PIB brasileiro cai 4,1% em 2020, maior tombo da história, mas acima do esperado

0
15

O Produto Interno Bruto brasileiro avançou 3,2% no quarto trimestre de 2020, acima da alta projetada de 2,8% na comparação trimestral. Já na base anual, a economia caiu 1,1%, contra consenso de queda de 1,6%, informou o IBGE nesta quarta-feira (3). A base anual compara o desempenho do último trimestre de 2020 com o quarto trimestre de 2019.

No acumulado do ano, o índice caiu 4,1% em relação a 2019, a maior queda desde o início da série histórica iniciada em 1996. O resultado da atividade econômica ficou acima da expectativa dos economistas, que era um tombo de 4,2%.

Também foi melhor que a expectativa inicial quando eclodiu a pandemia de Covid-19, quando as projeções apontavam para uma retração entre 9% e 10%.

PIB em 2020

Segundo o IBGE, houve alta somente na Agropecuária, de 2%, e quedas na Indústria, de 3,5%, e nos Serviços, de 4,5% no lado da oferta. O PIB totalizou R$ 7,4 trilhões em 2020.

No lado da demanda, os investimentos tiveram uma queda anual de 0,8%, o consumo das famílias retraiu 5,5% e os gastos do governo caíram 4,7%.

A taxa de investimentos, ou seja, a proporção dos investimentos em relação ao PIB em 2020 ficou em 16,4%, acima do observado em 2019, quando foi de 15,4%.

Já a taxa de poupança ficou em 15% em 2020, alta de 2,5 pontos percentuais em relação ao ano anterior.

O PIB per capita sofreu uma redução de 4,8% em relação a 2019, totalizando R$ 35.172.

Fonte: Investing

Quer ter acesso as nossas  carteiras? FIIs, Ações e outras áreas do site?