Resumo dos Resultados de CEMIG

0
177
resutlados-cemig-square

resultados-de-cemig-capaResumo dos Resultados de CEMIG

CEMIG (códigos Bovespa:códigos Bovespa: CMIG3, CMIG4)

RESUMÃO – Resultados 3T17:

(Data de divulgação: 16 de novembro/2017)

(Dados retirados do site de RI)

 

Pontos POSITIVOS:

Energia vendida:

A energia comercializada pelo grupo Cemig, no 3T17, totalizou 14.046.051 MWh, um crescimento de 1,48% em relação a 3T16. No entanto, ao consolidarmos os dados de vendas de energia para consumidores finais foi apresentado um decréscimo de 1,99% frente ao 3T16, apesar do aumento de vendas de 2,83% para clientes “Residenciais” e do aumento de 16,64% para “Comércio, Serviços e Outros”, que foi compensado negativamente pela redução de 11,39% para clientes “Industriais”.

Importante ressaltar que todas as distribuidoras estão sofrendo grandes perdas de consumidores industriais que estão migrando para o mercado livre. A queda de Cemig inclusive foi uma das menores em percentual.

As vendas para as Distribuidoras e Comercializadoras / Geradoras / Produtores Independentes de Energia, totalizaram 3.427.498 MWh no 3T17, um aumento de 14,00% em relação ao 3T16.

 

resultados-de-cemig-01

 

Mercado de energia (Cemig D):

A energia faturada aos clientes cativos e a energia transportada para clientes livres e distribuidoras com acesso às redes da Cemig D no 3T17, totalizou 10.826 GWh, um aumento de 0,27% em relação a igual período de 2016.

resultados-de-cemig-02

 

Esse resultado é a composição da redução de consumo no mercado cativo de 2,0% e do aumento no uso da rede pelos clientes livres de 3,7% em relação a igual período de 2016. A Cemig D atingiu 8.323.807 clientes cativos faturados em setembro de 2017, com crescimento de 1,17% na base de consumidores, em relação a setembro de 2016.

Mercado de energia (Cemig GT):

A energia faturada pela Cemig GT totalizou 7.658.068 MWh no 3T17, um aumento de 6,67% em relação ao 3T16. O número de clientes faturados da Cemig GT cresceu 28,8% em relação a setembro de 2016, atingindo a quantidade de 1.203.

 

 

Pontos NEGATIVOS:

Receita com Energia Vendida a Consumidores Finais:
A receita com Energia Vendida a Consumidores Finais, excluindo consumo próprio, foi de R$4.892.843 no 3T17 contra R$5.012.483 no mesmo período de 2016, representando uma redução de 2,39%.
Os principais itens que afetaram esta receita foram: 1) Reajustes Tarifários Anuais da Cemig D e 2) a redução de 1,99% no volume de energia vendida aos consumidores finais.

resultados-de-cemig-03

 

Custos e Despesas Operacionais:
Os Custos e Despesas Operacionais foram de R$5.160.438 no 3T17, contra R$3.937.376 no mesmo período de 2016, um aumento de 31,06%.
As principais variações nas despesas são explicadas pelo:
1) Aumento das despesas com compra de Energia Elétrica para Revenda, em função do maior custo da energia no mercado atacadista em 2017 decorrente do baixo nível dos reservatórios, com a menor produção de energia pelas usinas hidroelétricas.
2) Aumento das Provisões Operacionais, devido a reversão de provisão nas opções de investimento da RME e LEPSA e, foi compensado pela redução das perdas estimadas para créditos de liquidação duvidosa.

EBITDA:
O EBITDA consolidado apresentou uma redução de 91,58% no 3T17 na comparação com 3T16.

resultados-de-cemig-04

 

Podemos observar nos gráficos abaixo que a Cemig GT e Cemig D apresentaram reduções no EBITDA:

resultados-de-cemig-05

 

O resultado do EBITDA foi influenciado por itens não recorrentes, que de forma positiva recebeu uma Receita de Indenização da Geração de R$260 milhões e, de forma negativa, teve um custo de R$564 milhões com Adesão ao Plano de Regularização de Créditos Tributários – ICMS. Mesmo retirando estes itens não recorrentes, a redução do EBITDA ajustado foi de -66,1% em comparação ao 3T16.

resultados-de-cemig-06

 

Lucro líquido:
No 3T17, a CEMIG registrou um prejuízo líquido de –R$84 milhões contra um lucro de R$ 433 milhões apresentados no 3T16.

resultados-de-cemig-07

 

Endividamento:
Apesar da total da dívida consolidada da empresa ter apresentando uma redução de 7,40% em comparado ao saldo em 31 de dezembro de 2016, a empresa apresenta um nível de alavancagem bem elevado, inclusive com um aumento no indicador “Dívida Líquida/EBITDA” no 3T17, fechando o trimestre com 6,20%.

resultados-de-cemig-08

 

Somado a alavancagem elevada, as dívidas de curto prazo apresentam um patamar bem preocupante para CEMIG, como está apresentado no gráfico abaixo:

resultados-de-cemig-09

resultados-de-cemig-10

 

Conclusão sobre os resultados:

Cemig está em uma situaçao crítica como a que observamos acima. Muitos pontos negativos e poucos positivos. Os dois pontos que mais me preocupam são a gestão e o endividamento da empresa.

Eu, hoje, não venderia units de Taesa para comprar Cemig. Mas pela necessidade de dinheiro a curto prazo para pagar dívidas foi exatamente isso que a empresa fez. Vendeu recentemente O máximo de units de Taesa que o acordo de acionistas permitia para quitar dívidas.

Isso é o que acontece também quando uma pessoa endividada precisa vender seus melhores ativos por preços baixos quando está enforcada por obrigações de curto prazo. Normalmente os melhores ativos têm maior liquidez. Os analistas chamam isso de vender as joias da coroa.

A captação de recursos está cada vez mais cara (já chegou a ter debênture de IPCA + 10%) e eu nao vejo alternativa para a empresa que não passe por outra emissão de ações como ocorreu recentemente. Com essa emissão atual, vimos que Cemig que tem um valor patrimonial por ação de 10,00, precisou vender suas ações com deságio a 6,57.

Recentemente a empresa ainda perdeu três usinas importantes em leilão, principalmente para Engie. Esta sim que está na carteira Dica de Hoje na Área de Membros (mais informações abaixo)

Enfim, pela minha experiência essas recuperações demoram muito para ocorrer e o fato do controlador ser o governo do Estado de Minas Gerais (estatal) traz mais desconfiança ainda.

 

Além dessas existem muitas outras análises tanto em texto (relatórios) quanto em vídeos, assine já a área de membros Gold!

Para assinar o Plano Mensal: Clique aqui

Para assinar o Plano Anual com desconto anual de 32% !!

Pagando menos de R$1,00 por dia! Clique aqui

Novo curso de opções Dica de Hoje, clique aqui.

Abraços e Bons Investimentos!

Daniel Nigri (analista CNPI)

Com a ajuda de Leo Bittencourt

 

Disclosure

Elaborado pelo analista independente Daniel Isaac Nigri CNPI 1810, este relatório é de uso exclusivo de seu destinatário.

Este estudo é baseado em informações disponíveis ao público nos próprios sites de RI das empresas analisadas ou comparadas, consideradas confiáveis na data de publicação.

As opiniões, aqui expressas, estão sujeitas a mudanças, por se tratarem de estimativas baseadas em fundamentos e projeções de futuro que podem ou não ocorrer.

Este relatório não representa oferta de negociação de valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros.

As análises, informações e estratégias de investimento têm como único propósito fomentar o debate entre o analista responsável e os destinatários. Os destinatários devem, portanto, desenvolver as próprias análises e estratégias. (Caminhar com as próprias pernas e ter bom senso)

Informações adicionais sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros aqui abordados podem ser obtidas mediante solicitação, e serão arquivadas por 5 anos conforme determinação da CVM.

O analista responsável pela elaboração deste relatório declara, nos termos do artigo 17º da Instrução CVM nº 483/10, que as recomendações do relatório de análise refletem única e exclusivamente a sua opinião pessoal e foram elaboradas de forma independente.

O analista Daniel Isaac Nigri CNPI é o responsável principal pelo conteúdo do relatório e pelo cumprimento do disposto no Art. 16, parágrafo único da Instrução ICVM 483/10.