Benjamin Graham: O legado para Análise Fundamentalista

0
163
benjamin-graham

Benjamin Graham é considerado o pai da estratégia “Buy and Hold”, do inglês “comprar e segurar”. Claro, não adianta “comprar e segurar” qualquer ação de qualquer empresa. As ações devem ser de empresas sólidas, mas não só isso, elas devem ter grande perspectiva de geração de caixa para as décadas seguintes e fundamentos impecáveis.

 

Benjamin Graham

Benjamin Graham, nasceu em 1894, em Londres, e morreu em 1972, na França, aos 83 anos de idade, possui a nacionalidade estadunidense. Graças às características de seus investimentos é considerado o pai do “value Investing”.

Além de escolher as ações a dedo, a estratégia de Graham era focada em evitar os custos de transações e os gastos com o imposto de renda.

Além de Buffett, são considerados discípulos de Graham Jean-Marie Eveillard, William J. Ruane, Irving Kahn, Walter J. Schloss, entre outros.

Graham era de ascendência judia e seu sobrenome original era Grossbaum, mudou-se para Nova York com sua família quando tinha um ano de idade. A mudança de nome se deu para despistar os alemães na Primeira Grande Guerra.

Com a morte do pai, conheceu a pobreza, mas se tornou um bom estudante e graduou-se na Universidade de Columbia, aos 20 anos. Graças a isso, foi convidado a trabalhar como instrutor de inglês, matemática e filosofia, todo o seu destino mudou quando preferiu um trabalho em Wall Street, iniciando a parceria Graham-Newman.

 

O começo da carreira em Wall Street

 

graham

 

Atraído pelas promessas de ganho na bolsa de valores, Benjamin Graham foi se aventurar em Wall Street. Engana-se quem pensa que suas atividades iniciais envolviam a corretagem ou a recomendação de ações.

Trabalhando para a empresa Newburger, Henderson and Loeb por apenas US$ 12 por semana (o que era um salário baixo para a época), ele era encarregado de entregar documentos e cheques, fazer descrição de emissão de títulos e, mais tarde, escrever a carta de mercado diária da companhia para a qual trabalhava.

Mas o brilhantismo de Graham não demorou a aparecer.Logo, passou a analisar a saúde financeira das empresas como sua principal função.Aos 26 anos, em 1920, foi promovido a sócio da empresa, consagrando seu nome na companhia.

Contudo, em 1923, o futuro guru dos investimentos deixou a Newburger, Henderson and Loeb e, juntamente com Jerry Newman, deu início a parceria Grahanm-Newmanem 1926.Dois anos depois, Graham começou a lecionar investimentos em aulas em Columbia.

 

Bíblia do investidor sério

Fez uma parceria com um de seus antigos estudantes, David Dodd, o que resultou em seu primeiro livro publicado em 1934, “Security Analysis”.

Essa obra viria a ser considerada a “bíblia do investidor sério”, sendo aclamada como o livro definitivo do mundo das finanças.Em 1949, a sua segunda obra com coautoria de Dodd, “O Investidor Inteligente”, seguiria os mesmos passos inovadores do primeiro livro, apresentando o conceito de investimento em valor e “senhor mercado”, com o qual Graham viria a ser mundialmente conhecido posteriormente.

Warren Buffet entrou na vida do megainvestidor em 1950, depois de ter se graduado na mesma universidade que seu mentor.

Buffet aprendeu muito bem as lições de seu mestre e o viria a suceder no mercado financeiro, aplicando seus ensinamentos até hoje.

Benjamin Graham permaneceu como professor da Universidade de Columbia até os 62 anos, vindo a falecer aos 82 anos em 21 de setembro de 1976, de causas naturais.

 

As duas grandes lições de Benjamin Graham

 

benjamin-graham

 

Análise de Risco

Para Graham, é muito importante que o investidor entenda a importância e as implicações do fator risco durante as operações na bolsa de valores.

Uma de suas célebres frases é conhecida por muitos: “As pessoas não conseguem prever o que irá acontecer no mercado de ações.”

A recomendação do megainvestidor é que as pessoas sempre esperem a volatilidade nos seus portfólios, mas que não enxerguem isso como algo necessariamente negativo. E é aí que entra o conceito de margem de segurança, que basicamente é a ideia de o investidor fazer uma análise de ações bastante conservadora e optar por investir naquelas que estão realmente baratas sob a ótica da análise.

O motivo?

É simples: ao comprarmos as empresas mais baratas (no resultado de uma análise criteriosa), elas terão menos espaço para se desvalorizar muito. E mais: a volatilidade do mercado pode servir, inclusive, para nos apresentar boas oportunidades de investir em excelentes empresas enquanto elas estão baratas.

 

Benjamin Graham e a importância da diversificação?

Mas a visão e o conhecimento do conceito de “Risco”, de Graham, não se limitava à ideia do investimento em valor:

Ele era, também, um grande defensor da diversificação de investimentos. A dica de “não colocar todos os ovos em uma cesta” também pode ser extraída a partir desse ensinamento.

Outra frase clássica de Graham ajuda a reforçar a análise de risco:

“O valor presente de uma ação depende dos lucros e dividendos futuros, que são aspectos que nunca ninguém poderá saber com certeza.”

Para entender ainda melhor esse conceito, Graham apresenta uma alegoria que ilustra o que a análise de risco (e a flutuação do mercado) quer dizer.

 

Perfil de Benjamin Graham

Benjamin Graham era um homem culto ao estilo clássico. Estudava latim e grego e traduzia poesias espanholas. Investia utilizando um método puramente quantitativo ao alcance de qualquer um, empregando informações de domínio público.

Focava-se em comprar “barganhas”, companhias vendidas por menos que o seu capital de giro líquido. Desenvolveu uma forma muito interessante de “asset allocation”, uma divisão entre Ações e Renda Fixa que deveria ser seguida pelos investidores defensivos e ser preservada fixa (ex: 50% ações X 50% renda fixa, em todas ocasiões).

Graham, devido a Crise de 29 preocupava-se muito com o posicionamento psicológico do investidor tendo efetuado várias citações para exemplificar a sua visão. A mais conhecida delas é a do “Mr. Market”.Inflação.

 

Resultados de Benjamin Graham

Simplesmente 21% a.a. em 20 anos: “se alguém tivesse investido $10.000 em 1936, poderia ter retirado uma média de $2.100 por ano pelos próximos vinte e um anos e, ainda assim, teria recuperado seus $10.000 originais no final” – J.Train, Money Masters pág. 98.

Em 1948 a Graham-Newman colocou 1/4 de seu patrimônio na GEICO (o que equivalia, naquela época, a 50% da companhia). As ações foram distribuídas entre os acionistas da corporação. Diz-se que o retorno deste investimento dobrou o retorno do S&P 500 por vários anos.

 

Estratégias e Métodos de Benjamin Graham

 

benjamin-graham

 

A Graham-Newman empregava sete técnicas para compras de ações desde 1936:

  1. Comprar ações a 2/3 ou menos do que o seu capital de giro líquido – normalmente mais de 100 de uma só vez;
  2. Comprar companhias que estejam sendo liquidadas;
  3. Arbitragem de risco;
  4. Títulos conversíveis ou arbitragens;
  5. A Compra do controle para forçar realização;
  6. Compras com Long e short (hedging), (somente até 1939);
  7. Graham era contra a aquisição de companhias públicas novas (IPO) e outras formas de investimentos exóticas como conversíveis e “warrants”.

De acordo com o “Guru”, existem seis coisas a serem observadas no processo de avaliação de uma ação:

  1. Os lucros estimados futuros;
  2. As perspectivas de crescimento em longo-prazo;
  3. A administração;
  4. A saúde financeira e estrutura de capital;
  5. O histórico de dividendos; e
  6. O Dividend Yeld.

Graham diz que há duas maneiras de ser um investidor inteligente:

  • Investidor “ativo” ou “empreendedor” = pesquisa, seleciona e monitora continuamente seu mix dinâmico de ações, obrigações ou fundos mútuos;
  • Investidor “passivo ” ou “defensivo” = estabelece uma carteira permanente que funciona em regime de piloto automático e não exige qualquer esforço.

 

Benjamin Graham e margem de segurança

Essa escola de investimento tem como objetivo mitigar o risco de os investidores cometerem erros no investimento em ações, ensinando-os assim a criar estratégias em longo-prazo que:

(1) Potencializem as probabilidades de ganho (retorno); e

(2) Reduzam as probabilidade de perda (risco) ao se comprar uma ação.

Ou seja, a base da mitigação de risco está numa assimetria de retorno positiva.

Essa situação é possível ao encontrarmos ações que tenham aquilo que Graham chamaria por margem de segurança.

graham

 

O conceito de margem de segurança foi criado por Benjamin Graham, que define tal conceito como a diferença entre:

(1) O poder de lucro da empresa;

(2) O rendimento de um investimento em títulos públicos do governo.

Com isso, para que se possa ser compreendido o conceito de margem de segurança, é necessário antes entender a definição do poder de lucro da empresa.

Abaixo segue um exemplo para que a definição de poder de lucro seja melhor entendida:

Uma empresa tem um valor de mercado de R$ 1,3 bilhão, e seu lucro anual é de R$ 200 milhões. Se dividirmos o lucro líquido pelo valor de mercado da empresa, chegamos ao conceito de poder de lucro (Earnings Power).

 

Fórmula do Poder de Lucro

Poder de Lucro = Lucro Líquido / Valor de Mercado da Empresa

Nesse exemplo acima o poder de lucro seria de 15,38%, o que significa que a empresa consegue lucrar R$ 15,38 para cada R$ 100,00 em ações.

Logo chega-se à conclusão que o conceito de poder de lucro tem o mesmo significado do índice P/L (Preço-Lucro) invertido e que tão frequentemente comentamos .

Quer ter acesso a nossas carteiras de Ações?

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente e conheça as carteiras da Área de Membros!

 

No exemplo mencionado acima, o poder de lucro pode ser considerado bom, já que, está acima de um investimento em títulos do governo federal (Títulos do Tesouro).Ou seja, nada mais estamos fazendo que comparando custo de oportunidade, para mencionar um conceito econômico.

Vale ressaltar que a taxa Selic, (taxa de juro definido pelo Banco Central do Brasil e que rege a economia brasileira) está em 6,5% nessa data do artigo. De acordo com essa perspectiva, não deveríamos investir em empresas que têm o poder de lucro inferior a 6,50%.

Traduzindo para a perspectiva do índice preço-lucro (P/L), significa que não deveríamos investir em empresas com um P/L superior 7x lucros.Essa comparação entre renda fixa e poder de lucro que deu origem a este indicador. Ao se utilizar o conceito de “poder de lucro”, a nossa margem de segurança seria calculada através da taxa básica de juros.

 

 Qual a Conclusão?

Estudar as empresas e o quão baratas ou caras estejam em relação à sua capacidade de lucros é essencial para ser um investidor inteligente da Bolsa de Valores.

A margem de segurança de Benjamin Graham com certeza é um indicador relevante que traz insights (ideias) ao investidor. Contudo, mais importante que isso, é o conceito apresentado:

– Identificar ações de empresas que estejam sendo negociadas abaixo do seu valor intrínseco (valor econômico do seu negócio) permite investirmos com menor risco, isto é, temos maior “margem de segurança” em nosso investimento.

 

benjamin-graham

 

Ao comprar uma ação cujo preço já esteja barato, em relação a seus fundamentos (lucratividade), você aumenta sua probabilidade de ter retornos positivos no médio e longo prazo (quando o mercado voltar a precificar aquela ação adequadamente) e reduz seu risco de perda (já que a ação já está descontada).

Essa é a tal da assimetria de retornos positiva que comentamos no início do artigo.

Se a aplicação da fórmula da margem de segurança de Graham indicar compra, melhor ainda. Porém, como explicamos, hoje esse conceito é engessado e em geral não é o mais recomendado, não devendo você se apegar exclusivamente a ele.

Antes de querer sair investindo seus recursos, procure conhecer um pouco melhor o funcionamento da Bolsa. Tenho certeza que isso irá ampliar seus horizontes para novas possibilidades e te ajudar a ser um investidor bem-sucedido.

Quer aprender mais sobre Análise Fundamentalista?

Últimos dias de inscrições do Curso Análise Fundamentalista & Precificação de Ativos 2019, página do curso: http://mon.net.br/dldfl

Torne-se membro Gold Dica de Hoje, acessando um material diferenciado, o Conteúdo é atualizado constantemente para que o usuário esteja sempre por dentro das estratégias oferecidas.

Lembrando que Membro Gold tem sempre uma condição especial nos cursos do canal e outras vantagens.

https://areademembros.dicadehoje7.com/area-de-membros-planos-rb/