Panorama Semanal do setor de Petróleo e Gás Natural

0
14
Panorama Semanal

Panorama Semanal do setor de Petróleo e Gás natural (14 a 20/fevereiro/2021)

(Por: Leo Bittencourt)

– Presidente Jair Bolsonaro anuncia indicação do general Joaquim Silva e Luna para assumir presidência da Petrobras:

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira a indicação do general Joaquim Silva e Luna, atual diretor da Itaipu Binacional, como novo presidente da Petrobras. Se confirmado, Luna e Silva será o primeiro militar a assumir a Petrobras desde 1989 e substituirá o atual chefe da estatal, Roberto Castello Branco, indicado por Bolsonaro após as eleições de 2018.

Para que a substituição seja concretizada, a indicação ainda precisa do aval do Conselho de Administração da Petrobras. A estatal informou que o conselho tem reunião ordinária prevista para a próxima terça (23/fevereiro). O Conselho de Administração da estatal é composto por até onze membros. Sete deles são indicados pelo acionista controlador, que é a União; três nomes vêm dos outros acionistas, e o último é escolhido pelos empregados da Petrobras.

Com a ameaça de intervenção na estatal, o principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, caiu 0,64% nesta sexta, puxado pelo recuo de mais de 6% nas ações preferenciais e de 7,5% nas ações ordinárias da Petrobras. (Fonte: G1)

– Exportações de GNL dos EUA aumentaram em dezembro de 2020:

As instalações de exportação de Gás Natural Liquefeito (GNL) dos Estados Unidos fecharam o ano de 2020 com volumes recordes. O Departamento de Energia dos EUA informou volumes de exportação de 304,1 bilhões de pés cúbicos em dezembro. Os volumes aumentaram 8,4% em relação a novembro de 2020 e 38,1% em relação a dezembro de 2019.

Em dezembro de 2020, um total de 90 cargas partiram das plantas de exportação de GNL dos EUA. Isso se compara a 87 cargas despachadas em novembro de 2020 e 69 cargas despachadas em dezembro de 2019. O Departamento observou que neste mês o Japão foi o maior importador dos volumes de GNL dos EUA, com 54,0 bilhões de pés cúbicos (Bcf) recebidos. Um total de 45,5 Bcf desembarcou na China e 39,6 Bcf foi entregue à Coreia do Sul. Reino Unido e Brasil fecharam o grupo dos cinco maiores importadores de GNL americano, que abocanhou 65,6% dos volumes dos EUA em dezembro de 2020. Desde que os Estados Unidos começaram a exportar GNL produzido internamente em fevereiro de 2016, um total de 1.894 cargas chegaram a destinos em 36 países. (Eu explico a história do início da produção de petróleo nos EUA e toda essa transformação que aconteceu na sua indústria de petróleo nos últimos anos no livro Ouro Negro) (Fonte: O Petróleo)

– Preços dos combustíveis disparam com crise energética nos Estados Unidos:

A crise causada pela onda de frio que atinge parte dos EUA fez o valor gás natural e óleo de aquecimento atingirem patamares pré-pandemia. Nesta terça-feira, (16/fevereiro), os contratos futuros de gás natural para março subiam 5,5%, para 3,073 dólares/mmBtu, enquanto o óleo de aquecimento crescia 3%, para 1,8235 o galão, ambos recuperando pela primeira vez o patamar pré-pandemia. O preço dos contratos futuros para março da gasolina, por sua vez, aumentava 5,3%, para 1,7813 o galão, maior valor desde outubro de 2018.

A população americana de diversos estados sofre com falta de energia devido à tempestade de inverno que atingiu do Vale de Ohio até a costa do Golfo dos Estados Unidos, para o sul até a cidade de San Antonio, no Texas. As temperaturas abaixo de zero levaram a produção do gás natural a ser reduzida em 10 milhões de m3 diários. De acordo com informações, as temperaturas no Texas eram tão baixas no início desta semana que os líquidos de petróleo e gás estavam congelando na cabeça do poço e também nos oleodutos, que são montados no solo em vez de subterrâneos. Estima-se que mais de 30 gasodutos restringiram o fluxo de combustíveis. A escassez de gás, bem como o desligamento forçado de várias usinas que não eram classificadas para tais temperaturas, causaram apagões no Texas. Ao mesmo tempo, o frio congelou metade da capacidade eólica do estado. (Fonte: O Petróleo / Veja)

– Estoques de Petróleo nos EUA:

Na última quinta-feira (dia 18/fevereiro) foram divulgados os números dos estoques semanais de petróleo bruto dos EUA pela agência “Energy Information Administration (EIA)”. Na semana passada foi registrado uma queda de 7,2 milhões de barris, em comparação com o consenso dos analistas de uma queda de -2,4 milhões de barris.

Esta retirada do estoque foi motivada pelo aumento da demanda por óleo para aquecimento com o congelamento profundo que os EUA estão passando e o estado difícil da produção de petróleo do país. Os estoques de gasolina aumentaram 672.000 barris na semana passada, disse a EIA, em comparação com as expectativas de 1,379 milhão de barris. (Fonte: Investing.com)

– Número de sondas americanas em atividades:

Ontem foi divulgado, pela empresa de serviços de energia Baker Hughes, a contagem do número de sondas de perfuração em atividade nos EUA. A contagem desta semana registrou uma redução de apenas 1 sonda em relação semana passada, chegando a um total de 305 sondas de perfuração em atividade. Na semana retrasada esta contagem tinha alcançado 299 sondas com aumento de 4 sondas, mas esses dados foram revisados e mudaram de 299 para 392 sondas em atividades, agora novamente esses dados foram revisados, na semana passada, e caíram de 397 sondas para 306. Esses dados indicam um sinal de retomada da produção americana de Shale-Oil, no entanto, ainda está bem longe de recuperar os números de antes da pandemia, quando registrava em março a faixa de 680 sondas em atividades. Vamos ficar de olho! (Fonte: EUA – Contagem de Sondas Baker Hughes – Investing.com)

– Panorama Semanal do preço do Barril do Petróleo:

Os preços do petróleo caíram na sexta-feira, no final de uma semana em que uma frente de clima ártico assumiu e suspendeu um terço da produção de petróleo dos EUA. Os contratos futuros da commodity foram pressionados pela provável retomada da produção do óleo nos Estados Unidos, após uma nevasca causar cortes de energia no Texas que afetaram o suprimento no país ao longo da semana. No entanto, ainda há preocupações quanto a uma demanda menor por causa do episódio, apesar do retorno do fornecimento de energia no Texas já permitir que a perfuração e o bombeamento sejam retomados mais ou menos normalmente.

O mercado ainda repercute as expectativas pela reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+), marcada para acontecer no dia 3 de março. Apesar das quedas nas últimas duas sessões, os preços do petróleo têm subido em 2021 e chegaram a atingir seu maior nível em 13 meses no início da semana. A leitura é de que o movimento nos contratos pode levar a um aumento da produção pelos países-membros do cartel.

Outra notícia que pode movimentar o mercado foi que o governo de Joe Biden propôs formalmente a retomada das negociações com o Irã sobre seu programa nuclear. O Irã disse que deseja que as sanções dos EUA sejam suspensas antes de concordar com as negociações. “O Irã é o maior risco de alta de oferta para o mercado de petróleo, depois da capacidade sobressalente da Opep+, em termos de volumes”, disse o analista da Rystad Energy, Bjornar Tonhaugen. “Os 1,7 milhão de bpd de capacidade provavelmente podem entrar em operação em 6 a 9 meses após o levantamento das sanções, se houver demanda suficiente no mercado.”

Os contratos futuros do Brent para o mês de abril/2021, terminaram o dia com uma queda de -1,89%, encerrando o dia negociados a US$ 62,72 o barril na Intercontinental Exchange (ICE), em Londres. O barril de Brent chegou a ser negociado a US$ 65 no meio da semana. Os preços do WTI para o mês de março/2021 apresentaram uma queda de -2,45%, sendo negociado a US$ 59,04 o barril na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex). O barril de WTI chegou a ser negociado a US$ 61 no meio da semana. No acumulado semanal, a referência global Brent apresentou um aumento de 0,46% e a referência americana WTI queda de -2,20%. (Fonte: Investing.com / Estadão Conteúdo)

Óleo

Semanal

Petróleo

Até a próxima semana!

Abraços

Leo Bittencourt

 

DESCUBRA O PODER EXPLOSIVO DAS SMALL CAPS! CONHEÇA A NOSSA NOVA CARTEIRA:

SMALL CAPS: A LISTA DAS AÇÕES MAIS EXPLOSIVAS DA BOLSA DE VALORES

Venha descobrir as ações que poderão se valorizar muito em pouco tempo!

ATENÇÃO TEMOS NOVIDADES!!! O Dica de Hoje lançou uma Área Internacional. Ela reúne boas estratégias em investimento que aplicam parte do patrimônio no exterior. Contam com profissionais qualificados e equipe competente. Uma opção mais viável para quem quer diversificar e investir lá fora.

Venha conosco nessa jornada e conheça os detalhes dessa nova área Premium!

Você já conhece a nossa conheça a nossa nova ESTRATÉGIA XEQUE-MATE?

Clique aqui e descubra a estratégia que permite aos grandes investidores lucros até mesmo durante a pior das crises. Conheça os detalhes da metodologia Anti-crise, provada e comprovada do DIVIDENDOS 3X, que pode multiplicar os rendimentos das ações (Mesmo em um ano de fracos Dividendos!).

Você conhece os nossos planos de assinaturas?

– Clique aqui e escolha um plano “Dica de Hoje” que que se adeque melhor a seu perfil!

Escolha um dos Planos “Dica de Hoje”:

– Plano “Ações – Dica de Hoje”: Plano mensal / Plano anual

– Plano “Combo Ações + FIIS – Dica de Hoje”: Plano mensal /  Plano anual

Você já adquiriu o nosso livro OURO NEGRO??

Clique aqui e tenha em mãos a incrível história do Petróleo da sua origem até os dias de hoje (incluindo notícias até dezembro de 2019)! São 160 anos de história com muitas curiosidades, fotos, e foi escrito de forma bem simples e descontraída!