Série Xeque Mate: Análise de Via Varejo (VVAR3)

0
16
Série Xeque Mate

Estrategistas, vamos iniciar uma série de artigos sobre ações que possuem boa liquidez em opções, são centenas de estratégias com opções que o investidor pode operar e para tal a liquidez é muito necessária para montar e desfazer posição.

Lembrando que o objetivo aqui não é fazer uma recomendação de investimento, mas apenas para fins de instrução.

Sobre a empresa:

A Via Varejo, ticker VVAR3, é a maior empresa de varejo de eletroeletrônico e moveis do Brasil. A empresa reúne as marcas Casas Bahia, Ponto Frio e o e-commerce Extra.com.br. Além isso administra a fábrica de moveis Bartira, que fornece os moveis para Casas Bahia e Ponto Frio e produz anualmente 3 milhões de itens.

A origem da companhia ocorreu em 1946, com a inauguração do Ponto Frio no Rio de Janeiro. E das Casas Bahia em 1952 na cidade de São Caetano do Sul.

Em 2010 as Casas Bahia, controlada pela família Klein, associou-se ao Ponto Frio, controlada pelo Grupo Pão de Açúcar, formando assim a Via Varejo.

Em junho de 2019 o GPA deixou o controle da Via Varejo e Michel Klein retornou a presidência do conselho de administração da companhia.

A empresa tem presença física em mais de 400 munícipios em 20 estados e no DF e possui aproximadamente 45 mil colaboradores.

Via varejo

Além disso, em 2016 a Via Varejo iniciou sua operação logística criando a Via Varejo VV LOG que tem por objetivo viabilizar a integração das cargas dos negócios das lojas físicas e online. Possui frotas próprias e terceirizadas para entregas e operações entre os centros de distribuição.

São aproximadamente 560 veículos, ultrapassando um milhão de entregas e 6 mil abastecimentos em loja por mês.

Composição Acionária:

VVAR

Avaliação de Governança:

A companhia está listada na Bolsa de Valores no segmento do Novo Mercado, nível mais elevado de governança corporativa da B3.

O Novo Mercado é um segmento destinado às negociações de ações de empresas que adotam, voluntariamente, práticas de governanças corporativas adicionais às que são exigidas pela legislação brasileira.

Empresa

Os papéis da varejista não possuem problema de liquidez para os investidores uma vez que possui um free float acima dos 25%.

Possui também um tag along de 100%, isso significa que os acionistas minoritários estarão protegidos se os controladores da empresa venderem sua participação na companhia.

Resultados da VVAR3 no 3º trimestre de 2020:

O principal destaque do resultado do terceiro trimestre, divulgado no último dia 11/11, foi o aumento do lucro líquido: R$ 590 milhões de reais perante a um prejuízo de -R$ 383 milhões em igual período do ano passado.

Analise

E-commerce:

Obteve um crescimento expressivo de 219% nesse 3º trimestre quando comparado a igual período do ano passado.

O e-commerce está cada vez mais ganhando protagonismo, o GMV total saiu de 18% em 3º 2019 para 41% no 3º de 2020.

Lojas físicas:

Em setembro 100% das lojas estavam reabertas e vem apresentando performance de vendas superior aos níveis de faturamento pré-pandemia.

Resultados Financeiros da Via Varejo no 3º trimestre de 2020:


*É um indicador pela relação entre o preço atual de uma ação dividido pelo lucro por ação desse ativo. No caso da VVAR3 o indicador encontra-se negativo pelo prejuízo auferido em 2019. A expectativa do mercado é de um excelente 4º trimestre devido às vendas da Black Friday e Natal, somado ao crescente lucro de 2020 o indicador irá melhorar.

Cotação de VVAR3 nos últimos 12 meses:

Via varejo

Fonte: TradingView

Vimos que, em comparação a período igual do ano passado a companhia melhorou muito o seu resultado financeiro. Mas apesar disso o endividamento da Via Varejo segue elevado:

VVAR

Fonte: GuiaInvest

A varejista segue com uma relação dívida líquida / patrimônio líquido de 106,8%, acima da média dos últimos 3 anos.

Empresa

Volatilidade implícita e histórica das opções de VVAR3:

Antes de discorrer sobre as opções de VVAR3 iremos falar sobre o que é volatilidade implícita e a histórica.

A volatilidade implícita é auferida através da utilização do preço dos prêmios negociados no mercado, indica exatamente qual a estimativa que esse mercado está utilizando em seus modelos.

Para tal, é utilizado o Modelo de Black & Scholes, e o intuito não é calcular o preço justo do prêmio, mas sim encontrar a volatilidade estimada para esse prêmio, utilizando-se o prêmio corrente de mercado por meio de cálculo inverso.

Simplificando, a volatilidade implícita é quando se descobre qual volatilidade histórica o mercado está usando para determinada opção.

Diferentes volatilidades implícitas entre as séries em aberto não significam que o mercado está calculando errado o preço de uma opção, pois existe uma diferença natural entre as volatilidades de cada opção.

Dessa maneira opções “no dinheiro” tendem a ter volatilidades menores que as “dentro” ou “fora” dele. Quanto mais fora ou dentro do dinheiro, maior tenderá a ser a volatilidade implícita.

Essa questão é conhecida como Curva de Smile:

Via varejo

 O motivo pelo qual as opções “no dinheiro” têm uma menor volatilidade estimada pelo mercado pode ser explicado por ser a série de maior theta. Assim, a mais vendida por quem entra no Mercado com o intuito de obter retorno com o passar do tempo pela venda exclusiva de valor extrínseco.

Quanto maior a volatilidade implícita, maior tenderá a ser os prêmios das opções, favorecendo estratégias de venda de volatilidade, como borboleta, venda coberta, e outras.

Quando a volatilidade implícita está reduzida, os prêmios das opções também tendem a reduzir, fazendo com que se tornem atrativas estratégias com opções de compra de volatilidade, esperando-se uma movimentação no ativo-objeto que culminará numa valorização das opções.

A VVAR3, no passado recente, apresenta uma alta volatilidade, apesar de a implícita estar no momento reduzida em face da altíssima volatilidade histórica.

Vejamos a volatilidade implícita e histórica das opções de VVAR3 no ano de 2020:

Varejo

Fonte: site Histórico de volatilidade implícita das opções B3 – Bovespa (opcoes.net.br)

O ponto de maior volatilidade implícita não poderia deixar de ser em março, foi o mês marcado pelo lockdown global devido a pandemia do novo coronavírus. Quanto mais incerto o cenário maior será a volatilidade implícita das opções.

Perceba que, no momento, mesmo a volatilidade implícita tendo caído face a volatilidade histórica, ainda são consideradas altas as volatilidades das opções de VVAR3. E isso reflete nos prêmios das opções.

Vejamos, a título de exemplo, que no dia da confecção deste artigo, 08/01/2021, VVAR3 esteve cotada a R$15,76 e uma opção do tipo call com strike em R$16,00 (levemente OTM, portanto) e com vencimento em 22/02/2021 (28 dias úteis para o vencimento, ticker VVARB160) esteve cotada a R$0,89, o que representa 5,65% de prêmio referente ao valor da ação, o que pode ser considerado um prêmio alto, principalmente para uma opção OTM, que só possui valor extrínseco.

Repita-se, o objetivo aqui não é o de recomendar compra ou venda de uma determinada ação ou opção, mas apenas o de demonstrar como uma análise da volatilidade é tão importante quanto uma análise dos fundamentos de uma empresa, principalmente se formos operar opções.

Estrategistas, ficamos por aqui!! Mas antes temos um convite para aqueles que desejam aprender mais sobre o mundo de opções!! E além de claro rentabilizar!! Venha fazer parte da família Xeque Mate:

Na assinatura da Estratégia, você terá acesso a: relatórios semanais; monitoria ao vivo; grupo no Telegram; curso completo com 7 módulos; planilha de imposto de renda e suporte pelos 7 dias da semana. E o melhor: contarão com a experiência do Daniel Nigri, CEO do Dica de Hoje, e de Marcelo Meurer, especialista em opções.

Abraços, até a próxima

Estratégia Xeque Mate

Você conhece a Estratégia Xeque Mate?

Clique na pagina e veja os detalhes

Link para pagina