Checklist – 11 Critérios de Avaliação da Empresa

criterios-de-avaliacao-da-empresa-capa

Checklist – 11 Critérios de Avaliação da Empresa

Recentemente, tenho recebido algumas dúvidas se vale a pena investir em ações a partir de um checklist já elaborado e muito difundido pelos usuários do Guiainvest. Este Checklist nada mais é que uma análise de indicadores baseado em parâmetros do livro “Investidor Inteligente” de Benjamin Graham que visa oferecer uma visão geral sobre a situação da empresa.

Esses 11 indicadores são bastante variados e analisam características diversas da companhia como: O Tamanho da Empresa, Governança Corporativa, Situação Financeira, Histórico de Lucros e Dividendos, Preço e Liquidez das ações. Em tese as ações que passem em muitos dos 11 critérios seriam boas ações para serem compradas, e as ações que passam em poucos critérios seriam as que nós devemos evitar.

Quais são esses critérios?

  1. Com relação ao Tamanho da Empresa, é utilizado o Valor de Mercado da Empresa. Se a empresa tiver Valor de Mercado superior a R$ 500 milhões passa no teste.
  2. É importante que a empresa possua algum grau de governança corporativa. Se for Novo Mercado melhor. No entanto, N1 ou N2 também são bons. Garantindo questões para o minoritário como tag along, quantidade mínima de ações em circulação, cadeiras no Conselho de Administração de Membros Independentes e etc…
  3. Para avaliar a situação financeira da Companhia utiliza-se 3 indicadores. O índice de Liquidez Corrente que precisa ser maior que 1,5x (Ativo Circulante precisa ser 50% maior que o Passivo circulante no mínimo)
  4. Roe (Rentabilidade sobre Patrimônio Líquido) maior que 20%. E com relação ao ROE eu já escrevi um artigo aqui no site.
  5. Análise do Endividamento a partir da Dívida Bruta / Patrimônio Líquido. Esta precisa ser inferior a 50%.
  6. Quanto a análise dos resultados e dos dividendos da empresa são utilizados outros 3 critérios. O Crescimento dos Lucros anuais precisa ser superior a 5% ao ano nos últimos 5 anos.
  7. A empresa precisa apresentar Lucros Constantes, mínimo 5 anos, o que mostra a capacidade da empresa continuar gerando resultados positivos inclusive em momentos de recessão da economia. Graham olhava os últimos 25 anos.
  8. Dividendos Constantes – A empresa precisa pagar dividendos todos os anos para o acionista.
  9. Com relação ao Preço são observados dois critérios em especial. O Preço / Lucro que já foi muito abordado aqui no site. Clique aqui e aqui. De acordo com o checklist, empresa com P/L maior que 15 seriam ruins.
  10. Preço / Valor Patrimonial – Como o Patrimônio Líquido é a diferença entre os ativos e os Passivos da Empresa (direitos menos obrigações) esse é o valor que os acionistas teriam em tese que dividir “utopicamente” se hoje a empresa liquidasse todos os ativos a valor contábil e pagasse todas as obrigações que ela tem. Assim o Preço / Valor Patrimonial mede o ágio que você está pagando em uma ação. De acordo com os critérios pré-estabelecidos o P/VPA máximo seria de 1,5. Isso significa um ágio de 50% frente ao Valor Patrimonial contabilizado.
  11. Com relação à Liquidez das ações é observado o volume médio de negociações diárias daquela determinada ação. Este precisa ser superior a 1 Milhão de Reais por dia

 

Somente para ilustrar veja na tabela abaixo alguns exemplos de ações que são consideradas boas por muitas pessoas. Empresas que são consistentes e confiáveis também têm dificuldade de passar em 11 critérios.

 

Critérios Itub4 (Itau Unibanco) Rent3 (Localiza) Abev3 (Ambev)
Valor de Mercado 275Bi 15 Bi 336 Bi
Governança Corporativa N1 NM Não
Indice de Liquidez Corrente 44,2x 1,1x 0,9x
ROE 17% 19% 19%
Dívida Bruta / PL Banco não tem dívida 194% 7%
Crescimento dos Lucros 19% 15% 6%
Lucros Constantes? Sim Sim Sim
Dividendos Constantes? Sim Sim Sim
Preço / Lucro 11,2x 30,9x 35,8x
Preço / Valor Patrimonial 1,9x 5,9x 6,9x
Volume Médio 538 MM 52MM 309MM
Total de critérios 8/10 6/11 6/11

 

Percebe-se muitas similaridades entre Localiza e Ambev. Ambas não conseguem se adequar aos dois critérios de Preço. Além disso, ambas ficaram no quase com relação ao Retorno sobre Patrimônio Líquido e nenhuma das duas conseguiu fazer o critério de Índice de Liquidez Corrente.

Inclusive, hoje em dia, eu tenho usado bem pouco esse indicador ILC. O principal é a gestão de capital de giro da empresa. Se a empresa consegue um prazo maior com o fornecedor para pagamento que o prazo de recebimento como Ambev consegue ela pode sim manter um ILC inclusive abaixo de 1. Já, pra Localiza é fundamental que o ILC seja baixo também para que sobre dinheiro para a empresa investir no seu imobilizado e intangível. Essa é uma característica inerente ao setor de locação de veículos.

Qual a minha opinião com relação a esse checklist?

A minha opinião é dividida em dois aspectos diferentes:

O primeiro é que qualquer análise de empresa que foque exclusivamente no passado tem grande chance de dar errado. A própria Ambev era uma empresa de crescimento acelerado até 2014 e agora é uma empresa de crescimento lento focada na distribuição de dividendos com uma participação de mercado nacional de 70% que a impede de crescer na mesma velocidade de outrora. Mais importante que olhar indicadores passados é tentar pescar nos releases da empresa e nas vídeo-conferências a estratégia e os planos futuros da empresa. Estes precisam estar alinhados ao seu perfil de investimento.

O segundo é que o checklist ajuda a reduzir o tempo que você pode gastar na análise de empresas ruins como as apresentadas na tabela abaixo. E pode fazer você gastar seu tempo de estudo em empresas que realmente valham a pena.

Critérios Rossi Residencial (Rsid3) Recrusul (RCSL4)
Valor de Mercado 117 MM 11MM
Governança Corporativa NM XX
Indice de Liquidez Corrente 0,7x 0,0x
ROE -244% 0
Dívida Bruta / PL 860% -6%
Crescimento dos Lucros Prejuízo Prejuízo
Lucros Constantes? Não Não
Dividendos Constantes? Não Não
Preço / Lucro -0,2x -0,3x
Preço / Valor Patrimonial 0,5x -0,1x
Volume Médio 890k 556k
Total de critérios 2/11 0/11

Obs: Importante sempre ressaltar que é exatamente de empresas assim cheias de problemas que saem as maiores altas dos anos seguintes. O difícil é descobrir qual será essa ação que fará o turn around bem sucedido.

Concluindo

Resumindo o checklist deve ser um primeiro passo para a análise da empresa, mas não o único que te faça definir uma compra ou uma venda. O setor que a empresa está inserido também é muito importante para definirmos quais indicadores são mais relevantes.

Vocês sabem que no final do texto eu costumo recomendar produtos que não são meus e que eu gosto. Em outras oportunidades eu recomendei o curso Árvore da Riqueza que dentre outras coisas irá ensinar todos esses indicadores que nós vimos aqui além de muito mais em 20 lições. Eu mesmo vi o curso e recomendo, principalmente porque o André ficou maluco, hoje no dia 28/12/2017, nesse link ele está dando 50% de desconto. Espero que leiam a tempo de aproveitar. Clique aqui.

Conhecimento é fundamental para alcançarmos nossos objetivos.

 

Abs e Feliz Ano Novo.

 

Daniel Nigri-Analista CNPI