nvesting.com – A deterioração da inflação para este e próximos anos continuam nas projeções dos economistas consultados pelo Banco Central no Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (03). Com exceção de 2023, todos os anos tiveram reajuste para cima nas estimativas, o que acabou impactando também as projeções para a taxa básica de juros – Selic – para os próximos anos. 

As decisões vem na esteira após IPCA-15 de outubro vir acima da expectativa do mercado e ata do Copom mais hawkish do que o comunicado pós-reunião. Na quarta-feira, sairá os dados de inflação de outubro.

Confira abaixo as expectativas para IPCA, PIB, Selic e dólar divulgados nesta segunda-feira (18).

 

Inflação

Os economistas consultados pela autoridade monetária elevaram as estimativas para o IPCA neste ano de 9,17% para 9,33%, enquanto há 4 semanas estavam em 8,59%. A estimativa do IPCA continua acima tanto da meta de 3,75% como do limite superior de 5,25%. 

Em relação ao IPCA de 2022, a deterioração da perspectiva inflacionária prossegue, com as estimativas elevadas de 4,55% para 4,63%, a décima sextasemana seguida de deterioração da expectativa inflacionária. Enquanto a projeção para 2023 se manteve em 3,27%, para 2024 avançou pela terceira semana seguida, de 3,07% para 3,1%, acima da meta de 3% estipulado para o período.

A expectativa de inflação se deteriorou após o IPCA-15 avançar 1,2%, acima do esperado de 0,97% e do registrado no mês anterior de 1,14%.

PIB

Os economistas voltaram a rebaixar as estimativas para a alta do PIB no fim do ano, com avanço projetado de 4,94% para 4,93%, enquanto há quatro semanas estava em 5,04%. Foi a quarta queda de projeções para o PIB deste ano.

Para 2022, a estimativa de também caiu, de 1,2% para 1%, quinta semana seguida de redução das estimativas. A expectativas para 2023 se manteve em 2%, enquanto para 2024 caíram novamente de 2,2% para 2,05%, refletindo a promessa de aperto monetário maior do que projetado inicialmente pelo Copom.

Selic

Já a projeção da taxa Selic subiu de 8,75% para 9,25% no fim deste ano, enquanto há quatro semanas estava em 8,25%. Os economistas mantêm a projeção de alta de 1,5 ponto percentual na taxa Selic na última reunião do ano em dezembro, seguindo a promessa do Banco Central no último comunicado.

Para 2022, a projeção também se alterou, com a expectativa de encerrar o ano que vem de 10,5% para 11%. As projeções para 2023 também subiram, de 7,25% para 7,5%, como também em 2024, de 6,75% para 7%.

Dólar

Em relação ao dólar, as apostas se mantiveram em R$ 5,50 para 2021, enquanto há quatro semanas a estimativa estava em R$ 5,25. Para 2022, as estimativas também se manteve em R$ 5,50. Já as projeções de 2023 subiram, com expectativa de fechar o ano de R$ 5,25 para R$ 5,30, enquanto para 2024 continuou em R$ 5,20. 

Fonte: Investing

Veja as possibilidades de planos

Conhece os planos de assinatura da Área de Membros? 

Você tem 7 dias de garantia 

Pagina de Planos

Já participa do nosso grupo do Telegram?

Vídeos, informações e novidades vem aí.

Link do grupo