MAHLE METAL LEVE: Resultados 1T19

0
125
mahle-metal-leve

MAHLE METAL LEVE (código Bovespa: LEVE3)

RESUMÃO – Resultados 1T19:

(Data de divulgação: 15/maio/2019)

(Dados retirados do site de RI: http://ri.mahle.com.br/)

 

– Estratégia da empresa:

A MAHLE Metal Leve é uma empresa brasileira de autopeças que atua na fabricação e comercialização de componentes de motores à combustão interna e filtros automotivos. Atuando no Brasil desde os anos 50, a empresa possui um amplo portfólio de produtos e soluções integradas, muitas vezes desenvolvidas de forma customizada em conjunto com seus clientes.

Atuam no mercado EO (“Equipamento Original” ou OEM – “Original Equipment Manufacturers”) cujos clientes são as montadoras de automóveis, e no segmento de peças para reposição, denominado “Aftermarket”, cujos clientes são os grandes distribuidores de autopeças e retíficas de motores. Seus produtos são fabricados e vendidos no Brasil e na Argentina, e também exportados para mais de 60 países, incluindo EUA, Alemanha, México, Portugal e Espanha. A empresa faz parte do Grupo alemão MAHLE (“Grupo MAHLE”), um dos mais tradicionais grupos do setor de autopeças do mundo e que teve sua origem na Alemanha em 1920.

A empresa tem como estratégia o foco no desenvolvimento e aplicação de novas tecnologias e para isso contam com um Centro Tecnológico próprio no Brasil (em Jundiaí/SP) considerado um dos maiores e mais bem equipados centros de tecnologia de desenvolvimento de componentes e soluções para motores à combustão interna da América Latina.

 

– Composição Acionária:

mahle-metal-leve

 

– Destaques Operacionais e Financeiros:

Evolução do Setor Automobilístico – Brasil:

A produção brasileira de veículos no 1T19 apresentou ligeira queda de -0,7%, enquanto que as vendas apresentaram crescimento de 11,5%, quando comparadas com o 1T18. De acordo com a ANFAVEA, o estoque de veículos registrado ao final do 1T19 era de 296,4 mil unidades, correspondente a 41 dias de vendas, sendo que no 1T18 o estoque era de 34 dias e vendas, correspondente a 230,7 milunidades.

mahle-metal-leve

 

– Evolução do Setor Automobilístico – Argentina:

Quando comparado o 1T19 com 1T18, o setor automobilístico argentino apresentou queda de -56,7% nas vendas e a produção de veículos houve queda de -30,4% entre os períodos.

mahle-metal-leve

 

– Produção de veículos – América do Norte e Europa:

No 1T19 a produção de veículos na América do Norte e Europa (que são os principais mercados de exportação da Mahle Metal Leve) apresentou uma redução -3% no total comparado com o 1T18.

mahle-metal-leve

 

– Receita líquida de vendas:

No 1T19, a Mahle Metal Leve apresentou crescimento de 0,7% na sua receita líquida consolidada, em comparação com 1T18, resultado dos desempenhos positivos nas vendas ao mercado EO Doméstico (2,6%), mercado de Aftermarket (6,9%), compensados parcialmente pelo mercado EO Exportação (-5,4%). OBS: A empresa considera como Mercado Doméstico a soma do Brasil e Argentina.

mahle-metal-leve

 

Abaixo apresentamos a distribuição da receita nos mercados de atuação no 1T19 e 1T18:

mahle-metal-leve

 

– Exportação consolidada por região geográfica:

mahle-metal-leve

 

– Despesas com Vendas e Despesas Gerais e Administrativas:

No 1T19, as despesas com vendas reflete o desempenho das receitas da empresa, com nível de participação entre os períodos estável. As despesas gerais e administrativas apresentaram redução de -1,2% quando comparado com 1T18.

mahle-metal-leve

 

– EBITDA:

No 1T19 a Mahle Metal Leve com o  EBITDA atingiu R$ 120,3 milhões (R$ 118,8 milhões no 1T18), registrando margem EBITDA de 19,3% (19,2% no 1T18).

 

– Resultado Financeiro Líquido:

No 1T19 foi registrada uma despesa financeira líquida de R$ 8,8 milhões, enquanto que no 1T18, foi apurada uma despesa de R$ 1,8 milhão, apresentando uma variação negativa de R$ 7,0 milhões entre os períodos.

mahle-metal-leve

 

– Lucro Líquido:

No 1T19 a Mahle Metal Leve atingiu R$ 63,9 milhões de lucro líquido o que representa uma redução de -10,5% comparado com 1T18 (R$ 71,4 milhões), enquanto que a margem líquida no 1T19 foi de 10,3% e 11,5% no 1T18.

mahle-metal-leve

 

– Endividamento:

Ao final do 1T19, a posição líquida de ativos e passivos financeiros da empresa foi de R$ 110,9 milhões (posição passiva), enquanto que ao final de 2018 foi de R$ 153,3 milhões (posição ativa).

mahle-metal-leve

 

Abaixo apresentamos a composição dos financiamentos em 31 de março de 2019, por tipo de fundings com seus respectivos custos, bem como o custo médio ponderado da Mahle Metal Leve:

mahle-metal-leve

 

mahle-metal-leve

 

Conclusão sobre os resultados:

Um dos principais motivos que leva um investidor a comprar ações de Metal Leve são os polpudos dividendos que ela distribui ano após ano. Na imagem abaixo, retirada do próprio site de RI da companhia, clique aqui, a companhia mostra os dividendos que foram pagos nos últimos anos. Para facilitar na imagem abaixo, separei por retângulos coloridos a cada ano, baseado no exercício de referencia.

mahle-metal-leve

 

Obs1: A Mahle Metal Leve não teve nenhum evento societário de desdobramento, grupamento, ou bonificação que alterassem de forma muito grande a quantidade de ações. O último foi em Maio/2012.

 

Obs2: A partir dos dados acima conseguimos totalizá-los na tabela abaixo:

 

 Proventos Pagos por açãoYield MédioValor Médio da cotação sem ajustes
2018R$ 2,178,79%R$ 24,72
2017R$ 1,8038,83%R$ 20,40
2016R$ 0,4211,80%R$ 23,41
2015R$ 1,5446,99%R$ 22,10
2014R$ 2,2529,66%R$ 23,30

 

 

Durante este período de 2014 a 2018, podemos perceber que os lucros da Mahle Metal Leve caíram em 2016, chegando até a ficar em prejuízo por alguns trimestres, algo que também ocorreu em 2009, quando os proventos foram muito baixos e depois voltaram a subir.

mahle-metal-leve

Dados Guiainvest Pro

 

Vimos que ao longo deste período, os lucros de Metal Leve ficaram constantes e com isso o preço da cotação sem ajustes também. Ou seja, nestes últimos 5 anos, o ganho que o investidor de Metal Leve teve foi o recebimento de proventos que estão consistentemente acima da SELIC.

 

Eu, particularmente, prefiro empresas que tenham potencial de crescimento dos lucros, então na minha visão para avaliar Metal Leve, precisaríamos avaliar se ela tem como daqui a alguns anos passar do patamar atual de R$ 200 a R$ 250 milhões de lucro, para patamares de R$ 400 milhões de lucro.

 

Para que isso ocorra, precisamos de ao menos uma de duas variáveis. Ou a empresa precisa ter um plano para aumentar a produção e as vendas e o mundo precisa ter demanda para isso, ou a companhia precisa fazer uma política de redução e custos e despesas.

 

Avaliando os resultados da Metal Leve, vemos que existe uma retração de vendas na Europa, o principal mercado exportador da Companhia, além de uma grande diminuição de vendas na Argentina que aqui se encontra no Mercado doméstico. Assim, a companhia focou suas forças na redução de custos e despesas.

 

Custo de produto

No custo de produto vendido é interessante observar que o custo com pessoal e benefícios caiu de R$ 141,6 milhões para R$ 133,2 milhões na comparação 1T2018 x 1T2019. Mas foi suplantado pelo aumento do preço da matéria prima, que elevou o custo do produto vendido em 2,1% contra uma alta de apenas 0,7% da Receita Líquida como vimos no resumo.

 

Na parte de despesas a Metal Leve reduziu suas despesas administrativas em 6%, principalmente na rubrica administradores que caiu pela metade.

 

Lucratividade

A companhia tem feito o necessário para conseguir ao menos manter a lucratividade atual, mas eu prefiro acreditar em uma recuperação da economia local, como já mostram os dados de Maio da Anfavea, e ainda em empresas que fazem investimentos em economias que estão em ampla expansão como a Índia e a China. Por isso, na área de membros eu recomendo uma outra empresa deste setor. Vamos fazer uma comparação entre as duas na parte fechada e calcular o novo preço justo para a própria Metal Leve. Clique aqui para conhecer a Area de Membros ou veja abaixo mais informações para se tornar assinante.

 

Está com dificuldade de achar oportunidades?

Quer receber recomendações sobre as melhores ações da Bolsa? Relatórios e Vídeos semanais de análise de empresas. Clique aqui e vire um Membro Gold (pagando menos de R$1,25 por dia!)

 

Veja a tabela abaixo com todos os benefícios:

 

Membro Bronze*Carteira ZMembro Gold
Carteira PEG NãoSimSim
Carteira BarganhasSimSimSim
Carteira P/L abaixo da MédiaSimSimSim
Carteira de DividendosNãoSimSim
Carteira Número de GrahamNãoSimSim
Carteira de Greenblatt         NãoSimSim
Carteira P/VP x ROENãoSimSim
Carteira Z (fundos de Investimentos)NãoSimSim
Carteira Dica de HojeNãoNãoSim
Dados de empresaSimSimSim
Relatórios Dica de Hoje (ações + FIIs)NãoNãoSim
Resultados de Empresas com cálculo de preço justoNãoNãoSim
Panorama de açõesSimSimSim
Radar de FIIsNãoNãoSim
Vídeos Dica de HojeNãoNãoSim
HangoutsNãoNãoSim
Descontos em cursosNãoNãoSim
CliqueGratuitoR$ 239,90 anualR$ 447,00 anual

*As carteiras Membro Bronze podem ser modificadas sem aviso prévio, a qualquer momento.

 

Para informações sobre o Curso de opções Dica de Hoje, clique aqui.

Abraços e Bons Investimentos!

 

            Daniel Nigri(analista CNPI)

            Com a ajuda de Leo Bittencourt

 

 

 

 

 

Disclosure

Elaborado pelo analista independente Daniel Isaac Nigri CNPI 1810, este relatório é de uso exclusivo de seu destinatário.

Este estudo é baseado em informações disponíveis ao público nos próprios sites de RI das empresas analisadas ou comparadas, consideradas confiáveis na data de publicação.

As opiniões, aqui expressas, estão sujeitas a mudanças, por se tratarem de estimativas baseadas em fundamentos e projeções de futuro que podem ou não ocorrer.

Este relatório não representa oferta de negociação de valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros.

As análises, informações e estratégias de investimento têm como único propósito fomentar o debate entre o analista responsável e os destinatários. Os destinatários devem, portanto,

desenvolver as próprias análises e estratégias (ou seja, “caminhar com as próprias pernas” e ter bom senso).

Informações adicionais sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros aqui abordados podem ser obtidas mediante solicitação, e serão arquivadas por 5 anos conforme determinação da CVM.

O analista responsável pela elaboração deste relatório declara, nos termos da Instrução CVMnº 598/18, que as recomendações do relatório de análise refletem única e exclusivamente asua opinião pessoal e foram elaboradas de forma independente.

O analista Daniel Isaac Nigri CNPI é o responsável principal pelo conteúdo do relatório e pelo cumprimento da Instrução ICVM 598.