Payroll: Foram adicionados 1,371 milhões de empregos nos EUA em agosto

0
21

O Departamento de Trabalho dos EUA divulgou nesta sexta-feira que houve a criação de 1,371 milhões de empregos no país até meados de agosto, um pouco abaixo da mediana de 1,4 milhões de novos postos de trabalho dos economistas de mercado. Os números revelam uma desaceleração em relação ao mês anterior, quando foram criados 1,76 milhões de empregos.

Os dados revelam uma queda da taxa de desemprego nos EUA para 8,4%, melhor do que a previsão do consenso, cuja mediana era de 9,8%. Em julho, a taxa era de 10,2%. Mesmo assim, os números trazem mais evidências de uma recuperação gradual do desastroso segundo trimestre.

O Departamento de Trabalho também informa que as folhas de pagamento privadas aumentaram 1,027 milhão, mais do que o dobro da estimativa do ADP publicada na quarta-feira. No entanto, isso ainda estava aquém das expectativas de um aumento de 1,20 milhão. Os números gerais de empregos aumentaram em cerca de 238.000 relacionados a contratações para o censo de 2020.

Reação do mercado

Com os números vindo praticamente em linha com a expectativa do mercado, houve pouca mudança nos rumos do índice Ibovespa Futuros e na cotação do dólar no Brasil. O Ibovespa Futuros acelerou a alta para 0,38% a 101.338 pontos, enquanto o dólar elevou um pouco a queda de R$ 5,28 para R$ 5,2727, queda de 0,35%.

Nos EUA, Dow Jones futuros acelerou a alta para 0,43%, enquanto S&P 500 Futuros zerou as perdas e opera estável, e Nasdaq Futuros diminuiu levemente as perdas para 1,22%. O futuro do índice de tecnologia prossegue a correção das ações de tecnologia iniciada na véspera.

Fonte: Investing

Você conhece os nossos planos de assinaturas?

Veja todas as possibilidades de planos e escolha de acordo com seu perfil

Clique e conheça a página dos planos e possibilidades

Já participa do nosso grupo do Telegram?

Videos, informações e novidades vem aí.

Link do grupo