Kapitalo Tarkus voltou: vale a pena?

0
91
kapitalo-tarkus-investimentos

 

A partir de 08 de junho, será possível agendar o investimento no fundo Kapitalo Tarkus, um fundo de ações que atua em diversos cenários e que rendeu, desde o seu início, em novembro de 2017, mais de 70%, contra 35% do Ibovespa. Mas, na Carteira Z, como de costume, não nos contentamos apenas com a parte quantitativa, portanto vamos analisar qualitativamente, de acordo com o nosso check list:

 

  1. Kapitalo Tarkus: A gestão é capacitada, quem são os gestores e qual o seu histórico no mercado?

A Kapitalo é uma das maiores casas do Brasil no quantitativo de gestores. São 42 funcionários, sendo 32 ligados diretamente à área de gestão, como gestores, economistas ou analistas e há19 sócios.

Um dos sócios fundadores é o João Pinho, que tem um longo histórico no mercado:

joao-pinho-kapitalo-tarkus

 

De 1989 a 1996 – Bank Of America

1996 a 1998 – Nomura Securities

1999 a 2009 – Banco BBM

2009 a 2019 – Kapitalo

 

Carlos Woelz, também EX-BBM, é o outro sócio diretor:

carlos-woelz-kapitalo-tarkus

 

Em uma década, o fundo tem mais de 14 bilhões sob gestão.

 

  1. De que forma a equipe é estruturada?

A Kapitalo trabalha com diversas estratégias e o sistema foi implementado e aprimorado com muita habilidade. São vários gestores e respectivos analistas tomando decisões de investimento de forma individual e descentralizada e gerando retornos descorrelacionados, o que, na nossa opinião, é um diferencial.

O risco do fundo é dividido meritocraticamente entre os gestores, ou seja, de acordo com seus desempenhos passados e ajustados periodicamente. Porém, o mandato de cada um é claramente definido. Dessa forma, os mercados e os tamanhos das posições são criteriosamente limitados.

 

  1. Como a gestão se comporta em períodos de stress?

 

 

Não temos um histórico longo, mas percebemos que no período houve 7 quedas do Ibovespa e 6 quedas do Tarkus. Nos drawdowns mais acentuados do Ibovespa, o fundo conseguiu amenizar, em virtude de suas estratégias diversificadas.

 

  1. Como é a comunicação da gestão com os clientes? O gestor reconhece os erros?

A gestão escreve cartas mensais aos seus clientes, falando sobre os posicionamentos e as posições macro. Gostamos muito desse tipo de aproximação com o cliente. A transparência aumenta a confiança na gestão.

 

  1. Como é feita a gestão de risco do fundo?

A  Kapitalo, visando exercer a atividade de gestão de fundos de investimento de maneira sempre confiável e eficaz, se mantém sempre hábil a realizar o controle de risco dos fundos de investimento, de modo a garantir a adequada relação entre o risco e o retorno dos ativos investidos, a precificação dos ativos, o controle de liquidez dos ativos, o cálculo do Value at Risk (“VaR”) e a simulação de cenários de stress.

Em função do amplo espectro de atuação da Kapitalo em diferentes mercados por meio de diversas estratégias de investimento, se faz necessário considerar tratamento específico para cada tipo de risco incorrido.

Quer ter acesso a nossas carteiras de Ações?

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente e conheça as carteiras da Área de Membros!

 

Eles utilizam um monitoramento diário do VaR com 95% de confiança (unicaudal), no horizonte de um dia. O Stress Test é um modelo complementar ao VaR que consiste em simular os resultados obtidos pelas posições atuais dos portfólios dos fundos de investimento frente a situações de stress, utilizando cenários de variações de preços e/ou taxas como as ocorridas em períodos de crise.

Os diferentes cenários são estabelecidos internamente pela gestora e discutidos nas reuniões do Comitê de Stress, que ocorrem trimestralmente ou sob demanda específica. A formalização dos controles de risco de mercado é feita através de relatórios diários gerados pela área de risco, com a divisão dos riscos por fundos de investimento e mesas.

Caso algum dos limites seja ultrapassado, o responsável pela gestão de riscos tem o poder de ordenar às mesas a readequação. Os limites vigentes estão dispostos conforme quadro abaixo:

kapitalo

 

Talvez o mais importante para uma análise de um fundo seja estudar a cabeça do gestor e verificar seu posicionamento sobre o futuro, pois o passado mostra como ele se comportou, mas somente sua visão de mercado de agora em diante ditará os resultados vindouros.

Essa visão de cenário, assim como a abordagem quantitativa, explicando exatamente de onde vem o Alpha do fundo você pode conferir no relatório da Carteira Z que saiu hoje, dia 05 de julho de 2019, assim como a nossa conclusão sobre ele.

 

Ressaltamos que o fundo ficará aberto por um curto período.

Se você quiser conhecer nossos relatórios, oferecemos duas opções através do Dica de Hoje:

Plano Mensal http://mon.net.br/bln89 e o Plano Anual http://mon.net.br/bln8a

Se você quiser conhecer e assinar somente a Carteira Z, aos nossos estudos e relatórios quinzenais, acesse: www.carteiraz.com/planos e ganhe também carteiras exclusivas Dica de Hoje.

Qualquer dúvida, sugestão ou crítica serão muito bem-vindas.

Abraços e bons investimentos.

RAFAEL ZATTAR

Artigo anteriorLibra: A nova criptomoeda do Facebook
Próximo artigoE-Commerce: Investindo no Futuro – Dica de Hoje
Rafael Zattar, Administrador de Empresas, Pós graduando em Gestão Pública e especialista em fundos de investimento. Ele se encantou pelo mundo dos fundos de investimento pela possibilidade de poder estudar as melhores gestões e selecionar a nata desse universo e, ao mesmo tempo, ajudar as pessoas a focarem em suas atividades profissionais para turbinar os aportes acompanhando as análises da Carteira Z. Apaixonado pela família, a sua avó Zenilda é o amor de sua vida e a inspiração de todos os dias. Tem como companheira de vida e parceira Stella e filho da batalhadora Silvia e sua irmã Carla, analista do Ministério Público, além de sua melhor amiga, é a revisora dos textos da Carteira Z.