A Logística determina o Lucro?

setor de logistica

A Logística determina o Lucro?

A estratégia logística tem como objetivo viabilizar ações que auxiliem as organizações a reduzir os custos de produção, armazenagem, distribuição, atendendo de maneira eficiente e eficaz o seu mercado e aumentando a parcela consumidora de seus produtos/serviços e consequentemente seu lucro, sempre priorizando as variáveis:

  • Tempo
  • Lugar
  • Qualidade

Para uma maior compreensão da importância do posicionamento logístico como uma ferramenta estratégica é necessário mapear e controlar os processos e seus indicadores, ou seja, conhecer os setores/etapas que um produto percorre para então desenhar de maneira enxuta todos os recursos necessários para execução produtiva e rentável do processo, como segue:

  • Primeiro fluxo: a entrada, os fornecedores e a entrega do produto contratado.
  • Segundo fluxo: é a produção do produto, ou seja, a industrialização acompanhada de todos os subprocessos e atividades que a compõem.
  • Armazenagem e a distribuição: recepção da mercadoria, de produtos semiacabados ou acabados, sua disposição e conservação, e em relação à distribuição é um dos processos da logística responsável pela administração dos materiais a partir da saída do produto da linha de produção até a entrega do produto no destino final. Um dos maiores custos da cadeia. Caso da Ultrapar (UGPA), Ambev (ABEV), etc

setor de logistica

 

Levando em consideração que na indústria o processo que gera o valor encontra-se na produção significa que qualquer atitude em relação às metas da empresa passa inegavelmente pela logística, se vamos ou não mudar a rede de distribuição, será mais viável centralizar ou descentralizar os estoques, qual será a estratégia de transporte para a distribuição, qual o modal a ser utilizado, e qual a prioridade de entrega desta mercadoria? Tempo ou preço, vamos terceirizar todo o sistema logístico? Estas perguntas sintetizam que a cadeia de suprimentos tem influência direta sobre os custos e consequentemente os resultados da organização, cabe aqui à ressalva da importância e da influência do poder público quando exerce sua atribuição “fiscal” da isenção de impostos ou incentivos fiscais para atração de empreendimentos aos estados com o intuído de aumentar a sua arrecadação e gerar empregos diretos e indiretos.

 

Quer ter acesso a nossas carteiras de Ações?

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente e conheça as carteiras da Área de Membros!

 

Infelizmente, apesar do crescimento e da expansão dos negócios na área ainda existe falta de mão de obra especializada em determinados setores da logística. Os custos ainda são extremamente altos, principalmente pelo fato de que a maior parcela da distribuição é feita pelo modal rodoviário, que é o mais caro e tem uma infraestrutura comprometida, sem investimentos. Falamos sobre isso no artigo Transportes no Brasil.

Enxergar a logística como potencial de vantagem em negociações como ferramenta estratégica para aumentar o volume de negócios e expandir mercados é uma questão de sobrevivência não só de aumento de rentabilidade, caso de Petrobrás (PETR4 e PETR3). A forma como a logística é desempenhada na organização reflete o seu estilo de gerenciamento e o investidor deve analisar a estratégia de posicionamento logístico como uma ferramenta de gestão, enfatizando as decisões relativas às estratégias que buscam diminuir os custos no processo e para isso é preciso compreender como funcionam as decisões estratégicas para o posicionamento logístico mais adequado.

Isso se justifica devido a inúmeras razões entre elas:

  • A busca das organizações pela transparência do desempenho dos processos em relação aos custos totais, monitorando o fluxo dos produtos, podendo assim optar pela maneira mais adequada de estocagem (custo de oportunidade ou ressuprimento enxuto). Caso da VALE.
  • A necessidade de compreender que manter ou não estoques é uma decisão fundamental para o fluxo dos produtos e para o custo total da operação, compreendendo as vantagens e desvantagens de manter um único centro de distribuição ou então trabalhar com CDs próximos as unidades que precisam ser abastecidas. Caso da FRASLE.
  • As frequentes análises que ocorrem nas organizações na tentativa de diminuir os custos, de promover um serviço de qualidade e de excelência para o cliente.

Níveis do posicionamento logístico

Para existir uma eficácia dos resultados é necessário que os processos de produção estejam integrados com os processos logísticos, suprindo assim todas as necessidades da cadeia. A integração dos processos de operações de produção e de logística cria a possibilidade de reconhecer um elo que motiva as empresas a traçar estratégias conjuntas, buscando a redução de custos e o aumento da produtividade a partir das condições de recursos materiais e humanos, essa integração nos permite uma análise realista das ações necessárias para melhoria dos processos, exemplos:

  • Redução dos estoques. Isso porque ao analisar os custos de oportunidade de sua manutenção, a gestão percebe os níveis elevados e por vezes desnecessários;
  • Tempo e Lugar. Atendimento ao cliente de forma ágil e flexível respondendo assim ao nível de exigência do consumidor.
  • Customizar a produção em massa, aliando variedade e as vantagens em termos de custos e utilização da produção em escala.

A situação atual de um negócio é uma informação fundamental para compreender as necessidades de posicionamento logístico da empresa. As estratégias para encontrar um método adequado de posicionar logisticamente os níveis de serviço de um negócio são constituídas por algumas etapas, que se configuram como essenciais para um resultado positivo do processo e do atendimento ao mercado consumidor são elas:

  • Coordenação do fluxo de produtos: é preciso determinar como será acionada a sua produção, se ela será puxada, onde o fluxo é acionado pelo consumidor final ou então pelo elo da cadeia mais próximo a ele, ou se a produção será empurrada, nesse caso o fluxo é acionado pelo fornecedor não existe necessidade de um pedido do cliente. É necessário analisar duas variáveis para tomar a decisão que se ajusta ao processo, são elas: visibilidade de demanda ou então a demanda efetiva que pode ser obtida através de um acompanhamento das informações no momento em que ocorrem, e o tempo de resposta da empresa que é o tempo de ressuprimento que a empresa precisa para entregar os pedidos solicitados pelo cliente.
  • Política de produção: por estoque ou contrapedido, é preciso analisar como vamos produzir? Será preciso manter estoques, comprando a matéria prima, produzindo, mantendo estoques como uma forma de prever uma demanda que pode ou não acontecer. Para produzir “contra pedido”, vamos adquirir os insumos e industrializar/produzir somente quando o cliente já fechou o pedido de compra. Aqui é preciso pensar estrategicamente a questão CUSTO. Fato também a ser considerado aqui é o transporte do fornecedor ao cliente, se a distância é grande, os prazos, ou seja, qual é o tempo de resposta. O importante é compreender que manter ou não estoques é uma decisão fundamental para o fluxo dos produtos e para o custo total da operação, e que nem sempre programas de resposta rápida são indicados, essa decisão implica em uma análise do processo e de suas variáveis.
  • Alocação de estoques: nesta etapa decidimos se vamos manter um único centro de distribuição, somente acionar o transporte quando houver a necessidade emitida pelo cliente através de uma solicitação interna, ou então optar pela descentralização, método que se caracteriza por manter diversos centros de distribuição espalhados pelo mercado ou então diferenciados pelo tipo de produto que estocam,
  • Política de transportes: é preciso muita atenção ao decidir qual será o modal de transporte mais eficaz e eficiente. Aqui, como nas outras etapas é preciso conhecer e compreender os custos da escolha e também as necessidades do seu produto e as exigências do seu cliente. Em relação ao modal é preciso observar qual a necessidade da sua carga em termos de preço do frete, tempo de entrega, confiabilidade do serviço, disponibilidade, a roteirização, monitoramento, planejamento da utilização de veículos, análise dos custos de cada operação, e não podemos esquecer-nos do cumprimento às leis vigentes em relação ao transporte, por exemplo: veículo/carga/peso/etc.

setor de logistica

As decisões da gestão devem sempre considerar a relação dos custos ao posicionamento logístico planejado e compreender que ele deve ser revisto quando necessário, percebendo a integração entre as decisões do posicionamento logístico de um produto ou de um negócio e os resultados alcançados ao longo da cadeia, abordamos esse assunto no artigo Cadeia de Valor

Concluindo

À estratégia logística é fundamental para um processo eficaz permitindo conhecer os custos e aumentando as possibilidades de sucesso do negócio. Através dela, é possível conhecer quais as atividades, em relação aos fluxos dos produtos são viáveis, produtivas e quais devem ser enxugadas, melhoradas ou revistas. Perceber onde estão os pontos fortes e trabalhar ainda mais sobre eles, reconhecer onde estão às desvantagens e de que maneira podemos extingui-las ou modificar a maneira de trabalhar esse processo deficitário. Reconhecer que além de ganhar novos mercados é preciso conseguir fazer uma distribuição adequada, confiável e de qualidade para o mercado já conquistado.

Então minha mensagem a você:

É preciso conhecer o que é mais viável para os custos da empresa na qual estamos investindo e qual a estratégia que ela adota. Coloque na ponta do lápis antes de tomar qualquer decisão e compreenda que a logística possui uma parcela enorme nos resultados da empresa, e portanto nos seus dividendos.

 

Torne-se Membro Gold até o dia 10/07 e garanta a sua vaga antes do aumento, clicando aqui. Nosso compromisso é total com a sua satisfação. Se você não gostar basta enviar um email para nós em, até 29 dias que cancelamos sua compra e estornamos o valor integral da sua compra.

Se você já é Membro Gold, não se preocupe seu valor não será reajustado na renovação automática mensal ou anual. Apenas as inscrições de novos membros, a partir de 11/07/2018 terão aumento, ou se a pessoa cancelar a assinatura e depois quiser voltar.

Membros Gold têm acesso a:

  • Relatório semana da Carteira Dica de Hoje aos Sabados
  • Relatório semanal da Area de Fiis aos domingos
  • Vídeo com análise de empresas semanalmente às Quartas
  • Relatório Quinzenal da Carteira de Fundos de Investimentos às Sextas.
  • Radar de Fiis diariamente
  • 5 carteiras Mensais
  • Hangout Mensal, toda terceira terça feira do mês. Excepcionalmente esse mês será no dia 10/07 (segunda terça feira de Julho).
  • Além de descontos e parcerias e Calls de médio Prazo acionados por gatilhos fundamentalistas.

 

Não perca a chance de assinar antes do aumento, clique aqui.

Abraços e bons Investimentos,

Patricia Rossari