FOCUS: Projeções de IPCA e dólar sobem novamente, mas com melhora marginal do PIB

0
17
FOCUS

Os economistas consultados pelo Banco Central para mais uma edição do Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (19), elevaram pela décima semana consecutiva a projeção do IPCA para o fim de 2020, já acima do piso mínimo de tolerância de 1,5 ponto percentual abaixo do centro da meta de inflação de 4%. Também teve continuidade, pela segunda semana seguida, alta na estimativa do dólar no fim do ano.

Inflação

Os analistas elevaram a estimativa de 2,47% para 2,65%. Há quatro semanas, o mercado via uma inflação encerrando 2020 em 1,99%. A nova estimativa segue abaixo do centro da meta de 4%, mas acima do piso mínimo de tolerância de 1,5 ponto percentual. Em relação ao IPCA do próximo ano, as estimativas se mantiveram em 3,02%, enquanto há 4 semanas estavam em 3,01%. A projeção para 2021 também fica abaixo do centro da meta, que ano que vem será de 3,75%.

Por outro lado, entre os cinco maiores acertos do Boletim, o chamado Top-5 de curto prazo, a previsão do IPCA no fim do ano apresentou um recuo em relação à semana passada, passando de 2,37% para 2,35%. Há 4 semanas, a estimativa era de 1,95%. Para 2021, o TOP-5 também recuou a previsão da inflação oficial para 3,04%.

PIB

Os economistas voltaram a melhorar marginalmente a projeção do PIB no fim do ano, projetando uma queda de 5% na atividade, enquanto na semana passada a estimativa ficou em 5,03%. Há quatro semanas, esperava que o PIB caísse 5,05%.

Para 2021, a estimativa apresentou queda, também marginal, na projeção, passando de uma expansão de 3,5% para 3,47%. Há quatro semanas, os economistas projetavam alta de 3,5% na atividade no ano que vem. Já o avanço do PIB em 2022 e 2023 se mantiveram em 2,5% para os dois anos.

Selic

Os analistas mativeram, pela décima sexta semana consecutiva, a taxa Selic em 2,00% em 2020, projetando que o Copom não deve adicionar mais cortes adicionais na taxa básica de juros. O TOP-5 também manteve a projeção da Selic em 2020 em 2,00%.

Para 2021, os economistas mantiveram a expectativa da Selic a 2,5%, como também com as projeções de 2022 e 2023, de 4,5% e 5,5%, respectivamente.

O TOP-5 também manteve a previsão da Selic em 2,50% em 2021, 4,25% em 2022 e 5,38% em 2023.

Dólar

Em relação ao dólar, as apostas de 2020 avançaram pela segunda semana seguida, apontando nova projeção para R$ 5,35 no fim do ano. Já o Top-5 manteve a projeção em R$ 5,48. No ano que vem, as estimativas se mantiveram em R$ 5,10, enquanto há quatro semanas atrás era de R$ 5,00, enquanto o Top-5 também ficou em R$ 5,28. Em 2022, as projeções se mantiveram em R$ 4,90, enquanto em 2023 subiram para R$ 4,90. Já o Top-5 manteve em R$ 5,18 e R$ 5,08 em 2022 e em 2023.

Finte: Investing

Inscreva-se no Workshop

100% Gratuito!

Pagina de inscrição

Quer ter acesso as nossas  carteiras? FIIs, Ações e outras áreas do site? 

Planos Premium

Dica de Hoje Internacional

Estratégia Xeque-Mate