QUAL O MELHOR TÍTULO DO TESOURO DIRETO

7
132
forex_square

Como-funciona-o-mercado-FOREX_main

O Tesouro Direto, é um programa criado em 2002, que faz com que as pessoas físicas possam comprar diretamente títulos do Tesouro Nacional. No início, o Banco Central recomprava os títulos apenas as quartas feiras para dar liquidez ao mercado, mas hoje em dias as recompras são diárias e existe um mercado secundário bem grande, o que ajuda na precificação e na redução de distorções.

Só para ficar claro, quando você compra diretamente os títulos do Tesouro Nacional via banco ou corretora, você está comprando no mercado primário. Quando você compra o título de outro investidor, você está comprando/vendendo no mercado secundário. Em algumas corretoras o fato de comprar no mercado secundário diretamente de outros investidores sai inclusive mais barato, então vale a pena ficar de olho.

Mas voltando ao título do artigo, um apoiador me perguntou qual o melhor título para se comprar no Tesouro Direto:

Olhe abaixo a lista de títulos disponíveis hoje para compra diretamente do tesouro Nacional. Alguns outros títulos existentes podem ser comprados via mercado secundário:

 

MELHOR-TITULO-TESOURO-DIRETO

 

E aí eu pergunto: Porque existem 5 tipos de títulos (Indexado a Selic, prefixados com e sem cupom de juros e indexados a inflação com e sem cupom de juros) se a pessoa quer saber qual o melhor título que existe?

Como eu sempre venho falando em meus vídeos e meus artigos, é fundamental ter uma estratégia de investimento. Ou seja, ter um motivo e um objetivo na hora de comprar o título. E aí você encontrará qual o melhor título para o seu perfil e para as suas necessidades atuais.

Você quer permanecer com o título até o vencimento?

Você vai precisar do dinheiro em menos de 1 ano?

Você aceita correr o risco de perder dinheiro em troca de um retorno maior?

Você precisa de uma renda recorrente proveniente dos títulos?

Esta pergunta específica já foi respondida neste artigo.

Estas são algumas perguntas que você precisa pensar para saber qual o título ideal para você.

Então vamos dissecar as características de cada título. Seus retornos e seus riscos.

 

Tesouro SELIC (antiga LFT)

O Tesouro Selic, é um título que sempre se move pra frente porque ele é pós-fixado. Ele se move de acordo com a taxa Selic. Hoje em dia ele está rendendo cerca de 12,25% ao ano (na verdade é um pouco menos, a taxa de 12,25% é a taxa Selic Meta, ele rende entre 0,10% e 0,15% a menos que a Selic Meta, mas isso é assunto pra outro post). O que importa agora é entender que ele não cai. Talvez, no primeiro e segundo dia apareça um valor menor, mas você verá que ele sempre aumenta um pouquinho a cada dia. Hoje em dia ele rende em torno de ((1+0,1225)^(1/252))-1 ou cerca de 0,0458% ao dia. No dia 11 de Abril, data da próxima reunião do Copom, se a taxa cair 1%, ele vai passar a render 11,25% ao ano. Ou ((1 + 0,1125)^(1/252))-1 ou cerca de 0,0423% ao dia.  Isto significa que você sabe que irá receber o valor da Selic, mas como você não sabe quanto será a Selic no futuro, você tem esse risco. Este título é o mais indicado para quem quer correr o menor risco possível e pra quem vai precisar do dinheiro no curto prazo.

Olhe abaixo a valorização do título Selic 2021, percebam como é uma linha reta.

 

MELHOR-TITULO-TESOURO-DIRETO-02

Títulos prefixados (antiga LTN ou NTNF)

Já o título prefixado, você trava uma rentabilidade agora, por exemplo, o prefixado 2023, está pagando 10,28% ao ano. Se você esperar até o final do período você ganhará esse valor abatido, do custo de custódia e de Imposto de Renda obviamente, mas receberá o valor acordado. No entanto, no curto prazo, esse título pode passar a valer mais ou menos, graças ao que se convencionou chamar de marcação a mercado. Se você ainda não sabe o que é isso leia este artigo.

Resumidamente o que ocorre é o seguinte, imagine que você aceitou receber 10,28% ao ano até 2023, mas em 2019 após as eleições, o Risco Brasil sobe muito, a dívida soberana vai às alturas, a inflação sobe pra 15% ao ano, e a Selic sobe pra 19%. Este mesmo título será negociado por entre 19% e 22% em 2019 neste cenário (porque aí a tendência será de alta). A pessoa que comprar em 2019 ganhará 21%, por exemplo neste título que você só está ganhando 10,28%. Logo, ao abrir o HomeBroker você verá o seu título valendo inclusive menos do que você pagou e perderá dinheiro, se quiser vender antecipadamente. Veja também que mesmo que você guarde até o vencimento você estaria perdendo da inflação. Por isso, esse título já tem um perfil de risco maior, e pode ter oscilações no curto prazo. Dentre os títulos existentes é o que menos gosto, mas é o ideal para alguém que imagina que o Brasil não terá problemas de curto prazo e que precisará sacar o dinheiro em 2023 por exemplo.

Outra vantagem desse título, é para as pessoas que querem tentar ganhar com a variação do mercado. Assim como no exemplo acima, onde o título perderia valor se a conjuntura macroeconômica piorasse ele poderia ganhar um valor de curto prazo maior que o acordado, se esta conjuntura ficasse melhor.
Foi o que aconteceu no ano de 2016, após o impeachment da presidente Dilma. Veja a Rentabilidade dos títulos no período dos últimos 12 meses.

MELHOR-TITULO-TESOURO-DIRETO-03

Percebam que este título prefixado 2023 rendeu 39,66% nos últimos 12 meses, contra 13,47% do Tesouro Selic (que rendeu a Selic, maior parte 14,25%).
Cabe um alerta aqui que acho difícil que esse cenário se repita. Acho até que possa acontecer uma valorização e essa taxa cair para em torno de 8,5%, mas não deve render novamente perto de 40% esse título. Lembrando que no mercado financeiro não existe retorno sem risco associado.

TESOURO IPCA + (antiga NTN-B)


E o último tipo de título existente é o Tesouro IPCA, que assim como o prefixado tem a modalidade com juros semestrais ou sem juros semestrais. O Tesouro IPCA, é um mix dos dois anteriores. Ele tem uma parte pós-fixada que andaria em linha reta, mas que, ao invés de ser atrelado a SELIC, é atrelada ao IPCA. Vejam que não sabemos quanto será o IPCA no futuro. E possui também uma parte que é prefixada que é o prêmio que é pago no título além do IPCA. É esse prêmio, associado ao prazo que falta que traz a oscilação dos títulos.

Olhando naquela primeira tabela deste artigo vemos que o tesouro IPCA+ 2035 (NTNB Princ) está pagando IPCA + 5,13% e custa R$1204,74 . Em outubro quando eu recomendei este título no canal do youtube neste vídeo clique aqui https://www.youtube.com/watch?v=gNJc_wao9oA, este título valia em torno de 1067,00. Em 5 meses já temos uma valorização de 12,84%, e eu ainda errei o ponto de compra, porque em novembro ele chegou a valer menos de R$1000,00. Como vocês podem ver quanto mais longo o prazo, mais arriscado o título se torna. Eu cheguei a estar perdendo 11% nessa posição. Se eu não tivesse estratégia e objetivo montados, eu provavelmente teria vendido com prejuízo e agora estaria assistindo a alta sem ganhar.

Basicamente, o Tesouro IPCA, é recomendado para dois tipos de investidores. O primeiro tipo é o investidor que pretende formar uma renda para aposentadoria e quer ter os seus rendimentos atrelados a um índice de inflação, para que o seu dinheiro não corra o risco de perder valor no tempo, como poderia correr o risco no tesouro prefixado. Este também é mais recomendado para aposentadoria, porque são títulos mais longos. Existe Tesouro IPCA com juros até 2050 e sem juros até 2045 (no mercado primário)

O segundo tipo de investidor, que foca neste tipo de título é uma espécie de trader no mercado de títulos. É o que eu estou fazendo com a minha posição no Tesouro IPCA 2045, que ainda apresenta maior risco e maior volatilidade que esse título 2035 apresentado, mas que ainda não tem rentabilidade acumulada extensa, porque entrou em circulação em fevereiro/2017. Desta forma a minha estratégia, está sendo comprar este título enquanto ele tiver com a taxa acima de 4,60%, pra depois vender quando a taxa chegar em um patamar entre 3,90% e 4,10%.

Para terminar vejam-na tabela abaixo que o ponto de 3,90% foi a mínima deste mesmo título no ano de 2013, quando a SELIC atingiu seu menor nível 7,25% ao ano, percebam também que neste ponto foi o seu preço máximo em 2013, R$959,64, que só foi superado em 2016. Percebam também, que um ano depois esse título, chegou a valer menos de R$ 600,00 representando uma perda para os investidores de quase 40%.

MELHOR-TITULO-TESOURO-DIRETO-04

Portanto, se você não quiser levar até o vencimento,é um investimento de alto risco, principalmente os títulos mais longos. Tomem Cuidado!!!.
Para ficar mais fácil vamos fazer um resumo:
Tesouro Selic – Ideal Para quem não quer risco algum ou pra quem quer resgatar o dinheiro em um prazo pequeno (menor que 1 ano)
Tesouro prefixado – Ideal para quem tem objetivos a médio prazo (3 a 9 anos), e para quem acredita na conjuntura macroeconômica do Brasil até o seu vencimento. Ou para pessoas que queiram fazer trade esperando a queda das taxas dos títulos e vender antes do prazo de vencimento, mas com um risco menor que nos títulos IPCA + já que os pré fixados não são tão longos assim.

Tesouro IPCA – Ideal para quem quer montar a aposentadoria, para quem quer se resguardar de eventuais choques contra inflação (deve esperar até o vencimento para garantir isso), ou para pessoas que queiram tentar ganhar na baixa do premio dos títulos, com um risco maior, títulos mais longos (2035,2045, 2050 c/juros), ou com risco menor em títulos mais curtos (até 2026).

Títulos com juros tanto prefixados quanto IPCA, ideal para quem precisa uma renda recorrente e pretende guardar o título até o final.

Abs e Bons Negócios
Daniel Nigri Analista CNPI

7 COMENTÁRIOS

Comments are closed.