Novo Ciclo de Alta do Ibovespa?

0
112

Bolsa de Valores 2020: Novo Ciclo de Alta do Ibovespa?

Com novo ciclo de alta do Ibovespa, especialistas apontam que a Bolsa de Valores em 2020 será o melhor investimento do ano.

Com potencial de atingir os 150 mil pontos até o final do ano.

 

A baixa rentabilidade da renda fixa tem levado muitas pessoas a investir em renda variável.

Gerando uma forte migração de capital para investimentos com maior potencial de ganhos, como a bolsa de valores.

 

A busca por investimentos mais rentáveis fez a bolsa de valores bater recordes históricos, atingindo 100 mil pontos em março de 2019 e atraindo mais de 1 milhão de investidores.

 

O recorde do Índice Bovespa foi de 118.573, marca do fechamento do dia 02 de janeiro de 2020.

 

Apesar deste número parecer grande, menos de 0,6% dos brasileiros investem na bolsa de valores.

 

Em países de primeiro mundo, a realidade é outra: nos EUA, por exemplo, 65% da população investe em ações.

 

Em um país gigante como o Brasil, com mais de 200 milhões de pessoas, se 0,5% da população começar a investir na bolsa de valores.

Haverá 1 milhão de novos investidores, o que aumentaria fortemente a demanda por ações.

 

Como Enriquecer com o 5° ciclo de alta da bolsa de valores em 2020?  Clique aqui e assista à série online e gratuita O Grande Gatilho (disponível de 20 a 27 de janeiro).

 

Outros fatores que indicam boas perspectivas para o mercado de ações:

  • recuperação da economia;
  • queda na avaliação de risco do Brasil;
  • manutenção da taxa de juros em níveis baixos;
  • aprovação de reformas no Congresso Nacional;
  • menor expectativa de alta dos juros americanos.

 

E logo mais vamos falar sobre as oportunidades que estão mais claras na bolsa de valores nesse momento.

 

Onde Investir em 2020

As expectativas do mercado, segundo o Relatório Focus elaborado pelo Banco Central, projetam manter a taxa básica de juros na mínima histórica.

Em 4,5% ao ano, e a inflação em 3,6% até o fim de 2020.

 

Isso significa que a distância entre a inflação esperada para o ano e a rentabilidade dos investimentos mais conservadores de renda fixa está cada vez menor.

 

A expectativa é de que grande parte dos investimentos de renda fixa em 2020 tenham uma rentabilidade abaixo de 1% acima da inflação registrada durante o ano.

 

A rentabilidade real da renda fixa será de aproximadamente 0,9% a.a. em 2020.

 

Será cada vez mais comum encontrar investimentos de renda fixa rendendo menos que a inflação.

 

Se por um lado os juros baixos reduzem os ganhos na renda fixa.

Por outro, eles estimulam a demanda e consequentemente o aumento dos ganhos nos investimentos de renda variável.

 

Para os investidores conservadores e moderados.

Os juros baixos previstos para 2020 podem ser compensados através do aumento dos ganhos da parcela destinada aos investimentos na Bolsa de Valores.

 

Super Ciclos de Alta da Bolsa de Valores

Desde a década de 1960, ocorreram 4 grandes super ciclos de alta da bolsa de valores, devido a fatores internos e externos, como planos econômicos e preço das commodities.

 

O gráfico abaixo mostra as fortes valorizações do Ibovespa dolarizado (Ibovespa nominal/taxa de câmbio).

Pelo fato do investidor estrangeiro representar a maior parte do volume financeiro negociado na bolsa.

 

Além disso, é a partir desse indicador que o investidor estrangeiro avalia se os ativos de risco brasileiros estão baratos ou caros.

 

Novo Ciclo de Alta do Ibovespa?

Veja agora quais foram os ciclos que vivemos na bolsa:

1º Ciclo de Alta da Bolsa

O primeiro ciclo de alta na bolsa de valores teve valorização de 2.931%, gerando uma multiplicação de capital de 30 vezes.

Seria o equivalente a transformar R$ 10 mil em R$ 303 mil.

O ciclo durou 6 anos (de maio/1965 a junho/1971), tendo a bolsa saído de 45 pontos e atingido 1.364 pontos em dólares.

O grande motivo foi o famoso Milagre Econômico Brasileiro, onde o PIB do Brasil chegou a crescer 14% ao ano.

 

2º Ciclo de Alta da Bolsa

O segundo ciclo de alta na bolsa de valores teve valorização de 1.573%, gerando uma multiplicação de capital em quase 16 vezes.

Seria o mesmo que transformar R$ 10 mil em R$ 167 mil.

O ciclo durou durou 3 anos (de agosto/1983 a abril/1986), com a bolsa saindo de 246 pontos e subindo para 4.108 pontos em dólares.

O motivo deste ciclo de alta foi a recuperação da economia global pós crise do petróleo.

 

3º Ciclo de Alta da Bolsa

O terceiro ciclo de alta na bolsa de valores gerou uma valorização de 3.415%, com uma multiplicação de capital de 35 vezes.

Seria o equivalente a transformar R$ 10 mil em R$ 351 mil.

O ciclo durou durou 6 anos (de janeiro/1991 a julho/1997), período em que a bolsa saiu de 370 pontos e foi até os 13.000 pontos em dólares.

Os principais motivos que geraram este ciclo de alta foram a abertura econômica e as perspectivas com o Plano Real (implementado em 1994).

 

4º Ciclo de Alta da Bolsa

O quarto ciclo de alta na bolsa de valores teve valorização de 2.051%, gerando uma multiplicação de capital de 21 vezes.

Seria o mesmo que transformar R$ 10 mil em R$ 215 mil.

O ciclo durou durou 6 anos (de outubro/2002 a maio/2008), com a bolsa saindo de 2.081 pontos e atingindo 44.760 pontos (em dólar).

O grande motivo foi a disparada nos preços das commodities e o impacto da política econômica do governo anterior (Fernando Henrique Cardoso).

 

5º Ciclo de Alta da Bolsa?

Antes de iniciar um ciclo de alta, a bolsa costuma apresentar fortes quedas, com correções de escala muito parecidas:

  • Queda após 1 ciclo: 82% (1971 a 1983)
  • Queda após 2 ciclo: 91% (1986 a 1990)
  • Queda após 3 ciclo: 84% (1997 a 2002)
  • Queda após 4 ciclo: 80% (2007 a 2015)

 

Como Enriquecer com o 5° ciclo de alta da bolsa de valores em 2020?  Clique aqui e assista à série online e gratuita O Grande Gatilho (disponível de 20 a 27 de janeiro).

 

Bolsa de Valores 2020: Tendências e Projeções

Pelo movimento histórico de altas e baixas da bolsa de valores, analistas acreditam que em 2016 se iniciou o 5ª ciclo de alta da bolsa.

O potencial de valorização do Ibovespa no novo ciclo de alta é desconhecido.

Mas de 04/01/2016 até 02/01/2020 a bolsa de valores já acumula alta de 210%.

Parte desta alta se deve à taxa de juros em níveis baixos e às perspectivas com a aprovação da Reforma da Previdência.

Hoje, as incertezas são muito menores.

O governo possui uma agenda de reformas clara e um Congresso que está colaborando com o andamento da agenda econômica.

 

Temos diversas frentes para explorar ainda e que vão destravar o crescimento econômico brasileiro.

 

Essas medidas vão reaquecer a economia e somente agora teremos um aumento mais vistoso na melhora dos lucros das companhias listadas.

 

Obviamente, esses gatilhos, assim que acionados, acabam se refletindo positivamente nos preços das ações.

 

Vale a Pena Investir na Bolsa de Valores em 2020?

Sim. Mesmo com pouco dinheiro para começar ou sem saber sobre investimentos.

Através da bolsa de valores, você se torna sócio das empresas mais lucrativas do Brasil.

Sem precisar se envolver com a gestão do negócio.

 

Para o empresário, os prejuízos podem ser ilimitados.

Com ações, as perdas estão limitadas ao dinheiro investido e os ganhos são ilimitados.

 

Veja o caso da empresa Qualicorp, que teve uma rentabilidade de 243,11% nas suas ações em 2019.

 

Outro fator que influencia a valorização das ações na bolsa de valores é a perspectiva de crescimento das empresas nos próximos anos.

 

Mesmo após o recorde de pontuação da bolsa de valores.

Os analistas continuam otimistas com esse investimento por diversos argumentos:

 

  • recuperação da economia;
  • queda na avaliação de risco do Brasil;
  • manutenção da taxa de juros em níveis baixos;
  • aprovação de reformas no Congresso Nacional;
  • menor expectativa de alta dos juros americanos.

 

Dadas as cartas que estão na mesa, muitos analistas chegam afirmam que.

Em 2020,  é praticamente loucura não investir na bolsa, nem que seja uma parcela pequena do capital.

 

A matriz de risco x retorno é muito favorável ao investidor de bolsa.

 

E como comentamos, há importantes gatilhos a serem acionados no mercado brasileiro e que já devem puxar o preço das ações para cima.

 

Se você quer aproveitar o 5° ciclo de alta da bolsa de valores para lucrar com ações, participe da série online e gratuita O Grande Gatilho.

 

Essa série vai ficar no ar apenas do dia 20 a 27 de janeiro. Por isso, clique aqui e assista ao primeiro episódio o quanto antes.

 

Eduardo Voglino

Analista CNPI