A Pergunta mais importante sobre dinheiro

0
193
dinheiro

A Pergunta mais importante sobre dinheiro

Um bom planejamento financeiro pode ser uma ferramenta poderosa, e sem dúvidas é fundamental para alcançar qualquer objetivo financeiro em nossas vidas. Discorrer sobre os benefícios adicionais do assunto já é algo esperando em um artigo sobre finanças pessoais, mas por mais contra intuitivo que pareça, não é sobre isso que eu quero falar nesse texto. (Caso você tenha interesse, fiz um vídeo falando sobre o assunto:

 

A primeira etapa para criar um bom planejamento é simplesmente por saber onde você está e onde você quer chegar. Entender o que te motiva, te inspira e o que você deseja. Esse é o processo da descoberta.

A descoberta não necessita de muito trabalho, muito menos de matemática. Este processo é relativamente simples, mas não necessariamente fácil (tenha isso bem em mente). Buscar a descoberta nos traz cara a cara com os nossos medos sobre dinheiro e coloca de forma clara se o nosso comportamento está “sim” ou “não” de acordo com os nossos objetivos.

Você pode imaginar que definir um planejamento financeiro vai começar por eu te apresentar as minhas credenciais (formação, títulos e tanto outros “papéis” que tenho que comprovam formações que não te interessa), a minha estratégia de investimentos, ou mesmo fazer um resumo sobre o cenário econômico atual e quais as perspectivas do país.

Bem, não é através disso que eu quero começar. Não são essas as informações necessárias para você nesse momento. E talvez elas nunca venham a ser importantes para você. Ao invés disso, faço apenas uma pergunta:

 Por que dinheiro é importante para você?

Talvez você responda a minha pergunta por “Liberdade”. Essa foi a minha primeira resposta. Mas o que liberdade significa para você? Talvez mais flexibilidade, talvez ter mais tempo. Mas para o que você quer isso? Independente da sua resposta, vá se questionando sobre o que cada resposta em si significa para você. Quanto mais objetivo você conseguir ser, melhor!

É uma pergunta bem simples. Mas talvez você já tenha percebido que perguntas simples nem sempre são fáceis de responder.

No meu caso dinheiro significava liberdade.

Mas o que era liberdade que eu desejava? Poder viajar quando eu quisesse? Poder morar onde eu quisesse? Sair do meu emprego? Quando passei a me questionar ainda mais, percebi que o dinheiro não significava a minha liberdade, na verdade eu não precisava muito dele para obtê-la.

O dinheiro significava segurança. Segurança para eu ir atrás do que eu queria. Segurança para que eu pudesse largar o meu emprego e ter a liberdade de trabalhar com o que eu queria. Segurança para eu saber que a minha família teria estabilidade financeira. Entre tantas outras coisas.

Você pode agora me perguntar o porquê de eu estar te questionando isso. Por que estamos falando sobre esse assunto e também por que eu não estou falando sobre o que você deve fazer.

 

Sim, essa é uma pergunta bem inesperada.

Afinal, não devíamos estar em um texto sobre finanças com um questionamento que mais se encaixa em uma sessão de terapia. As pessoas não procuram um consultor financeiro para conversarmos sobre o sentido da vida. Elas querem que eles nos digam onde devemos colocar seu dinheiro, e querem que eles façam isso rápido para que possam voltar a fazer o que é mais importante para elas.

Talvez aqui você já tenham identificado um pouco do motivo do meu questionamento. Faço isso para descobrirmos sobre nós mesmos, sobre os nossos valores e desejos. Esse processo de se questionar traz a tona inúmeros pensamentos que frequentemente estamos muito ocupados para pensarmos sobre. Enquanto o processo pode ser um pouco desconfortável, saber o que realmente importa para você é o primeiro passo para para criar um planejamento que esteja em sintonia com você (e com os seus valores e ideais).

 

 

Quer ter acesso a nossas carteiras de Ações?

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente e conheça as carteiras da Área de Membros!

 

Descubra sobre o que você deseja do dinheiro.

O que você quer que ele te traga na vida?

Qual o seu objetivo com ele? Por que isso?

Muitas pessoas esquecem do que realmente motiva elas na vida e do porquê de quererem dinheiro. As pessoas acabam entrando em um estado de busca desenfreada pelo acúmulo de riqueza e não param para pensar o motivo disso. Dinheiro é apenas um meio de troca, criado para poder te proporcionar outra coisa em troca.

Pense sobre isso.

dinheiro-01

 

Você sabe o que é o mais importante para você?

Não? se permita algum tempo para refletir sobre o assunto.

Sim? Agora você está preparado para iniciar o seu planejamento.

 

Calma. A sessão terapia financeira ainda não acabou.

Antes de de você iniciar um planejamento, é precisa saber por que você está planejando. Claro que as respostas serão as mais diferentes. Mas, uma vez que você saiba isso, é como um botão que te liga. Ao invés de se sentir confuso pela complexidades de suas decisões financeiras, você terá claridade sobre as estratégias que melhor trabalham para a sua situação.

Mas, como você já pode ter observado, esse é um processo poderoso mas que pode ser difícil. Nos questionarmos sobre dinheiro não é algo agradável, pois pode trazer emoções e pensamentos que não estamos habituados. É muito mais fácil falar sobre números do que sobre as nossas emoções e desejos.

Você ainda pode estar em dúvida sobre a importância desse processo.

Vamos então pensar sobre uma outra situação hipotética:

Você não está se sentindo muito bem e não sabe o porquê. Você vai ao médico, não apenas pelo senso comum, mas por ser o profissional com a capacidade de te tratar na sua atual situação. Na sua consulta você explica os seus sintomas e faz todos os procedimentos padrões.

Como você se sentiria se logo após ter relatado os seus sintomas, o médico começasse a prescrever uma receita? Ou muito pior, você mal começou a falar e o médico já te diagnostica com uma gripe?

Agora, imagine que você vai em um médico que realmente toma tempo para te examinar e diagnosticá-lo adequadamente. fazendo diversos exames e testes antes de te dar uma receita.

 

Qual você prefere?

Obviamente, você teria mais confiança no médico que tomou tempo para te examinar e realizou todo o processo de diagnóstico. São esses os pontos que diferem bons e maus profissionais.

Na sua vida financeira é igual. Você deve procurar bons profissionais que te mostram todo o processo de diagnóstico da sua situação financeira.

Perguntar por que o dinheiro é importante para você é um pouco como aplicar o rigor do exame de um médico para sua saúde financeira.

O processo seria mais ou menos o seguinte:

  1. Você está percebendo os seus sintomas (sua vida financeira está fora de equilíbrio ou apenas precisa de um checkup).
  2. Você está identificando como está a sua saúde (você está se perguntando por que o dinheiro é importante).

       3. Você está descobrindo uma solução (você está usando os valores que você identificou para gerenciar suas decisões de planejamento financeiro).

dinheiro

 

Buscar conselhos financeiros para uma determinada solução, antes de identificar o problema não faz sentido. É como buscar conselhos sobre remédios para gripe sem saber se você está gripado. Infelizmente, é assim que todo o setor de serviços financeiros começa a trabalhar.

Todo esse processo de autoconhecimento é importante para que você consiga tomar as melhores decisões. Não por que elas refletem uma estratégia de Wall Street, mas porque refletem o que você deseja e valoriza.

 

Seu caminho para seu objetivo

 Você já pensou um pouco sobre seus valores. Talvez você até tenha conversado sobre isso com amigos, familiares e Colegas. Lembre-se sempre deles, pois serão eles que guiarão seus objetivos financeiros, funcionando como um lente da qual você pode visualizar todo o seu planejamento financeiro.

Vamos começar a falar um pouco dos seus objetivos. Possivelmente você já tem objetivos em mente, mas talvez eles não estejam bem definidos. É sobre isso que falaremos a seguir, como estruturá-los, para conseguir torná-los mais concretos e acionáveis.

Algo que poderá a vir a te chocar é descobrir que o $$$ que você achava que era necessário para conquistar seu objetivo não é real. Uma boa notícia, geralmente é menor. Mas é válido ressaltar que isso vai de pessoa para pessoa, e de objetivos para objetivos.

Falando em surpreender, talvez seus objetivos em si te surpreendam. Assim como o exercício anterior, no qual discutimos seus valores, peço que você gaste um certo tempo para pensar e refletir sobre o que você realmente deseja e almeja.

 

 

Seu objetivos reais devem estar em concordância com os seus valores. O que você deseja da sua vida? E dentro disso, no que o dinheiro pode te ajudar a alcançar? Pense bem sobre isso.

Uma vez que você definiu cada objetivo, se questione sobre quando você gostaria de alcançá-lo e quanto custará. Este processo não tornará o futuro menos incerto, mas te ajudará a garantir que você esteja pronto para as coisas que deseja que aconteça e preparado para os inevitáveis ​​desafios que surgirão de tempos em tempos.

 

Aqui estão as três perguntas que você deve ter as resposta claras para prosseguir com o seu planejamento.

  1. Qual é o objetivo?
  2. Quando você deseja fazê-lo?
  3. Quanto custa?

Ainda não tenho certeza?

Lembre-se:

você está apenas supondo. Dito isto, você ainda deve fazer seus argumentos o melhor que puder. Seja específico. Apenas dizer:

"eu quero que meus filhos sejam financeiramente seguros" não é suficiente como um objetivo. "Eu quero que meus filhos possam ir a uma universidade privada se quiserem" é uma maneira de tornar esse objetivo mais concreto.

 

Ou mesmo:

"Eu vou economizar dinheiro a cada mês para o meu fundo de viagem" é um bom ponto de partida. Mas "vou economizar R$ 100 a cada mês" é melhor.

Embora eu esteja pedindo que você seja específico, conceda permissão para ser flexível. Há algo muito poderoso sobre ter objetivos específicos, mas não ficar obcecado com eles. Pense que você quer economizar R$ 100 todo mês, mas se por um acaso você economizar apenas R$ 50 em um, tenha a flexibilidade de aceitar isso e buscar R$ 150, ou até mesmo R$ 120 no próximo mês.

Bem, o que eu quero dizer é: você deve ter objetivos específicos pois são mais fáceis e objetivos de se seguirem, mas se permita aceitar desvios na realidade. Nosso dia a dia é imprevisível, o que irá garantir nossa constância em nosso caminho será essa flexibilidade.

Não se prenda em ter as respostas corretas para seus objetivos, e para as perguntas anteriores. Está tudo bem em errar. O que realmente importa é saber e aceitar quando você errou e buscar a correção o mais rápido possível.

 

Depois que você já possui seus objetivos pré-estabelecidos. Comece a listá-los por importância e urgência. Dificilmente conseguiremos realizar tudo que desejamos de uma vez, assim é extremamente necessário definirmos as prioridades.

Algumas vezes você terá que lidar com coisas mais urgentes, como uma conta do cartão de crédito pendente, para depois poder seguir com outros objetivos mais de longo prazo, como economizar para a aposentadoria.

 

Definição de Prioridades

Neste momento de definir suas prioridades entre seus objetivos, use os seus valores que identificamos anteriormente para guiá-lo nesse processo. Seu valor principal são seus filhos? Seu grande objetivo é uma viagem? independente do que seja, serão esses os guias na priorização. Isso significa usar seus valores para orientar cada decisão para que você esteja tomando, garantindo que essas decisões são feitas conscientemente.

Esse exercício de listar objetivos e valores, deve ser feito sem julgamentos. Cada pessoa tem definido para si o que ela deseja. Ele serve apenas para garantir que você tenha clareza que estará seguindo em um caminho para um lugar que quer chegar. Toda essa reflexão é para você entender que existem coisa intangíveis e que não são mensuradas tão facilmente, como o tempo com a família, e por causa disso são normalmente excluídas do planejamento.

Não importa quão bom seja os nossos objetivos, a nossa previsão e planejamento para o futuro. Muito provavelmente teremos que enfrentar uma verdade difícil: não teremos dinheiro suficiente para atingir todos os nossos objetivos.

Há poucas coisas mais dolorosas do que trabalhar duro para algo que pode estar fora do alcance. Mas isso também é parte da vida. Aprendemos a lidar com decepções, estabelecemos metas mais alcançáveis ​​e seguimos em frente.

Para alguns, essa decepção vem quando percebemos que a aposentadoria que planejamos não é mais uma opção. Anos de trabalho e poupança simplesmente não acabaram levando ao caminho que esperávamos.

A questão é:

O que fazemos sobre isso?

Podemos evitar nos sentir decepcionados?

Sim. Mas para fazer isso, temos que fazer algo um pouco radical. Todos ouvimos as histórias de pessoas que estavam completamente focadas em metas como se aposentarem aos sessenta anos ou com R$ 2.000.000 no banco.

As pessoas podem alcançá-las, mas quando olham para trás, vêem uma trilha cheia de relacionamentos quebrados. O que muitas dessas histórias compartilham é que os desapontamentos geralmente ocorrem quando as pessoas estão tão concentradas nos resultados que eles perdem na vida.

Eles não têm a flexibilidade necessária para ajustar seus objetivos à medida que surgem diferentes circunstâncias.

Não buscamos dinheiro por dinheiro em si, mas pelo que ele pode proporcionar. Mas antes de pensar no que ele pode proporcionar, esqueça o dinheiro por um instante e pense no que você realmente quer da sua vida. O que você almeja? O que você deseja? O que é mais importante para você? apenas depois disso retorne o seu pensamento ao dinheiro e busque descobrir no que ele pode te ajudar em relação a essas perguntas.

Eu gostaria de deixar todas essas palavras para você refletir.

Gabriela Mosmann

Se você ainda não conhece a nossa Área de Membros Dica de Hoje, nosso portal de análises e recomendações, clique aqui. Cadastrando-se gratuitamente você receberá login para acesso a duas carteiras calculadas além da nova Area Primeiros Passos que é focada no investidor que está começando agora na Bolsa de Valores. Um espaço para que você não seja enganado com propagandas milagrosas.

Você também pode dar um passo além e se tornar Membro Gold e ter acesso a todo o nosso conteúdo, clicando aqui.