Ciclos auferidos de 10/09 a 08/10 e 09/10 a 12/11:

Estrategistas, sem dúvidas atravessamos um período difícil nos mercados financeiros do mundo todo. A volatilidade está em alta, mas isso não muda a nossa estratégia, pois continuamos focados em rentabilizar as carteiras via operações com opções, enquanto o mercado promove a oscilação das cotações das ações.

Nós tivemos bons resultados nas três carteiras nos ciclos de 10/09/21 a 08/10/21 e  de 09/10 a 12/11, embora este último tenha sido mais desafiador. Desde já alertamos: um investidor maduro equilibra sua carteira, minimiza a volatilidade mediante uma alocação estrutural de ativos aproveitando momentos de queda para comprar mais ativos bons com preços melhores e assim se mantém na estratégia de gerar renda com opções e colher melhores resultados quando o cenário for mais favorável.

Antes de apresentar o resultado vejamos quais notícias que mais impactaram os mercados durante os últimos dois meses:

  1. Política fiscal brasileira: O mercado não recebeu bem o anúncio do governo referente ao aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) até o fim de 2021 para bancar as despesas com o novo programa social Auxílio Brasil, que substituirá o Bolsa Família. Ainda há o impasse da PEC dos Precatórios, que segue sem definição de como o pagamento de precatórios se encaixará no Teto de Gastos.
  2. Desaceleração econômica da China e o problema chamado Evergrande: Em setembro foram divulgados dados da atividade econômica chinesa, todos vieram abaixo do esperado, indicando assim um crescimento menor da segunda maior economia do mundo. Mas existe uma preocupação ainda maior vindo da China: incorporadora imobiliária Evergrande. Essa companhia possui a maior dívida empresarial do mundo: U$ 300 bilhões. O receio é de a Evergrande não ter capacidade para honrar os seus compromissos de curto prazo e assim causar um efeito cascata na economia. Para tentar evitar o colapso, o governo chinês injetou U$ 14 bilhões no sistema financeiro para garantir a liquidez. No entanto, em outubro, a Evergrande conseguiu honrar seus compromissos de curto prazo afastando por ora o risco de default.
  3. Banco Central do Brasil elevou a Taxa Selic: Na última reunião do Comitê de Política Monetária, a taxa Selic foi elevada de 6,25% a.a. para 7,75% a.a., conforme já esperado pelo mercado. O principal índice de inflação IPCA acumula 10,67% nos últimos 12 meses sendo que só a de setembro ficou em 1,14%, a mais alta para o período desde o início do Plano Real, já a de outubro ficou em 1,25%. O Bacen deu margem para aumentar a Selic além de 1,5% na próxima reunião.
  4. Orçamento dos EUA: Os investidores se preocuparam com as discussões em torno do orçamento e do teto de dívidas do governo norte-americano. Caso não fosse aprovado pelo Congresso, a administração federal iria entrar em shutdown. No entanto, foi aprovado pelos congressistas a ampliação do teto de dívidas até o fim do ano e assim evitou a paralisia do governo.
  5. Commodities básicas da economia continuam na escalada de preços: A crise energética é global, há preocupações se a oferta conseguirá suprir a demanda no mundo todo, com isso, os preços do barril de petróleo continuam em alta, assim com o gás natural.
  6. PEC dos Precatórios e modificação do Teto de Gastos: O grande drive de stress do mercado financeiro atual e a proposta da PEC dos Precatórios enviado pelo governo é aprovada em dois turnos na Câmara dos Deputados. Resumidamente, a PEC permite o parcelamento de um percentual de precatórios devido pelo Governo Federal e modifica a base de cálculo do Teto de Gastos. Com essas medidas, o governo terá à disposição pelo R$ 90 bilhões de reais a mais no Orçamento de 2021. Com esse montante, a proposta é dar R$ 400 por mês para cada cidadão apto a receber o Auxílio Brasil (novo programa social), aumentar emendas parlamentares, entre outros gastos. Além disso, o Presidente Bolsonaro prometeu dar aumento salarial a todo funcionalismo público federal caso a PEC seja aprovada no Senado. O mercado tem um grande receio de que a PEC seja rejeitada pelo Senado e o Presidente Bolsonaro optar por crédito extraordinário ou decretar novamente estado de calamidade pública para bancar o auxílio brasil, isso aumentaria drasticamente a dívida pública.

 

Performance Ibovespa de 10/09 a 12/11:

 

Queda de – 6,75%

 Fonte: TradingView

 O ibovespa caiu -6,75%, cotado a 107.576 pontos no dia 12/11. Enquanto isso veja a rentabilidade das três carteiras da estratégia em cada ciclo auferido:

 

Ciclo de 10/09 a 08/10:

  • Carteira Standard – portfólio de ações inicial de R$ 10.000,00: + 0,91%
  • Carteira Elite – portfólio de ações inicial de R$ 50.000,00: + 0,96%
  • Carteira Xeque-Mate – portfólio de ações inicial de R$ 100.000,00: +1,74%

 

Ciclo de 09/10 a 12/11:

  • Carteira Standard – portfólio de ações inicial de R$ 10.000,00: – 0,30%
  • Carteira Elite – portfólio de ações inicial de R$ 50.000,00: + 0,05%
  • Carteira Xeque-Mate portfólio de ações inicial de R$ 100.000,00: +0,48%

 

Vejam abaixo o resultado monetário via operações com opções que cada carteira obteve em cada ciclo desde o início da Xeque-Mate:

 

 

 

Também tivemos os resultados de três Operações Estratégicas neste ciclo. Essas operações não tem periodicidade definida e são sugeridas pelo nosso especialista em opções Marcelo Meurer e por Daniel Nigri analista CNPI e CEO do Dica de Hoje. São operações que utilizam estratégias com opções e são sugeridas de acordo com o momento do mercado buscando ótima relação risco/retorno. O retrospecto geral é de 22 operações com lucro, 2 no zero a zero e somente uma com prejuízo:

As operações encerradas no período acima analisado foram:

  • Trava de baixa com call em BOVA: A operação foi montada diante da expectativa de baixa do índice Bovespa no período. A tendência de queda foi confirmada e na operação tivemos um lucro de R$ 296,00.
  • Operação Relâmpago em PETR4: Operação montada um dia útil antes do vencimento das opções de setembro, o objetivo foi de vender put e receber o prêmio da opção e não ser exercido. No entanto contra todas as probabilidades, PETR4 caiu abaixo do strike da put, para evitar o exercício encerramos a operação com resultado R$ 0,00.
  • Operação Jade Lizard ITM em PRIO3: Nessa estratégia combinamos uma venda de put e uma trava de baixa com call, que se denomina Jade Lizard. O resultado final da estrutura foi um lucro de R$ 85,00.
  • Operação Relâmpago em BBDC4: Operação montada um dia útil antes do vencimento das opções, o objetivo foi de vender uma put e receber o prêmio e não ser exercido, o que de fato não ocorreu. A rentabilidade foi de +0,54%

 

Estrategistas ficamos por aqui, mas antes queremos te convidar a participar do nosso grupo de estudo no Telegram: Descomplicando Opções:

 

https://t.me/joinchat/tXnMTeqQv_EyZjgx

 

Também convidamos você a se inscrever em nossa página para acompanhar nosso Café com Opções semanal. A inscrição é gratuita:

 

https://materiais.dicadehoje7.com/cafe-com-opcoes

 

Siga-nos nas nossas redes sociais:

 

Marcelo Meurer

Marcelo Meurer é graduado em Direito pela UFJF e graduando em Engenharia de Software pela Estácio. É especialista em derivativos e possui experiência no mercado financeiro há mais de dez anos. Fundador da Estratégia Xeque Mate, uma refinada técnica geradora de renda constante e robusta por meio de operações estruturadas com ações e opções.