O Índice de Fundos de Investimento Imobiliário (IFIX) da B3 (SA:B3SA3) operava em alta nesta sexta-feira (30), após apresentar melhora na véspera e fechar em leve alta de 0,07%, aos 2.819 pontos. O índice havia fechado em queda nos 3 primeiros dias da semana.

Apesar da ligeira melhora de humor no mercado de fundos imobiliários conforme a semana se aproxima do fim, os investidores ainda seguram suas fichas enquanto aguardam a próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) para analisar detalhadamente até onde pode chegar o ciclo de alta da taxa Selic. A preocupação com a alta da inflação segue como tema central do debate em torno da rentabilidade dos fundos imobiliários, e a alta de preços da energia elétrica em meio à crise hídrica que o País enfrenta tende a ser mais um fator de risco a ser avaliado cuidadosamente.

Além disso, a alta taxa de desemprego e a possibilidade de prolongamento das restrições ao funcionamento dos comércios mesmo com o avanço da vacinação contra a Covid-19 seguem preocupando os mercados, que observam países nos quais a vacinação está mais avançada em busca de sinais do que deve acontecer com a economia brasileira ao longo do segundo semestre.

Destaques

Fundos que investem no segmento de imóveis corporativos e possuem ativos bem avaliados pelo mercado se destacavam, em meio à expectativa pela reabertura da economia, enquanto alguns fundos de papéis negociados a preços mais elevados eram penalizados.

O Brazil Realty (SA:BZLI11), fundo híbrido, liderava as altas do IFIX após cair na véspera, subindo 4,51%, aos R$ 15,24. O VBI Prime Properties (SA:PVBI11), fundo que investe em imóveis comerciais, exibia a segunda maior alta, com valorização de 2,42%, sendo negociado a R$ 96,28. Em terceiro lugar vinha o RBR Properties (SA:RBRP11), fundo híbrido, com alta de 2,25%, sendo cotado a R$ 81,87.

Na outra ponta, a maior queda era do Vectis Juro Real (SA:VCJR11), fundo de papéis, caindo 0,98% e sendo negociado a R$ 97,50. A segunda maior desvalorização era do Hectare CE (SA:HCTR11), outro fundo de papéis, que caía 0,92%, a R$ 130,13. Por fim, a terceira maior desvalorização era do Santander Renda de Aluguéis (SA:SARE11), fundo híbrido que investe no segmento de imóveis comerciais, que recuava 0,74%, sendo cotado a R$ 92,80.

Ao fim da manhã, o IFIX subia 0,13%, aos 2.822 pontos.

Fontes: Investing

Todos os planos com 7 dias de garantia de reembolso

Dica Ações

Combo

Beginner

Confira nossas assinaturas Premium

 Small Caps 

IDENTIFICANDO AS AÇÕES QUE PODERÃO SE VALORIZAR MUITO PONTENCIAL.

Link Small Caps

Dica Internacional

DESCUBRA UMA MANEIRA SIMPLES E MUITO VANTAJOSA DE DIVERSIFICAR A SUA CARTEIRA E AMPLIAR O SEU PATRIMÔNIO ATRAVÉS DE DIVIDENDOS EM DÓLAR.

Link Dica internacional