Seus rendimentos acompanham a inflação?

0
21
rendimentos

Seus rendimentos acompanham a inflação?

O primeiro passo para ter rendimentos reais  é começar a gastar menos do que ganhamos e, depois de poupar,devemos então investir de forma consistente, com aportes regulares.

 

É simples de se falar, mas às vezes, bem difícil de fazer.

Para você ver que você não está sozinho nessa situação, a maioria dos brasileiros não consegue poupar e ter rendimentos; grande parte destes não consegue pela falta de renda (desemprego) e também pela perda do poder de compra.

Segundo uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), para mais de 70% dos consumidores do Brasil é muito difícil guardar dinheiro.

Obviamente que nessa conta entram os que preferem comprar um tênis de R$500,00 e não um de R$100,00 – assim poderiam poupar R$ 400,00 ao longo dos meses de prestações do tênis, ou ainda aqueles que comprem o vigésimo quarto par de sapatos que provavelmente irão usar uma ou duas vezes, mas também entram os que têm renda apenas para a sobrevivência.

Então, antes de falarem bobagem, lembrem sempre que algumas generalizações são ignorantes e desnecessárias, além de muitas vezes conterem uma falta de senso de realidade.

 

A desculpa

Ainda há os que dizem: eu ainda não invisto porque eu não consigo juntar muito dinheiro; quando eu juntar um valor substancial, eu irei investir. Mas enquanto isso, ao invés de juntar dinheiro e criar uma boa reserva, seja na Selic ou CDBs, a pessoa simplesmente continua gastando seus recursos financeiros. Assim a desculpa será sempre válida. Afinal, agindo dessa forma, ela nunca irá conseguir de fato juntar dinheiro e ter rendimentos.

Se você me acompanha, não é mais um novato na renda variável, tampouco nos investimentos em geral. Digo isso, pois iniciantes não costumam gostar da realidade dos fatos, eles são mais atraídos por “passos para a riqueza sem limite e eterna” do que pelo fato de que provavelmente irão perder dinheiro se não estudarem.

 

investimentos-rendimentos

 

Mas enfim, você sabe que o importante é gastar menos do que se ganha. Os rendimentos chegam a partir disso. E se você hoje está gastando igual ao que ganha, ou se você gasta mais do que ganha e paga muitos juros aos bancos, então deve saber que só tem duas alternativas para sair dessa situação:

Ou reduz seus gastos, ou aumenta sua receita – exatamente igual às empresas que analisamos.

O fundamental é que você consiga fazer com que sobre dinheiro para investir todos os meses (seu eu do futuro agradece). E mais importante ainda: você precisa saber que não basta investir – precisa investir em ativos que ganhem da inflação.

 

Por quê?

Essa é fácil né!

Aqui entram os juros reais, que são a diferença entre os juros recebidos e a perda do poder de compra pela inflação. Os juros nos investimentos fazem o montante aumentar, ou seja, quanto maior o tempo, maior o montante.

E isso vale para os empréstimos, financiamentos de imóveis ou veículos, o tal de paga-se por três e leva-se apenas um.É a beleza dos juros – pra quem os recebe, obviamente, não para quem os paga!

 

inflação

 

Então, sendo que a inflação tira o poder de compra, o valor nominal permanece, porém o valor real reduz. Exemplo:

  • Levando em consideração na hipótese a inflação, o que seria possível comprar com R$ 10,00 em 1999 e o que podemos comprar com esses mesmos R$ 10,00 hoje?

 

Portanto, vamos reforçar uma das máximas mais importantes dos investimentos: seus rendimentos precisam ser maiores que a inflação, ou terás perda real.

Quer ter acesso a nossas carteiras de Ações?

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente e conheça as carteiras da Área de Membros!

 

E qual era sua renda há 20 anos? Qual a inflação do período em questão e qual o aumento da sua renda em comparação?

Use o seguinte exemplo como referência:

Considerando a inflação anual de 4%, 3%, 5%e 6%.

Qual seria a rentabilidade real se investíssemos R$ 50.000,00?

  • Cálculo da inflação acumulada: 1,04 x 1,03 x 1,05 x 1,06 = 1,1922456
  • Uma inflação de 19,22 % no período.

 

Ou seja:

Investido R$ 50.000,00 e com um montante final de R$ 65.000,00 nos quatro anos, teríamos a seguinte conclusão: os R$ 50.000,00 comprariam, daqui a quatro anos, R$ 54.421,05.

Esse seria o ganho real.

Informação é dinheiro, e a intenção é sempre ganhar da inflação.

Patrícia Rossari

 

Revisão de Texto: MarcielMontalvane

 

 

Lembrando que eu e o Daniel Nigri, meu chefe, abriremos amanhã uma nova turma do curso Geração de Renda com Investimentos.

É um curso para quem tem intenção de formar uma carteira diversificada para gerar renda, em Tesouro Direto, FIIs e Ações, com a estratégia usada pelo Daniel na carteira pessoal dele. Mas hoje você pode adquirir o curso na pré-venda com desconto maior que 50%, mais barato que o valor do Primeiro Lote de amanhã. Clique aqui e coloque o código METEORICO.

Observação: Esse código só vale hoje!!! Dia 12/08/2019!!

E como vocês sabem, Daniel é um grande analista, muito competente. E nosso curso tem muita interação através do WhatsApp, nos 7 dias da semana, sem horário predefinido para respostas padronizadas.

Pergunte aos nossos alunos do curso avançado de análise fundamentalista – qualitativa e quantitativa, e eles te dirão que não escolhemos empresas, analisamos o que o aluno propor.

Lembrando que você pode também adquirir a primeira temporada da minha série, que com muito orgulho, está disponível para venda na Amazon.

Acesse :Saindo Da Caixa

 

saindo-da-caixa

Abraço.