Você deve estar perdendo dinheiro com a sua assinatura premium

0
474
assinatura premium

Você deve estar perdendo dinheiro com a sua assinatura Premium

Hoje eu estou escrevendo para responder uma série de emails que eu venho recebendo e que considero importante que todos saibam a minha opinião sobre o assunto.

Vou escrever abaixo algumas dúvidas que surgiram nestes últimos dias de 2018 e ontem no dia 02/01/2019.

 

  • Daniel, Você pretende fazer uma carteira de Small Caps?
  • Daniel, você pretende fazer uma carteira de ações no exterior?
  • Daniel você pretende fazer recomendação de opções?
  • Daniel, você pretende fazer um produto de Long/Short?
  • Daniel você pretende criar algum produto específico para quem quer investir apenas em Fundos Imobiliários?

 

Quer ter acesso a nossas carteiras de Ações?

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente e conheça as carteiras da Área de Membros!

 

Resumidamente, e mudando algumas palavras foram as dúvidas que eu recebi. E eu entendo porque elas chegaram neste momento. Ano Novo, as pessoas querem fazer coisas novas para atingirem resultado. Afinal a mídia nos ensina dessa forma. O que podemos melhorar? O que podemos fazer diferente? O que podemos mudar para ter um 2019 melhor?

 

Vejam que sempre estamos olhando o copo meio vazio. Ao invés de olhar o copo meio cheio.

assinatura premium

 

Por que não perguntar:

O que fizemos certo? O que podemos continuar realizando e que deu resultado? Como eu posso me manter disciplinado esse ano.

Lembrem-se que não são mudanças que fazem você enriquecer com a Bolsa, mas sim disciplina e paciência. Quer saber mais sobre isso. Baixe o nosso e-book gratuito, clicando aqui.

Mas, então porque a mídia fica insistindo que mudemos?

 

PORQUE ISSO VENDE

E se você gasta, você tem menos para investir e gerar sua independência financeira, ou como eu prefiro, liberdade financeira.

Vamos a um exemplo simples. Nós fechamos 2018, com 2232 membros Gold Ativos, um crescimento superior a 400% frente ao fechamento de 2017. Nossa assinatura anual está com preço de R$ 447,00, sendo que pessoas que assinaram antes de 10/07/2018, ainda pagam o valor inicial de R$ 359,90 ao ano, mesmo na renovação.

Vamos imaginar que um investidor assinante e que pague R$ 447,00 ao ano, tenha R$ 1000,00 para investir todos os meses de forma linear e que ele pague a assinatura todos os meses de Janeiro e por isso, neste mês ele vai investir apenas R$ 553,00.

Carteiras x Ibovespa

Como vocês podem ver na imagem abaixo as carteiras da Área de Membros superaram de longe o Ibovespa no ano de 2018 (começa em 26/12/2017).

Não foi uma nem duas, mas sim todas elas como mostram as figuras abaixo, incluindo a que traz as rentabilidades mês a mês para que você possa conferir que tem muito mês negativo também.

assinatura premium 1

assinatura premiumm 3

 

 

Como sabemos que:

  • A Bolsa não vai subir todos os anos
  • Resultados passados não são garantia de retornos futuros

Vamos imaginar que teremos um ganho real com nossas recomendações de 10% ao ano acima da inflação. Historicamente o Ibovespa consegue entre 7% e 8% em períodos superiores a 30 anos (antes de 94 foi usado outro índice de inflação) Para mais informações vejam esse vídeo de 03/01/2017 há dois anos atrás exatos, clique aqui.

Com as premissas acima. Com ganhos de 10% ao ano acima do IPCA nas nossas recomendações e com ganho de 7,5% ao ano acima do IPCA do Ibovespa (expectativa de retorno do investidor sem as recomendações ou investindo de forma passiva em um ETF como o BOVA11 e investindo R$ 1000,00 todos os meses inclusive em Janeiro) teríamos os retornos apresentados no gráfico abaixo em 25 anos.

assinatura premium

 

Rentabilidade em 25 anos. Lembrando que são previsões que podem não se confirmar.

Veja que a assinatura por este preço compensou para o investidor pois este conseguiu chegar ao final dos 25 anos com mais de R$ 1,3 milhão tendo investido R$ 250 mil (incluindo o custo da assinatura. Lembro que o valor já está descontado de inflação e pressupõe o reinvestimento dos dividendos. Enquanto isso, o investidor que investiu no ETF da Bolsa ou que ganhou rendimento similar a bolsa também teve um ótimo retorno mas alcançou a cifra de R$ 924 mil. Para chegar a mesma marca de R$ 1,324 milhão esse investidor teria que aguardar mais 5 anos e 4 meses.

Enfim, você pode pensar na assinatura como uma redução do tempo para atingir seus objetivos ou como uma forma de você conseguir almejar objetivos maiores.

 

Mas, vamos voltar às perguntas iniciais do artigo. Lembram-se delas?

  • Daniel, Você pretende fazer uma carteira de Small Caps?
  • Daniel, você pretende fazer uma carteira de ações no exterior?
  • Daniel você pretende fazer recomendação de opções?
  • Daniel, você pretende fazer um produto de Long/Short?
  • Daniel você pretende criar algum produto específico para quem quer investir apenas em Fundos Imobiliários?

 

Vamos imaginar que eu criasse como muitos me pediram durante o ano novo uma assinatura Premium de algum produto dentre os mencionados acima e cobrasse assim como outras casas de Research cobram, um valor mais caro, visto que esse é um produto Premium.

 

Em uma busca rápida no Google encontrei assinaturas nos seguintes valores.

MicroCap Alert da Empiricus – R$ 2916,00 a vista ou R$ 270,00 em 12x

Carteira Eleven – R$ 2100,00 a vista ou 12 x R$ 175,00

NORD Valor Extremo – R$ 3078,00 ou 12 x R$ 270,00

Suno Internacional – R$ 1459,80 ou 12 x R$ 121,65

 

Dentre  várias outras assinaturas Premium possíveis.

Vamos agora calcular quanto seria o retorno do nosso amigo investidor se eu resolvesse inventar uma nova assinatura. Uma assinatura com um nome Bonito e mais cara e resolvesse cobrar R$ 1200,00 ou 12 x R$ 100,00 pela assinatura dela.

Vamos supor que a expectativa é que essa nova assinatura por ser Premium conseguisse gerar 10,5% ao ano acima da inflação e que o nosso amigo acumulasse as duas assinaturas e investisse metade em cada uma. Afinal a assinatura Premium tem um risco maior que ele não quer colocar todo o dinheiro lá.

Agora ele terá R$ 500,00 para investir em cada carteira. Na primeira ele vai investir R$ 53,00 (pagando a assinatura de R$ 447,00 anuais) em Janeiro e R$ 500,00 nos outros meses e na outra ele vai investir R$ 400,00 mensais (pagando a assinatura de R$ 100,00 mensais). Com esses valores investidos, olha que interessante, a Carteira Normal gerou um retorno melhor que a Premium apesar da maior rentabilidade alcançada pela Premium. O custo a maior não compensou a rentabilidade.

 

Retorno

Outro ponto importante a se observar é que o valor final da carteira Normal que era de R$ 1,324 milhão agora com a metade do valor, ao invés de cair para R$ 662 mil, caiu para R$ 636 mil porque o custo da assinatura está sendo diluído em investimentos de R$ 500,00 ao invés de R$ 1000,00.

assinatura premium

 

Quando somamos os dois retornos, vemos um resultado ainda maior que o Ibovespa, o que dá uma sensação de bem estar para o assinante, mas inferior ao da apenas Assinatura tradicional. O total alcançado com as duas assinaturas foi de R$ 1,23 milhão, porque agora o custo total com assinatura em 25 anos foi de R$ 41.175,00 ao invés de R$ 11.175,00.

Um custo de R$ 30.000,00 mesmo com rentabilidade maior trouxe uma perda de mais de R$ 100.000,00 no seu valor acumulado.

Veja abaixo:

assinatura premium

 

De forma correta muitas das outras casas de Research escrevem que essas carteira Premium não são para investidores com pouco dinheiro, e sim para investidores com aportes maiores.

Portanto, vamos imaginar agora que esse investidor tenha R$ 4000,00 por mês para investir, ao invés de R$ 1000,00 e que ele siga dividindo meio a meio em cada carteira. Continue pagando a assinatura de R$ 447,00 em Janeiro e a Premium em 12 x de R$ 100,00 sem juros. Vamos comparar com o Ibovespa e com um outro investidor que tenha adquirido apenas a assinatura mais barata de R$ 447,00 com rentabilidade menor.

 

assinatura premium

 

Vê-se que nesta simulação apenas a carteira Normal chegou ao montante de R$ 5,464 milhões, contra R$ 5,552 milhões das carteiras somadas e contra apenas R$ 3,7 milhões do Ibovespa ou do ETF BOVA11.

O ponto de equilíbrio dessa simulação seria algo em torno de R$ 3800,00 por mês de aporte. E lembro que as assinaturas Premium que eu encontrei tinham valores superiores a esse de R$ 100,00 por mês que foram usados na simulação, excluindo a da Suno que quem já paga a assinatura tradicional tem desconto na internacional e sai um valor um pouco inferior a R$ 100,00 por mês.

 

Cabe ressaltar que para que você pague R$ 270,00 por mês ou valores similares seu aporte mensal deve ser em torno de R$ 8000,00 a R$ 10.000,00 ou você confiar que as recomendações irão render mais que 1% acima da outra carteira da própria casa de análises.

 

Conclusão

Eu entendo que as pessoas pensem sempre em buscar algo novo para conseguir um ganho maior, mas você precisa pesar o custo desse novo.

Provavelmente, no caso analisado se você tiver aportes mensais inferiores a R$ 3800,00, você não estará usufruindo dos resultados dessas novas recomendações. Você estará apenas garantindo uma maior faturamento e o “cross-selling” da casa de análise.

Por esses motivos aqui expostos, o Dica de Hoje não vai criar nenhuma Carteira Premium, Mega, Ultra, Top, High ou Super. A maior parte dos assinantes não possuem somas tão vultosas para investimentos todos os meses, e por isso, preferimos trabalhar dessa forma.

Nós nos preocupamos com o seu resultado de longo prazo, antes de pensarmos na rentabilidade da empresa. Claro que o lucro é importante e ninguém trabalha de graça. Mas, como falava o meu saudoso avô, precisa ser bom para as duas partes.

E apenas para terminar, a pergunta número 5 que fala em um produto que tenha apenas os Fundos Imobiliários e Fundos de Investimentos, de forma mais barata está sendo estudada por nossa equipe de marketing e de TI, mas ainda sem prazo para ser implementada.

Entendemos que quem quer investir apenas nessa modalidade não deveria pagar o preço cheio, pois da mesma forma está dando dinheiro para a nossa casa de análise. Dinheiro este, que deveria ser da sua carteira de investimentos. No entanto, ainda não conseguimos operacionalizar.

Mesmo tendo exposto o estudo acima, preciso dizer que tenho um profundo reconhecimento por todas as casas citadas neste relatório e sei que o trabalho delas é importante para o mercado como um todo.

 

Abraços e Bons Investimentos.

 

Daniel Nigri – analista CNPI