Cadê o dinheiro que estava aqui?

0
24
Cálculos fim de ano

Cadê o dinheiro que estava aqui?

O ano já acabou. Passou rápido, não é?

Esses últimos dias costumam trazer consigo uma mistura de sentimentos. Por um lado, temos coisas boas: mais dinheiro no bolso, décimo terceiro, férias, festas, família, amigos… Por outro, temos coisas ruins: trânsito, lugares lotados, gastos elevados… E cadê o dinheiro que estava aqui?

Infelizmente, muita gente acaba perdendo a mão nessa época do ano. Realmente é um momento em que os gastos crescem muito. Quem tem filhos e/ou estuda tem que pagar a renovação da matrícula.

Se for passar as festas com a família, em geral tem que comprar presente para um monte de gente.

Logo no início do ano já tem que pagar o IPVA. Se for viajar de carro, é bom fazer uma revisão para garantir que nada vai dar errado. E cadê o dinheiro que estava aqui?

 

Eu sei que vai entrar uma “graninha” extra. O que fazer com esse dinheiro?

Seja de décimo terceiro, seja de férias. Mas isso pode fazer esse momento ser ainda mais arriscado.

Digo isso pois a contabilidade mental (mencionada no artigo anterior) vai fazer você sentir que pode gastar mais que de costume. Quando você parar para fechar as contas, vai ficar desesperado com o tamanho da fatura!

Exatamente por isso, planejamento é algo extremamente importante.

Que tal fazer um orçamento para se preparar para dezembro e janeiro, pelo menos?

É claro que era melhor já ter feito esse planejamento desde o início do ano, mas antes tarde do que nunca.

 

Pegue uma folha de papel ou abra uma planilha no Excel. .

A sua folha ou planilha terá duas partes. No lado esquerdo você vai colocar a renda e no lado direito os gastos.

No lado da renda, você vai colocar todas as entradas de dinheiro. Salário, décimo terceiro, férias e outras fontes de renda que você tenha. Some o valor que der e coloque no topo.

No lado direito, anote todos os gastos que você espera ter. Eu já pensei em alguns por você no início do artigo.

Coloque tudo o que vier na cabeça. É melhor escrever e depois apagar do que deixar de escrever por achar que é besteira e no fim acabar esquecendo algum gasto importante.

O ideal é que você descreva também os seus gastos cotidianos, mas se não quiser, pelo menos reserve uma parte do seu orçamento para o seu “custo de vida normal”. Uma sugestão é fazer a média de gastos dos últimos 6 ou 12 meses. Assim você vai ter uma boa aproximação do seu custo de vida.

 

Após ter o seu custo normal e os gastos adicionais anotados. Cadê o planejamento?

Está na hora de planejar quanto dinheiro você vai destinar para cada coisa.

Para quem você vai dar presentes? Quanto vai gastar com cada pessoa?

Vai viajar? Quanto vai custar a viagem? Detalhe todos os itens da viagem como acomodação, comida, transporte, etc.

Vai para alguma festa? Quanto ela custa? Tem que pagar o IPVA? Quanto?

Escreva tudo!

 

No fim, você soma e coloca no topo.

Agora, com o total de renda e de gastos, compare os números. É claro que o total de gastos tem que ser menor que o de renda. Caso não seja, você vai ter que pensar em alternativas para não se pegar fazendo esta recorrente pergunta: “Cadê o dinheiro que estava aqui?”.

A primeira é reduzir os gastos. Comece diminuindo os maiores orçamentos. É neles que você vai ter mais espaço. Faça isso até chegar em um gasto total que te deixe confortável.

A segunda alternativa é aumentar a receita. Esse dá um pouco mais de trabalho porque vai envolver, adivinha? Mais trabalho. É claro, você não vai conseguir um aumento de uma hora para outra. Então a saída é aumentar ou criar renda extra.

 

Existe ainda uma terceira alternativa

Sempre a minha preferida. Fazer as duas alternativas anteriores. Você vai reduzir o seu orçamento e gerar mais renda.

A diferença você usa para investir. Não tem como dar errado!

Sugiro você aproveitar o embalo e planejar o seu ano de 2020 desde já! Com certeza você vai sentir uma paz enorme durante o ano e não vai ter que ficar fazendo malabarismo financeiro, e se perguntando “Cadê o dinheiro que estava aqui?”.

Espero que essas dicas tenham feito sentido para você! Conte-nos o que achou nos comentários abaixo.

Se você tem lido e curtido meus artigos aqui para o Dica de Hoje, gostaria de te convidar a conhecer o meu canal no YouTube. 

Lá você encontrará diversos vídeos já gravados sobre Finanças, Investimentos e Mindset, além de três vídeos novos toda semana! Inscreva-se, curta e compartilhe.

 

Abraços,

Lucas Mauricio

 

Artigo anteriorIn Paulo Guedes, we trust
Próximo artigoMelhores Dividendos para 2020
Lucas Mauricio tem 27 anos e é o caçula de três filhos. Formou-se em Engenharia Eletrônica e de Computação pela UFRJ.Em 2015, o carioca se mudou para São Paulo a trabalho, onde mora até hoje. Poupador desde os sete e investidor desde os quinze,largou seu emprego CLT como Analista de Marketing em 2018 para seguir sua paixão e propósito de transformar a vida dos brasileiros através da Educação Financeira.