas públicas, carga tributária que impede a economia de crescer, Estado inflado de burocratas, 70% dos municípios não possuem receita pra manterem-se, inexistência de infra estrutura para exportação das nossas commodities, baixa produtividade/escolaridade da população, 50% das pessoas economicamente ativas negativadas, dívida pública que dobra a cada 5 anos, empresas estatais deficitárias, bancos públicos escondendo dívida podre, intervenção estatal em diversos setores da economia, “presidento” a beira do impedimento; O único suspiro que vejo é o setor agrícola, que não possui condições de segurar essa naba toda. Alguém tem que cobrir o custo desse Estado negligente com suas contas e segurar esse nabo custa caro. Esse país não possui fundamentos para juros baixos.

          • Cícero

            Amigo quem diz isso é o relatório FOCUS do BC.

  • ajaime

    Daniel, você é muito bom no que faz.
    Deve ser mesmo um apaixonado por finanças.
    Parabéns de verdade e obrigado por compartilhar um pouco de lúmen com os que estão nas sombras da ignorância e carentes tardiamente de reforçar suas depauperadas aposentadorias públicas!

  • Cícero

    Pois é Daniel… é bizarro patético irracional e ilógico o q acontece nesse país. Mesmo com dados econômicos positivos (queda da Selic por ex) algum iluminado do tesouro nacional em vez de diminuir a taxa do TD eles aumentam! (fechou em 5,66 ontem! ).
    Deve ser ordem do departamento de propina…
    Ou os caras querem ser o primeiro do mundo mesmo em taxas de juros…