Análise de Valid Soluções S.A. – VLID3

0
35

 A Valid Soluções e Serviços de Segurança em Meios de Pagamento e Identificação S/A é uma empresa global que existe há mais de 60 anos, desenvolvendo soluções em segurança digital e física para meios de pagamento, telecomunicações, sistema de identificação, marketing digital e certificação digital.

 A empresa tem presença em 17 países distribuídos pela Europa, África, Ásia e Américas. Aqui no Brasil, atua em grande parte dos estados, oferecendo serviços especializados tanto para o setor público quanto para o setor privado.

 Mas afinal, o que a empresa faz?

 Basicamente, a Valid busca tornar a nossa vida digital cada vez mais segura. Ela atua na identificação de documentos, certificados digitais, aplicativos bancários, smartphones, meios de transporte, chip de telefone e qualquer outro produto que precise de identificação de dados.

Dá para perceber que estamos falando de uma empresa que precisa estar em constante evolução e que a sua principal matéria-prima é a INOVAÇÃO.

Um resumo, a sua história:

 Em 1957, quando a empresa foi fundada, se chamava Thomas de La Rue. Na época, seus principais serviços eram a venda de papel de alta segurança e tecnologias de impressão, muito utilizados para confecção de documentos importantes, como por exemplo, emissão de papel moeda e passaportes.

A partir de 1993 a empresa passou por diversas transformações e conquistou destaque no mercado brasileiro atuando no desenvolvimento de serviços, produtos e soluções para o setor de cartões, sistemas de identificação e impressão de segurança, em 18 estados do território nacional.

Na década de 90, a companhia avançou em diversas áreas: fechou contrato de serviços gráficos para Bradesco e Itaú, adquiriu a Menno Cartões, que na época era líder em fabricação de cartões plásticos no Brasil, e fechou contrato de joint venture com a empresa francesa Gemplus SCA, líder mundial no mercado de smart cards.

Em abril de 2006, a Valid realizou seu IPO na BM&F Bovespa, passando a integrar o Novo Mercado da B3.

Após a abertura de capital, a companhia deu continuidade ao seu maior processo de expansão, adquirindo diversas empresas, como a “Trust Administração e Participações Ltda”, do segmento gráfico de segurança, a “Transtex”, de meios de pagamento e identificação, na Argentina, a “Interprint”, a “PPI Secure Solutions LLC”, sediada nos Estados Unidos, a “Inversiones German Martinez S.A.S”, estabelecida na Colômbia, a “Cubic”, sediada na Irlanda, dentre muitas outras empresas do setor de segurança digital.

A Valid foi atrás de tecnologia avançada e buscou adquirir empresas qualificadas para se manter à frente do seu nicho de atuação. Neste processo, conquistou presença em diversos países, como Argentina, Colômbia, México, Estados Unidos, além de expandir seu território nos continentes da Europa, África, Ásia e Oriente Médio.

Hoje a empresa atende tanto a clientes do setor privado quanto do setor público, oferecendo produtos e serviços que envolvem processos e tecnologias antifraude e que dificultem a falsificação. Seus principais clientes são os governos estaduais e agências públicas, grandes instituições financeiras, empresas de telecomunicação, varejistas, cooperativas agrícolas e profissionais liberais.

A Valid conta com seis mil funcionários que trabalham para criar soluções personalizadas e integradas para diversos países, considerando as particularidades de cada cultura e região. Com isso, a empresa consegue se manter como um relevante player global na esfera da vida conectada.

São muitas as empresas que compõem o grupo:

Blu Pay:

Fintech de soluções para pagamentos digitais instantâneos com segurança. Participou do laboratório de inovações financeiras e tecnológicas, coordenado pelo Banco Central e Fenasbac, para atender aos desafios tecnológicos do Pix.

Mitra:

A Mitra é uma empresa de atuação nacional no mercado de Sistemas Integrados para Gestão Municipal, oferecendo respostas mais rápidas às necessidades sociais e econômicas dos municípios com uma matriz integrada e estruturada das informações dos governos locais, incluindo saúde, educação, mobilidade e segurança.

Este sistema integrado faz parte de um projeto bastante interessante chamado “Cidades Inteligentes”, que usa a tecnologia a favor da integração entre a Administração Pública e a sociedade. Tem como objetivo reduzir a burocracia, fomentar o desenvolvimento econômico e ao mesmo tempo melhorar a arrecadação municipal.

Estacionamento Digital:

Esta empresa complementa o projeto de “Cidades inteligentes”. Oferece tecnologia digital para as operações de estacionamento rotativo público (prefeituras e concessionárias) ou privado. O objetivo é melhorar o planejamento de infraestrutura e mobilidade urbana dentro da operação de estacionamento, enquanto os motoristas podem contar com um aplicativo que ajuda na localização de vagas disponíveis e no pagamento digital.

Valid Hub:

A Valid Hub presta consultoria tecnológica de tratamento de dados para desburocratizar e automatizar processos. Um dos seus cases, o Carven, é um sistema de comunicação para venda digital de veículos via web, com validade jurídica, 100% digital.

Agrotopus:

Adquirida em outubro de 2018, com sede no estado do Paraná, tem foco em soluções corporativas para a área de agronegócio. Com a operação, a Agritech se torna uma linha de negócios da Valid especializada em soluções de inovação para a cadeia produtiva agrícola e pecuária.

 

Interprint:

A empresa foi adquirida em maio de 2008. Com sede no estado de São Paulo, se dedica a proporcionar soluções completas em meios de pagamento e identificação para a indústria financeira e instituições governamentais. Os produtos do seu portfólio incluem, entre outros, carteiras de motorista, carteira de identidade, soluções biométricas (AFIS) e impressão eletrônica.

Logos Solvo:

A empresa foi adquirida em outubro de 2015. Localizada nas Ilhas Maurício, se dedica globalmente à produção e venda de smart cards, desenvolvimento e implementação de sistemas operacionais para SIM e gestão de software e soluções para operadores móvel.

Resumindo: quais são esses produtos?

IDENTIFICAÇÃO          MOBILE           MEIOS DE PAGAMENTO

O portfólio de serviços da companhia é bastante diversificado, fica mais fácil para entender se separarmos por atividade:

Certificadora digital: Certificado de atributo, blockchain, certificado de código, certificado de mercado financeiro, certificado digital ICP-Brasil, certificado SSL: Redes nacionais e internacionais e prestador de serviços de confiança – PDC.

Identificação: Emissão e cumprimento de credenciais, fluxo de trabalho eletrônico, emissão de credenciais instantâneas, mobile ID, documentos oficiais de identificação, cartões de identificação profissionais, cidades inteligentes, soluções de software para gestão de identidade, solução de gestão de selos rastreáveis e soluções de rastreabilidade.

Iot G Track and Trace: Rastreabilidade de bagagens, plataforma de gestão de assinatura e reach, rastreabilidade de assistência médica, soluções IOT/M2M, rastreabilidade do produto, rastreabilidade varejista, etiquetas de rastreabilidade especiais, rastreabilidade de botijões de gás, rastreabilidade de autopeças usadas, DMC – Data Manager Collector, SWE – Shipment Warehouse Enhancer, IMS – Inventory Management System e soluções para o agronegócio.

Valid Education: Ediploma.

Meios de pagamentos: Esteira de comunicação digital, Valid’s secure services hub, pagamento Contactless, cartões EMV, cartões de controle de acesso e transporte, serviços e soluções de personalização, embalagem segura para cartão e cartões-presente.

Algumas considerações:

A Valid possui mais de 60% de participação no mercado de emissão de documentos de identificação no Brasil. São eles: carteira de habilitação, identidade e documentos veiculares. Os principais clientes são: autoridades de trânsito, Polícia Federal e autoridades tributárias.

No segmento mobile, é a quinta maior produtora de cartões SIM (chip para celular) do mundo, com market share de 7,5%.

Nos meios de pagamento, a Valid é uma das dez maiores produtoras de cartões financeiros do mundo, fornecendo Smart Cards e Cartões Magnéticos, oferecendo também soluções de mobile banking. Seus principais clientes são instituições financeiras, transportes públicos e varejistas.

A Valid – VLID3 tem capital social composto por 71.225.000 ações ordinárias, com 100% de Tag Along e Free Float de 72,77%. Vejam abaixo a composição acionária.

(Dados retirado do site fundamentus.com.br)

Podemos ver que a empresa não possui um sócio controlador, mas temos na composição acionária a maior posição pertencendo à gestora de fundos Alaska Asset Management. O fundo Alaska vem comprando ações da Valid desde 2017, e o sócio fundador e gestor do fundo, Henrique Bredda, faz parte do conselho administrativo da empresa.

A Valid também tem no seu estatuto social o que chamamos de “Poison Pills”, que é uma proteção, aos acionistas minoritários, de uma participação acionária acima de 35%. Outra questão interessante é que a empresa mantém um plano de incentivo de outorga de ações para manter os interesses da administração alinhados com os dos acionistas.

Mas, apesar de todas essas boas práticas para proteger os acionistas, chegamos numa questão polêmica, a “Remuneração da Administração”. A empresa vota todo ano em Assembleia Geral Ordinária o valor fixado da remuneração anual global dos membros do Conselho de Administração, Conselho Fiscal e da Diretoria. Somente para este ano, foi acordado um valor a ser pago ao longo do exercício de 2020 de R$ 14,06 milhões. Um valor bastante relevante dentro das despesas da empresa.

Daniel Nigri – analista CNPI

Em parceria com Daphne Kuschnir.

Quer analise completa do terceiro trimestre e a precificação da empresa?

Assine o plano Ações ou Combo 

Conheça nosso plano Ações ou o Combo Ações mais Fiis