Resumo da semana dos Fundos Imobiliários, com os principais Fatos Relevantes e Relatórios Gerenciais da semana que passou do dia 01 de março a 05 de março. Semana de queda para o índice dos Fundos Imobiliários, e de alta para os Juros Futuros e do prêmio do Tesouro Direto.

 

IFIX 2.852,68
SEMANA -1,17%
30 DIAS -0,77%
ANO -0,61%
12 MESES -0,29%

 

Relatórios Gerenciais

 

BARI11: O fundo divulgou o relatório de janeiro, o patrimônio do fundo estava alocado com 80,1% em CRI, 12,6% em FII e 7,3% em Renda Fixa. O resultado do fundo foi de R$ 1,78 por cota e o rendimento distribuído foi de R$ 2,05 por cota. Durante o mês, o fundo aumentou a posição no CRI Assaí e comprou cotas do VGIP11. De acordo com o fundo, nenhum ativo se encontra em inadimplência.

 RBRY11: O fundo divulgou o relatório de janeiro, o patrimônio do fundo estava alocado com 61% na estratégia Core, 24% Tático e 14% em Liquidez. O resultado do fundo foi de R$ 0,78 por cota e o rendimento distribuído foi de R$ 0,75 por cota. Durante o mês, o fundo teve o vencimento antecipado do CRI Berrini One e adquiriu R$ 17 milhões do CRI EXTO, a uma taxa de CDI + 4,0% com mínimo de 7,0%a.a. e de R$ 2 milhões no CRI Mora, a uma taxa de IPCA + 9,50% a.a.. De acordo com o fundo, 100% da carteira segue em dia com suas obrigações.

 BTCR11: O fundo divulgou o relatório de fevereiro, o patrimônio do fundo estava alocado com 92% em CRI, 3% em FII e 5% em Renda Fixa. O resultado do fundo foi de R$ 1,65 por cota e o rendimento distribuído foi de R$ 0,57 por cota. Durante o mês, houve o resgante antecipado do CRI BRF e a compra do CRI RNI, com taxa de CDI + 1,7% a.a.

 FEXC11: O fundo divulgou o relatório de fevereiro, o patrimônio do fundo estava alocado com 75% em CRI, 24% em Renda Fixa e 1% em Fundos. O resultado do fundo foi de R$ 2,05 por cota e o rendimento distribuído foi de R$ 0,75 por cota. Em fevereiro, ocorreu a estruturação e liquidação do CRI I.Riedi, no total de R$ 52 milhões a IPCA + 8,5%, com isso o percentual em Caixa reduziu para 11%.

BPML11: O fundo divulgou o relatório de fevereiro, a vacância do fundo ficou em 5,8%. A inadimplência ficou em 3,5%. O indicador SSS teve uma queda de 9,4% e o indicador SSR teve uma queda de 5,5%. Em fevereiro, houve a assinatura de 4 novos contratos, totalizando um incremento de 336,5 m² de área locada nos shoppings Casa & Gourmet, Londrina Norte e Ilha Plaza.

 BRCR11: O fundo divulgou o relatório de fevereiro, a vacância financeira do fundo ficou em 8,3%. O FFO ajustado do fundo foi de R$ 0,44 por cota e o rendimento distribuído foi de R$ 0,50 por cota. O time de gestão segue trabalhando para reverter a saída de um locatário no Edifício Eldorado. No mês houve a saída programada de um locatário no Cenesp.

 BCFF11: O fundo divulgou o relatório de fevereiro, o patrimônio do fundo estava alocado com 93% em FII, 5,9% em Renda Fixa e 1,1% em CRI. O resultado do fundo foi de R$ 0,56 por cota e o rendimento distribuído foi de R$ 0,61 por cota. Durante o mês, o fundo aumentou a posição em KNIP11 e XPLG11. Abaixo a carteira do fundo:

FCFL11: O fundo divulgou o relatório de janeiro, a vacância do fundo ficou em 0,0%. As obras de reforma da fachada continuam em andamento, com previsão de término na primeira quinzena de fevereiro.

HTMX11: O fundo divulgou o relatório de fevereiro, em dezembro a taxa de ocupação foi de 26% e diária média de R$251,00, resultando em um RevPAR de R$ 64,00. Na comparação com o mês anterior, houve uma queda de 5,0% na taxa de ocupação e uma redução de R$ 4,00 na diária média. Em virtude disso o RevPAR apresentou um resultado 19% inferior. Durante janeiro, nenhuma unidade hoteleira foi vendida.

 RBIV11: O fundo divulgou o relatório de fevereiro, o patrimônio do fundo estava alocado com 95% em CRI, 1% em FII e 4% em Caixa. O resultado do fundo foi de R$ 0,84 por cota e o rendimento distribuído foi de R$ 0,82 por cota. No mês, houve o pré-pagamento do CRI Petrobras Macaé, venda do  CRI GPA Caucaia e adquiriu os ativos abaixo:

 

  • R$ 1,3 milhão do CRI São Pedro, com taxa de IGP-M+12,00%;
  • R$ 2,0 milhões do CRI Tecnisa S.A., com taxa de IPCA+5,94%;
  • R$ 200 mil em cotas do GCRI11.

A partir de agora o restante da Semana dos FII, será exclusiva para os assinantes do Dica de Hoje, se você ainda não é assinante, clique aqui e tenha acesso a Área de FII.

Fundos abordados no restante do resumo, MFAI11, HCST11, TRXF11, KNRI11, KNHY11, KNSC11, KNIP11, KNCR11, KFOF11, BLMR11, AIEC11, MFII11, QAGR11, TEPP11, XPML11, XPLG11, XPPR11, XPSF11, VISC11, VINO11, VILG11, VIFI11, PLCR11, BCFF11, RECR11, RECT11, RELG11, LASC11, HSAF11, SHPH11, VGHF11, BLMO11, CXTL11, HSML11, RBCO11, HGBS11, HMOC11, PATC11, FLRP11, PQDP11, JRDM11, BLCP11, MALL11, WPLZ11, FIGS11, HPDP11, RBRL11, RBRP11, IRDM11, BTAL11, BBRC11, XPLG11, HSML11, MXRF11 e LVBI11.

Emissões

 Se você gosta de ter uma renda passiva pingando na conta todo mês, não deixe de conhecer os REIT, Real Estate Investment Trust, os primos dos nossos Fundos Imobiliários negociados na bolsa dos EUA, e tenha uma renda passiva pingando na sua conta todo mês em dólares, CLIQUE AQUI e conheça mais sobre esse investimento.

Até a próxima,

Egbert Chaves

Egbert specian Chaves é engenheiro. Já opera no mercado de açoes desde 2012, e se tornou Especialista em Fundos imobiliarios desde 2015, tendo inclusive já escrito um livro sobre o assunto.