Qual o Objetivo dos seus Investimentos?

0
341
objetivo dos investimentos

Qual o Objetivo dos seus Investimentos?

 

“Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos você tem”?

Confúcio

Vivemos em uma época onde as imposições estão saltando em frente a nossos olhos, tentando impor um padrão para que sejamos aceitos em modelos pré-definidos e nada sensatos, como consequência o padrão de consumo vem produzindo em escala problemas financeiros nas famílias, e como tudo com que não lidamos, a tendência é que cresça e prospere afinal não temos o hábito de entender e enfrentar a situação.

Grande parte disso é fruto da nossa educação, do ambiente onde vivemos e crescemos e principalmente da mídia que descarta qualquer individualidade, idolatrando o status através do patrimônio que gera apenas passivo e uma breve satisfação. Logo, este “patrimônio” estará acumulando poeira em algum canto da casa, do guarda roupa, da garagem ou pior ainda, gerando mais passivos recorrentes e nenhuma renda.

Maturidade é a palavra chave, e com ela vem o bom senso e a sensatez.

objetivo dos investimentos

 

Todos gostam de viver bem, a diferença é que viver bem depende de parâmetros que estão ligados a nossa realidade, por exemplo, eu posso viver bem com minha renda atual mensal?

  • Eu consigo pagar as contas, usufruir a vida e poupar.
  • Ou só consigo pagar as contas, porque são muitas, apesar da minha renda ser considerável o meu padrão de vida é elevado.
  • Eu não consigo poupar porque minha renda no momento é baixa e só permite o pagamento das contas básicas?

Se você se encaixa na primeira alternativa meus parabéns, é a minoria da nossa população que consegue. Caso você tenha se identificado com a segunda ou terceira o próximo passo é entender porque isso ocorre e se é possível mudar o cenário. O mais importante é distinguir o que é indispensável e o que não é usando análises básicas como a de separar o que de fato precisamos do que é apenas uma manifestação da cultura “aqui e agora”. O famoso só se vive uma vez, ou o eu posso não estar aqui amanhã então poupar não faz sentido, ainda tem o poupar é pra quem tem muito dinheiro, afinal pouco não faz diferença, etc.

As consequências do consumismo

Um dos últimos exemplos da cultura consumista é o “outfit” (moda do momento onde pessoas postam vídeos e fotos falando preço das roupas que estão vestindo, do look), atitudes assim desencadeiam uma leva de desastres financeiros, mas está na moda então vamos deixar nossos jovens agirem assim para não privá-los dessa experiência, correto?

objetivo dos investimentos

 

Eu não penso assim. A revista, o Instagram, a sua/seu amiga (o) o seu/sua colega não devem ser parâmetro para seu consumo, sua necessidade real sim.

Por isso a importância da maturidade e da sensatez quando falamos de nossas finanças para não nos tornarmos as crianças que batem o pé porque querem todos os brinquedos da loja mesmo que depois não brinquem com quase nenhum e acabem sendo mais felizes brincando no balanço da praça do bairro.

É a capacidade de compreender que uma aquisição precisa ser responsável e, de fato necessária, para suprir questões fisiológicas e também desejos e sonhos, mas com razoabilidade. Não se trata de privar-se de tudo e sim de evitar a negação da própria realidade.

Não seja extraordinariamente consumista tampouco excessivamente conservador ao ponto de não usufruir o presente, é preciso equilíbrio.

“O homem superior atribui a culpa a si próprio; o homem comum aos outros.”

-Confúcio

 

Independente de qual seja sua situação atual é importante que tenhamos consciência de que mudar depende dos nossos atos, das nossas reações, assumindo nossas realidades e aprendendo a não se resignar ao pensamento da maioria, ou tampouco desistir dos nossos objetivos pelas quedas momentâneas. Lembre sempre:

  • Não se deixa transformar em uma caricatura.
  • Suas ações, não palavras expressam suas mais honestas intenções.
  • Não se agarre a suposições nem as deixe arrastá-lo para o fundo do poço, quando você pode abrir-se para ideias novas.
  • Investir em nosso crescimento pessoal geralmente garante o prêmio, se estamos dispostos a nos empenhar verdadeiramente.
  • Enxergue a realidade como ela é e não como você imagina que ela seja.
  • Não fique preso a mentalidade de acreditar que é possível encaixar um círculo em um quadrado pela força bruta.
  • Errar é humano, mas cuidado para não usar mais a borracha do que o lápis.

 

Quer ter acesso a nossas carteiras de Ações?

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente e conheça as carteiras da Área de Membros!

 

Então, eu reforço sempre que possível para que as pessoas entendam que existe uma relação entre custo e benefício e o resultado desta relação está intimamente ligada as minhas prioridades e planos. Ou seja, eu posso chegar aos 60 com mais dívidas do que tenho agora ou então posso chegar aos 60 com um valor poupado que me permita uma maior segurança ou até mesmo a independência financeira.

objetivo dos investimentos

 

Então para fazer jus ao título desse texto ao escolher os investimentos analise quais são seus objetivos:

  • Quero gerar renda para proporcionar mais lazer a minha família?
  • Gerar renda para pagar as despesas de início de ano?
  • Talvez seja para custear a faculdade dos filhos?
  • Para viajar e conhecer o mundo?
  • Para aposentadoria?
  • Para alcançar a independência financeira?

 

Concluindo

Então, antes de decidir qualquer operação, seja aquisição de um ativo na renda variável ou um título do tesouro pense e use uma análise quantitativa e qualitativa.

Lembrem sempre que os juros nos investimentos fazem o dinheiro crescer de acordo com o tempo do investimento escolhido, já a inflação tira o poder de compra do dinheiro, ou seja, o valor nominal não reduz, mas o valor real sim, e essa diferença entre o juro recebido e o que se perde em poder de compra devido à inflação chamamos de juros reais. Ou seja, o juro que você recebe precisa ser maior que a inflação para fazer sentido o investimento e assim transformar seus objetivos em realidade. Este cálculo é demonstrado neste artigo, Em Quanto tempo posso me aposentar? Clique aqui.

Seja investindo mensalmente R$ 100,00 ou R$ 10.000,00 lembre sempre que mais importante que valor “certo” é a certeza de que poupar e investir é uma estratégia inteligente, e que fazer a gestão do seu investimento é mais importante ainda. Não deixe que sua situação atual seja impeditiva, transforme-a em um impulso para a disciplina de poupar e ter a vantagem de poder um dia contar com uma renda para sobrevivência e realizar seus sonhos, e sabemos que toda grande realização um dia foi uma ideia que se transformou e ganhou vida através de esforço e dedicação.

Se você quer aprender a gerar Renda com Ações, Fundos Imobiliários ou Tesouro Direto com uma estratégia em ações que você nunca compra topo, vendo o dinheiro sempre pingando na sua conta e aumentando sempre, anote na sua agenda.

Dia 10/08/2018, estaremos lançando o nosso curso de geração de Renda com Investimento. Confira aqui o link de pré inscrição.

Patricia Rossari