Turnaround: A virada do jogo rumo ao crescimento!

0
23
Turnaround-o-que-e

As expressões renovação corporativa, recuperação do valor e da performance empresarial ou turnaround significam mudar substancialmente o desempenho de uma empresa ou, simplesmente, “virar o jogo”, não raro tirando-a de uma rota de declínio para colocá-la, novamente, em crescimento. Trata-se de uma mudança de rumo, ou seja, um redirecionamento para a obtenção de resultados superiores aos da média do mercado ou diferentes dos alcançados anteriormente, de maneira sustentável.

Em casos extremos, quando a organização apresenta sinais claros de crise, com enormes prejuízos, simplesmente enxugar o quadro não é uma saída. Torna-se necessário analisar todas as opções, o negócio em si, as condições internas e externas e, a partir daí, promover uma sequência de transformações. Normalmente, são contratadas consultorias especializadas em Estratégia de Negócios, Gestão Empresarial e Turnaround para planejarem e conduzirem todo o processo.

 

O que é Turnaround?

Turnaround é uma expressão em inglês que se tornou famosa no mundo dos negócios como sinônimo de recuperação de empresas – restabelecimento de seu valor, de ressurreição da performance – envolvendo uma mudança de rumo brutal para recolocar o negócio no caminho do crescimento. Consiste em implementar uma reestruturação profunda e sem limites na empresa, alterando, inclusive sua missão, valores, produtos e serviços oferecidos (se necessário).

As expressões renovação corporativa, recuperação do valor e da performance empresarial ou turnaround significam mudar substancialmente o desempenho de uma empresa ou, simplesmente, “virar o jogo”, não raro tirando-a de uma rota de declínio para colocá-la, novamente, em crescimento. Trata-se de uma mudança de rumo, ou seja, um redirecionamento para a obtenção de resultados superiores aos da média do mercado ou diferentes dos alcançados anteriormente, de maneira sustentável.

Em casos extremos, quando a organização apresenta sinais claros de crise, com enormes prejuízos, simplesmente enxugar o quadro não é uma saída. Torna-se necessário analisar todas as opções, o negócio em si, as condições internas e externas e, a partir daí, promover uma sequência de transformações. Normalmente, são contratadas consultorias especializadas em Estratégia de Negócios, Gestão Empresarial e Turnaround para planejarem e conduzirem todo o processo.

 

Turnaround

 

Turnaround – Características

Características: companhias que enfrentam (ou enfrentaram) algum tipo de problema e estão se reestruturando para maximizar o valor do acionista.

O que observar: atentar para quando as dívidas começarem a aumentar, quando os estoques começarem a aumentar ou quando o P/L for grande em relação ao crescimento.

 

Turnarounds – como encontrar?

Para encontrar boas empresas com características de turnarounds você terá que trabalhar bastante.

Debruçar-se sobre balanços patrimoniais e DRE’s será uma das tarefas.

Você deverá procurar por indícios que mostrem que os rumos da empresa estão mudando, como por exemplo: Turnaround

  • Diminuição de dívidas
  • Troca de dívidas
  • Aumento de receitas
  • Baixa de custos operacionais
  • Aumento de margens
  • Dentre outros

A avaliação do investidor nestes pontos é primordial para que ele possa pegar o processo de turnaround no início, possibilitando assim maiores chances de ganhos expressivos com estas ações.

 

empresas-crescendo

 

Empresas em Turnaround

Estão passando por um momento desafiador há alguns anos. Algumas características lhe são peculiares: implementação de produtos novos, fechamento de fábricas, demissão elevada no número de funcionários, inclusive do seu alto escalão.

Se este momento desafiador não for superado elas ficarão marcadas no mercado como value trap, ou seja, empresas que recorrentemente possui rentabilidade abaixo do seu custo de capital.

O grande charme de investir numa empresa pertencente a este grupo é que o seu valuation costuma ser bastante atrativo e se os seus resultados operacionais de fato evoluírem ela poderá mudar para os outros dois grupos citados anteriormente. Investidores que conseguem capturar este movimento, ou seja, da mudança para outro grupo tendem a ganhar muito dinheiro

 

O papel do Turnaround Manager ou Gestor de Turnaround

Após entender o que é turnaround empresarial e identificar quando há necessidade de aplicar essa medida em seu negócio, é hora de agir! E porque não contar com a ajuda de um Gestor de Turnaround?

A principal função de um Gestor de Recuperação de Empresa (Turnaround Manager) é conduzir a mudança. Ao contrário daqueles que fazem parte da rotina da empresa, o gestor de turnaround não tem qualquer relação próxima com a organização. Desse modo, ele leva à empresa uma visão mais objetiva e um olhar fresco sobre a realidade do negócio. Além disso, o especialista está mais capacitado a enxergar problemas e criar soluções.

 

gestor-turnaround

 

É importante ressaltar que o turnaround manager tem autoridade para tomar decisões que podem não satisfazer a todos. Lembre-se: o objetivo do especialista é criar uma nova história para sua empresa. Logo, mudanças em diversos níveis são necessárias e fazem parte de todo o processo de recuperação empresarial.

 

Não adianta só virar a página. Às vezes, é necessário rasgá-la e escrever uma nova história.

No primeiro momento, é preciso implementar ações de fôlego: estancar perdas financeiras; reduzir custos operacionais; renegociar o perfil da dívida; gerar caixa em curto prazo; excluir redundâncias de processos e de pessoal; racionalizar o portfólio de produtos; aumentar a produtividade; investir em treinamento e tecnologia; gerir a administração tributária e fiscal; adequar e, muitas vezes, elaborar o planejamento estratégico; e, eventualmente, preparar o negócio para uma possível venda. Um fator importante é motivar a participação da direção da empresa em todas as etapas dessa renovação, mantendo-a informada sobre os riscos envolvidos em cada tomada de decisão.

E investir em empresas esperando um turnaround, não é comprar qualquer ação simplesmente porque está na casa dos centavos e sim comprar empresas com chances de recuperação para isso cabe a quem se propor a utilizar essa estratégia de investimento analisar o setor que a empresa se encontra, analisar a empresa e depois disso deduzir o porquê a empresa voltaria a se recuperar e lembrando que esse é um investimento de alto risco onde o acionista está indo contra os fundamentos, portanto exige extremos cuidados.

Quer ter acesso a nossas carteiras de Ações?

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente e conheça as carteiras da Área de Membros!

 

Conclusão

Inegavelmente existem setores que apresentam maiores e menores riscos aos acionistas, cabendo a cada investidor avaliar quais os prós e os contras de cada tipo de investimento.

Turnarounds podem apresentar muitos riscos, mas os retornos podem ser altíssimos também.

Mas tudo depende de sua estratégia e objetivos.

Você já sabe que 2020 será um ano decisivo para os seus investimentos

Teremos um cenário complexo e hoje mais do que nunca: quem tem informação tem poder.

Agora, imagine você estar em um evento com as maiores mentes do cenário financeiro falando exatamente onde pensam em colocar seu dinheiro em 2020 e como se proteger frente a uma eventual crise mundial?

Gestores de grandes fundos de investimento que gerenciam (com grandes margens de lucro), centenas de milhões de Reais diariamente estarão dando informação privilegiada de como estão montando suas estratégias para o próximo ano e você poderá se antecipar com seus próprios investimentos.

Isso vai se tornar realidade no Ultimate Value.

Evento a ser realizado no Rio de Janeiro no dia 7 de Dezembro.

 

Veja alguns dos nomes das Participações já confirmadas: 

 

  • Henrique Bredda – Gestor do Fundo Alaska;
  • André Bona – Educador Financeiro e Professor. Canal com 214 mil seguidores;
  • Luiz Alves – Gestor do Fundo Versa;
  • Henrique e Flávio Tenri – Gestores do Gian Steps (Antigo Visia Zarathustra);
  • César Paiva – Gestor do Fundo Real Investor, que cresceu 1000% em 10 anos;
  • Hulisses Dias (Tio Huli) – Investidor profissional. Mais de 182 mil seguidores no instagram;
  • Daniel Nigri – Sócio-fundador do Dica de Hoje e investidor há 20 anos; e
  • Rafael Zattar – Especialista em Fundos de Investimentos- CARTEIRA Z.
  • Flávio Tenri – Gestor Da Giant Steps
    (Antigo Visia Zarathustra)
    Mais De 1.3 Bilhões Sob Gestão
  • Carlos Bianconi – Diretor De Ri Da Empresa Rodovens Negócios Imobiliários
  • Thiago Alonso – CEO da JHSF
  • Bruno Cavalcante Nunes – Gestor do TGAR
  • Higino Aquino – Gestor do Instituto Brasileiro de Florestas

Quero Garantir meu ingresso no Ultimate Value Standard! →

Quero Garantir meu ingresso no Ultimate Value VIP! →

Black Week

Essa semana qualquer assinatura mensal, no primeiro mês custará apenas 2 reais! E se você quiser assinar mais de um plano…sem problemas.

OBS 1 – A partir do segundo mês, a cobrança será feita com o valor normal.

OBS 2 – Para não ser cobrado, basta enviar um email para [email protected]. O cancelamento será imediato.

 

Link para aproveitar nossa Black Week