O Novo Radar de FIIS

como-investir-em-fundos-imobiliarios-capa

O Novo Radar de FIIS

Desde o mês de Março de 2018, quem é membro Gold assinante sabe que eu fiz uma parceria com Egbert Chaves do site PalaFIIta, e assim eu consigo disponibilizar para meus assinantes, de forma inteiramente gratuita, o Radar de Fiis. O radar é um boletim diário com as informações de Valor de Mercado, Preço, Valor patrimonial, área BOMA, rentabilidade, Yield e muito mais. Enfim, são informações de 80 Fiis listados na Bolsa, dos mais diversos tipos e segmentos.

Para você que já é membro gold, depois de fazer o seu login em , basta clicar em Área de FIIS – Fundos Imobiliários e selecionar o Radar de FIIS da data que você quiser.

Se você ainda não é Membro Gold e se interessou em ter mais informações, clique aqui e tenha acesso a muito mais que apenas recomendações.

Este artigo é para falar da novidade que o Egbert e eu montamos juntos para que as pessoas, de forma rápida e fácil, possam ter um indicativo se um determinado FII está barato ou não. A ideia surgiu do relatório Gerencial do Fundo HGLG11. Como sabemos, o yield de um fundo, nada mais é que a sua rentabilidade anual dividida pelo valor da cota. Portanto, quanto mais alto o valor da cota, se a distribuição se mantiver constante, menor o yield; e quanto mais baixo o valor da cota, mantida a distribuição constante, o yield aumenta.

 

Quer ter acesso a nossas carteiras de Ações?

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente e conheça as carteiras da Área de Membros!>

 

Também sabemos que na grande maioria dos casos, os contratos dos Fundos imobiliários são reajustados por um índice de inflação. Assim, o HGLG11, em seu relatório gerencial, clique aqui coloca a imagem abaixo, comparando o Dividend Yield do próprio Fundo com a taxa do prêmio do Fundo.

como-investir-em-fundos-imobiliarios-01

Pois bem, se os contratos são corrigidos pela inflação, digamos o IPCA e as NTNB são corrigidas como IPCA + prêmio, o fundo teve a ideia de comparar o yield com o prêmio da NTNB2024 que é a mais próxima do vencimento da maior parte dos contratos do Fundo e chegou ao valor acima.

Quando o Yield se aproxima de NTNB + 2%, significa que o Fundo ficou caro (mínima é 2,09%); quando o Yield se aproxima de NTNB + 5% significa que o Fundo está barato (máxima é 4,69%).

Então o Egbert, de forma brilhante, fez a tabela abaixo para os 80 Fundos que compõem o Radar de Fiis, os quais eu coloco apenas os 4 primeiros que começam com a letra A.

como-investir-em-fundos-imobiliarios-02

Apenas com base nos dados acima, eu fiquei interessado em estudar o Fii AEFI11 que se encontra próximo ao valor da NTNB + 5%. Este será o Fundo a ser estudado em nosso próximo relatório fechado no domingo que vem.

 

Antes de finalizar cabem algumas ressalvas:

  1. Essa tabela deve ser usada apenas como um indicativo de um Fundo bom e descontado, e não como uma recomendação.
  2. Fundos que tenham tido uma remuneração extraordinária e fora do normal, podem trazer problemas para os cálculos.
  3. Fundos com Renda Mínima Garantida por tempo pré determinado, como FIGS11, vai parecer barato no valuation, mas na verdade não está. Se ficou na dúvida, a análise de Figs11, foi exatamente o tema do relatório dessa semana.
  4. Fundos mono-inquilinos em fim de contrato ou com valor sendo discutido na justiça também podem trazer problemas ao utilizar apenas o cálculo da tabela.
  5. Podem ter fundos, supostamente caros pela tabela, mas que têm tanto potencial de crescimento da Renda / Valorização do imóvel que o mercado aceita pagar um ágio sobre ele.

 

Enfim, recomendo usar a tabela, como um primeiro indicativo de bons fundos a serem estudados.

 

Abraços e Bons Investimentos

Daniel Nigri