CARTEIRA Z: 36,19% em 2018 sem comprar uma ação

0
410
carteira z

CARTEIRA Z: 36,19% em 2018 sem comprar uma ação

 

Essa semana recebi a mensagem abaixo, num grupo de whatsapp, do membro Gold, Danilo:

Pessoal, em primeiro lugar, um feliz e próspero 2019 para todos nós! 🍾

Em segundo, gostaria de agradecer ao nosso amigo Rafael Zattar pelo excelente trabalho que tem feito com a Carteira Z.

Comecei no mundo dos investimentos no final de 2017, iniciando com Tesouro Direito e, posteriormente, com ações, FIIs e etc. Conforme estudava e aprendia sobre outros ativos, ia me "arriscando" aos poucos. Foi quando surgiu a Carteira Z e o mundo dos fundos de investimentos na minha vida. Graças ao conhecimento e aos ativos sugeridos, consegui uma rentabilidade de 16.2% em apenas 3 meses, contra 13.2% da minha carteira de ações, em 12 meses. Fiquei muito feliz em saber que estou no caminho certo e por ter apostado na diversificação da minha carteira com os fundos, algo que claramente vejo como uma decisão acertada.

Muito obrigado e que possamos ter um 2019 próspero e com altos rendimentos para todos nós! 😉

 

No primeiro artigo do ano quero agradecer a você que confiou no projeto Carteira Z.

Nossa Carteira Z HARD, que possui volatilidade similar ao Ibovespa, rendeu 240% do Ibovespa em 2018, ou 36,19%. E o investidor não precisou comprar uma ação sequer.

Interessante que no nosso primeiro relatório de 2018, para os assinantes, comemorávamos nossa rentabilidade de 61,85% contra 26,86% do Ibovespa em 2017. A Carteira, que eu já utilizava pessoalmente, foi exposta nessa live no dia 13 de novembro de 2017, no canal Dica de Hoje.

Aproveito a oportunidade para te convidar a entrar 2019 com o pé direito, sendo membro Gold Dica de Hoje, em que você receberá nossas análises, com materiais completos de ações, fundos imobiliários, carteiras, fundos de investimentos e mais.

Recentemente me questionaram:

“Zattar, não gosto de fundos. Nunca estudei detalhadamente, mas olhei os fundos de investimento que meu pai e meu avô têm, um no Banco Bradesco e outro no Banco do Brasil e fiquei assustado. A rentabilidade é pior do que a poupança. Tô fora.”

Eu achei o comentário muito pertinente e resolvi compartilhar, até por que eu tenho a mesma opinião: a grande maioria dos fundos não entrega nem a rentabilidade da poupança.

Mas, então, por que cargas d´água eu escrevo sobre fundos de investimento, montei o projeto Carteira Z, que tem impactado milhares de pessoas, e tenho mais de 80% da minha carteira somente em fundos?

Para provar que quanto mais produtos ruins em determinado ramo existem, maior a probabilidade de a exceção se destacar. É questão matemática.

Se 80% dos fundos de investimento em ações rendem abaixo da poupança e a média deles a supera com larga distância, quer dizer que os 20% restantes têm rentabilidades suntuosas.

A maioria das empresas que fazem parte da bolsa de valores possuem lucros crescentes e consistentes? Com certeza, não.

Nós precisamos buscar as exceções, o pote de ouro no fim do arco-íris.

carteiraz-01

 

Quer ter acesso a nossas carteiras de Ações?

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente e conheça as carteiras da Área de Membros!

 

Para isso é necessário estudo, dedicação e constante reavaliação de indicadores.

Imagina se a maioria dos investimentos fosse rentável para o investidor: bastaria fechar os olhos, escolher qualquer aplicação e ir para a praia curtir o sol.

Por esse motivo estamos aqui. Por essa razão tentamos peneirar e enxergar as melhores gestões para compor o seu portfólio. Facilitando, assim, o alcance de resultados.

Provavelmente você deve ter uma máquina de lavar em casa.

Faz uma diferença tremenda na sua vida, não?

Você ganha tempo, qualidade e deixa suas roupas limpas e cheirosas.

Você poderia lavar todas as suas roupas na mão, como as donas de casa do século passado?

Claro que sim.

 

Mas será que valeria a pena?

Talvez, o que a máquina de lavar faz em alguns minutos, você faria em horas, despendendo tempo, energia e no final das contas, possivelmente, não lavará tão bem quanto ela.

Assim é, exatamente, quando você delega a uma gestão, que você estudou com critérios, para tomar decisões fundamentadas para você. Além do know how do gestor, na maioria das vezes, além de analisar todo o quadro financeiro das empresas, visitam-nas e conversam com a alta cúpula para penetrar nos detalhes da empresa.

No caso da máquina de lavar, você precisou pagar um valor por ela, certo? Talvez já fez ou irá fazer alguma manutenção que também onerará um pouco. Esse valor pago valeu a pena?

Creio que sim.

Da mesma forma, escolhendo fundos de investimento, qualitativos, com boas gestões, fazendo a manutenção (reavaliando indicadores), as taxas de administração e a taxa de performance, quando há, serão irrelevantes no processo, assim como o valor que você pagou pela máquina.

Assim como é ultrapassado pensar em lavar roupas somente na mão como há décadas atrás, é inconsistente pensar que os fundos que eram quase em sua totalidade péssimos há muitos anos atrás, ainda o são hoje.

 

Se você se baseia somente no passado para tomar decisões no presente está construindo um futuro decadente. R.Z.

 

Se você quiser conhecer nossos relatórios, oferecemos duas opções através do Dica de Hoje:

Plano Mensal  e o Plano Anual

Se você quiser conhecer e assinar somente a Carteira Z, acesse: www.carteiraz.com/planos e ganhe carteiras exclusivas Dica de Hoje.

 

Qualquer dúvida, sugestão ou crítica serão muito bem-vindas.

Abraços e bons investimentos.

RAFAEL ZATTAR

Artigo anteriorVocê deve estar perdendo dinheiro com a sua assinatura premium
Próximo artigoForja Taurus: Análise de Indústria
Rafael Zattar, Administrador de Empresas, Pós graduando em Gestão Pública e especialista em fundos de investimento. Ele se encantou pelo mundo dos fundos de investimento pela possibilidade de poder estudar as melhores gestões e selecionar a nata desse universo e, ao mesmo tempo, ajudar as pessoas a focarem em suas atividades profissionais para turbinar os aportes acompanhando as análises da Carteira Z. Apaixonado pela família, a sua avó Zenilda é o amor de sua vida e a inspiração de todos os dias. Tem como companheira de vida e parceira Stella e filho da batalhadora Silvia e sua irmã Carla, analista do Ministério Público, além de sua melhor amiga, é a revisora dos textos da Carteira Z.