A Estratégia Baseada em Dividendos

0
106

como-investir-em-dividendos-ibovespa

A Estratégia Baseada em Dividendos:Investindo a Longo Prazo

 

Existem na internet inúmeros materiais explicando o conceito básico da estratégia denominada “viva com os rendimentos”, existem dezenas de livros (aqui considerei só os que valem a pena), considerando todos, os bons e ruins chegam a casa das centenas, a grande maioria tentando mostrar que a sua descrição do óbvio é mais apurada do que a do seu colega escritor.

Então meu objetivo aqui é bem mais humilde e direto, escrever a vocês que viver de dividendos não é algo tão simples, que não acontece da noite para o dia, que pode não ser a estratégia perfeita para você, e principalmente que é preciso saber analisar os ativos e fazer uma gestão ativa da carteira, investir em uma carteira de dividendos nunca foi, não é e nunca será sinônimo de comprar a ação e esquecê-la na carteira, se alguém disser isso a você certamente não entende de renda variável. E antes que digam que eu incentivo o giro da carteira, não é isso, é saber que empresas são negócios dinâmicos e precisam ser geridos como tal.

como investir em dividendos ibovespa

Como Funcionam os Dividendos

Vamos iniciar pela regra básica, não importa que o foco seja dividendo a premissa ainda é a mesma, ou seja, análise dos fundamentos da empresa quantitativos e qualitativos (swot), os dados dos controladores (quando existirem, caso da smiles, por exemplo) e os indicadores macroeconômicos. Digo isso porque vejo com frequência alguns investidores que acreditam: uma vez boa pagadora de dividendos, sempre eternamente boa pagadora de dividendos, e sabemos que isso está a km da realidade.

Esclarecido esse ponto fundamental vamos ao básico, afinal ninguém aqui está inventando a roda, mas é sempre importante lembrar:

  • Dividendos: parte do lucro líquido que será distribuído aos acionistas, o percentual é definido nos estatutos sendo que o mínimo deve ser respeitado e distribuído aos acionistas, mas isso não impede que exista alteração do percentual devido a uma mudança no destino da parcela do lucro, como para novos investimentos, então pode existir variação de um ano para o outro, ou de tempos em tempos, o que por si só já exige uma gestão ativa da carteira.
  • O valor a ser distribuído e estabelecido pelo conselho de administração e diretoria, depois é protocolada na CVM e oficializada as datas. O pagamento pode ser trimestral, semestral ou anual, o dia de pagamento, a data último dia “com”, que é a data limite para aquisição do ativo que dará o direito ao investidor de receber a renda, e a data ex-dividendos que é primeiro dia útil após data “com”. Importante citar que nesse dia ocorre variação na cotação, mais especificamente ela sobe antes e cai depois do dia, o chamado desconto do dividendo no preço.
  • Dividendos fixos: estão citados no estatuto em percentual do capital ou pelo valor nominal da ação e em alguns casos em valor pela moeda corrente, excedido o valor citado ele será distribuído apenas aos ativos on.

 

Quer ter acesso a nossas carteiras de Ações?

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente e conheça as carteiras da Área de Membros!

 

E sempre agradável lembrar que os dividendos são recebidos pelo investidor integralmente sem impostos, diferente do jscp.

  • Ordem: de acordo com a classe das ações, primeiramente pn (preferenciais) e depois on (ordinárias).
  • Então se houver lucro existe distribuição…. Em tese sim, mas a empresa pode após comunicado oficial ao órgão regulador (CVM) e após informar a assembleia, não efetuar esse pagamento e usá-lo para melhorar a capacidade financeira do negócio e podem ser absorvidos pela conta prejuízos.
  • Ao investir em um ativo/ação levamos em consideração o pay-out, que é taxa de distribuição do rendimento com base no lucro auferido, por exemplo: se o lucro foi de R$ 2,00 por ação e a empresa distribui R$ 0,70 por ação o pay-out é de 35%.
  • E existe o famoso dividend yeld, sempre lembrando que nesse caso é levado em consideração à projeção do lucro e um pay-out dentro da realidade, além dos indicadores dos fundamentos da empresa e também dos macroeconômicos, é preciso aqui bom senso e análise qualitativa e quantitativa. Nesse caso usamos a cotação do ativo (ou seja, esta em constante modificação), e o dividendo distribuído por ação, por exemplo: um ativo tem cotação de R$ 40,00 e a projeção é de um dividendo R$ 2,00, sendo assim o yeld será de 5%.
  • Dividendos extraordinários, quando ocorre um fato não previsto ou que altere substancialmente o rendimento regular pago pela empresa, geralmente quando ocorre venda de ativos/não recorrente.

 

como-investir-em-dividendos-ibovespa

 

Vantagens da Estratégia com Foco em Dividendos

A principal delas é sem dúvida o retorno do investimento de forma frequente, o que faz com que quando aportados ao montante principal a longo prazo aumentem consideravelmente o patrimônio.

Geralmente as empresas que distribuem dividendos são as que apresentam maior solidez e crescimento ao longo do tempo, então além do crescimento e aumento de valor que também será refletido na cotação ainda contamos com essa parcela do lucro que será distribuída e poderá ser usada da forma como o investidor decidir, seja reaplicando no mesmo ativo, em um novo ativo mais atraente naquele momento ou então usando aquela renda como fonte de sobrevivência (pagando as contas com ela). E lembrando novamente, afinal coisas boas devem ser sempre ditas: Dividendos são isentos de tributos. Para ter saber como montar sua estratégia, clique no vídeo: como montar uma carteira focada em dividendos.

como-investir-em-dividendos-ibovespa

Concluindo

Eu sou uma investidora que acredita que existem diferentes estratégias para diferentes perfis em qualquer tipo de renda. O excesso de rótulos e regras do que é “certo” e “errado”, ou então estratégia “vencedora” ou “perdedora” nada mais é que uma tentativa de “forçar” um comportamento em massa, isso não é produtivo, na verdade só é produtivo para quem ganha vendendo a ideia, mais ninguém.

Conte sempre com ajuda, leia os relatórios da sua casa(s) de análise escolhida(s), mas faça cursos para aprimorar seu conhecimento também, questione o RI da empresa na qual está investindo, reflita sobre sua estratégia, sobre o próprio mercado e só então com todas as informações reunidas sua decisão terá base e você confiança para seguir ser caminho e realizar seus objetivos no mercado financeiro.

Então invista com base em dividendos ou não, mas invista porque é o melhor para sua estratégia, seu objetivo, afinal é seu dinheiro.

O Dica de Hoje, dentro da Área de Membros, tem uma carteira focada exclusivamente em dividendos e que é recalculada apenas uma vez por mês. Você não precisa ficar olhando sempre a tela do teu homebroker. Mesmo assim de 14/07/2017 a 09/04/2018 (período que a carteira existe) ela rendeu 40,8%, enquanto o índice Ibovespa subiu 32,9%. É uma estratégia que tem se mostrado vencedora. Quer conhecer essa carteira e muitas outras vencedoras no Longo Prazo, torne-se um Membro Gold, clicando aqui.

 

Abraços e bons investimentos,

Patrícia Rossari