FRAS3: Resultados de FRAS-LE de do 3T18

0
534

FRAS3: Resultados de FRAS-LE de do 3T18

FRAS-LE (código Bovespa: FRAS3)

RESUMÃO – Resultados 3T18:

(Data de divulgação: 07/Novembro/2018)

(Dados retirados do site de RI)

 

Pontos POSITIVOS:

– Volumes Físicos de Vendas:

No 3T18, os volumes de vendas consolidados de materiais de fricção da Fras-le, apresentaram um crescimento de 18,9% comparado ao 3T17, sendo comercializadas 26,7 milhões de unidades de materiais de fricção. É importante observarmos o aumento de 30,6% (em relação ao 3T17)no volume de pastilhas de freios vendidas em decorrência das novas empresas adquiridas.  

fras-le-01 

 

– Receita Líquida Consolidada:

No 3T18 de FRAS3 a receita líquida consolidada somou R$ 260,7 milhões, representando um aumento de 19,1% comparado ao 3T17. Nos 9M18 este desempenho foi ainda melhor, pois as receitas apresentaram um aumento de 29,2% comparado aos 9M17, acumulando o equivalente a R$ 789,9 milhões no período.

Além das aquisições, a melhor performance das receitas também reflete um maior volume de vendas em praticamente todos os segmentos. O câmbio foi outro fator importante para a evolução das receitas pois o dólar médio de R$ 3,60 nos 9M18 apresentou uma elevação de 13,5%,comparado aos R$ 3,17 no 9M17, enquanto no 3T18 o dólar médio sofreu maior variação, atingindo o patamar de R$ 3,96, o qual correspondeu a um aumento de 25,1% comparado ao 3T17.  

FRAS3-02 

 

Apesar da evolução, as receitas ainda foram impactadas negativamente por:

1) A operação da Índia segue com o ramp up, o qual busca estabilização e o ponto de equilíbrio na relação entre produção/demanda/vendas, os quais deverão ser atingidos até o final deste ano;

2) Integração e esforço de recuperação da Jurid do Brasil, onde atualmente já estão sendo implementadas as sinergias capturadas durante o processo de pós closing, principalmente pelo redesenho dos processos de atuação comercial e lançamento de novos produtos para reposição;

3) Durante o 3T18 também foi observada uma queda mais acentuada nos volumes de vendas para a América Latina (crise na Argentina);

4) Distribuidores de autopeças aguardaram a definição das eleições para realizar o tradicional reforço nos seus estoques, com o objetivo de garantir suprimento para as manutenções de férias que ocorrem nos últimos meses do ano;

5) No 3T18 a receita líquida consolidada de FRAS3 sofreu um impacto de R$ 32,7 milhões, correspondente ao efeito da adoção da norma de Contabilidade e Evidenciação em Economia Altamente Inflacionária (IAS 29), na apuração dos resultados das subsidiárias da Companhia, localizadas na Argentina.  

 

– Exportações:

No 3T18 de FRAS3, as exportações a partir do Brasil somaram US$ 21,5 milhões no 3T18, e representou aumento de 9,2% (comparado ao 2T18) e aumento de 7,5% (comparado ao 3T17). Nos 9M18 as exportações totalizaram US$ 60,0 milhões, representando um crescimento de 11,1% comparado aos 9M17.

O desempenho só não foi melhor porque os volumes de vendas para a Argentina foram impactados por consequência do agravamento da crise e pela redução da atividade econômica naquele País. Por outro lado, as vendas para a América do Norte se mantêm com excelente performance, superando inclusive a previsão de vendas para a região, fato que corrobora com a forte expansão econômica vivenciada atualmente EUA, combinado com as novas alianças comerciais e a renovação do contrato com a Meritor.  

FRAS3-03

 

– Lucro Bruto Consolidado e Margem Bruta:

O lucro bruto consolidado do 3T18 de FRAS3 foi de R$ 77,5 milhões, representando um aumento de 27,4% comparado aos R$ 60,8 milhões do 3T17, e atingiu uma margem bruta de 29,7%, sendo que além da combinação câmbio com os maiores volumes de vendas, também reflete neste desempenho a composição mais favorável do mix de produtos vendidos. Nos 9M18 o lucro bruto somou R$ 215,3 milhões,que correspondeu a um aumento de 37,3%comparado aos 9M17. Na mesma linha de evolução a margem bruta encerrou os 9M18 em 27,3%, equivalente a 1,5 p.p. maior que 9M17.  

FRAS3-04 

 

– EBITDA e Margem EBITDA:

O EBITDA de FRAS3 consolidado somou R$ 37,8 milhões no 3T18, que representa um aumento de 29,5% na comparação com 3T17, enquanto a margem EBITDA de 14,5% equivale a um aumento de 1,2 p. p. Apesar do maior nível de despesas operacionais agregadas, a evolução no trimestre é justificada por uma combinação de fatores, entre os principais destacam-se: maior volume de vendas, câmbio mais apreciado no 3T18 e melhor composição do mix de produtos vendidos, enquanto o 3T17 recebia a contabilização de despesas com impairment, constituído por subsidiária do exterior.

FRAS3-05

 

 

Quer ter acesso a nossas carteiras de Ações?

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente e conheça as carteiras da Área de Membros!

 

Pontos NEGATIVOS:

 

– Faturamento Mercado Externo (Exportações Brasil + Operações no Exterior):

O faturamento em dólar no mercado externo no 3T18 de FRAS3 somou US$ 31,1 milhões, valor que correspondeu a uma queda de -16,8% comparado ao 3T17. Outro aspecto relacionado a esta redução foi o efeito da adoção da norma de Contabilidade e Evidenciação em Economia Altamente Inflacionária (IAS 29) correspondente às vendas na Argentina (US$ 7,9 milhões).

Entretanto, do ponto de vista positivo, no 9M18 o faturamento no mercado externo totalizou US$ 115,4 milhões, e representou um crescimento de 18,2% comparado aos 9M17.

É importante destacar neste contexto o desempenho da operação da China, que recentemente ampliou a sua capacidade produtiva, e já está com uma utilização plena.  Considerando o total faturado no mercado externo nestes 9M18, US$ 55,4 milhões (após as eliminações das vendas inter-company) são provenientes das unidades controladas, dos quais US$ 16,8 milhões correspondem às novas controladas adquiridas no exterior.

FRAS3-07   

– Despesas Operacionais:

No 3T18 de FRAS3, embora as receitas tenham apresentado evolução, não foi suficiente para diluir a estrutura de despesas agregada com as recentes aquisições, pois o trimestre também absorveu a constituição de algumas provisões, e ainda, a reoneração da folha de pagamento, que traz impacto retroativo aos demais meses do ano.As despesas operacionais (comerciais, administrativas e outras despesas/receitas operacionais) somaram R$ 50,6 milhões no 3T18, apresentando um aumento de 22,9% comparadas às despesas de R$ 41,2 milhões do 3T17.  

FRAS3-08 

 

– Resultado Financeiro:

O resultado financeiro líquido de FRAS3 foi de-R$ 14,3 milhões negativo no 3T18 e de -R$ 27,7 milhões nos 9M18, consequência de um impacto significativo pela desvalorização do peso e pela inflação na Argentina, que resultou em um nível elevado de despesas com variação cambial sobre os saldos de empréstimos, fornecedores do exterior e outras contas sujeitas a efeitos monetários, nas controladas da Fras-le localizadas na Argentina. Porém, com a adoção da norma IAS 29, estes efeitos foram parcialmente neutralizados. Por outro lado, a redução dos recursos aplicados, para saldar os débitos decorrentes das aquisições, influenciou na queda dos rendimentos oriundos das aplicações.

 

– Lucro Líquido:

Após os efeitos da adoção da norma IAS 29, o lucro líquido consolidado do 3T18 de FRAS3 foi de R$ 9,2 milhões, com margem líquida de 3,5%, uma redução de -41,8% ao comparar com 3T17, afetado pelo impacto das despesas financeiras geradas a partir da consolidação dos resultados das empresas controladas da Argentina, conforme destacado nos comentários do resultado financeiro.  

FRAS3-10

 

– Necessidade de Capital de Giro:

A Necessidade de Capital de Giro no final do 9M18 atingiu um patamar de R$333,3 milhões, cifra que representa um aumento de aproximadamente 200,0% comparado à necessidade de capital de giro dos 9M17(R$ 163,8 milhões), representando um dos níveis mais elevados em relação à média histórica dos últimos anos de FRAS3.

  Esta variação incrementa os saldos a receber de clientes, os estoques, os saldos a pagar para fornecedores e também outras fontes e aplicações de recursos, e reflete a adição de todas as estruturas e ampliações agregadas nos últimos 12 meses, ou seja, contempla os volumes das novas controladas Fras-le Panamericana na Colômbia e a Armetal na Argentina, que pela sua natureza de operação de centros de distribuição, necessitam de um estoque permanente, o qual não existia anteriormente. Também está considerada a ampliação da fábrica da China, as fábricas da Fanacif no Uruguai e Farloc na Argentina e a ASK Fras-le na Índia.    

FRAS3-12FRAS3-13  

 

Conclusão sobre os resultados:

Quando falamos que o investimento em ações é para longo prazo, não é apenas uma retórica e o case de Fras-Le específica bem essa questão. Em 2017, principalmente no primeiro semestre tínhamos uma empresa com muito dinheiro em Caixa que gerava Receitas Financeiras fortes, robustas e que estava com o seu negócio todo ajustado. No entanto, a companhia percebeu que o mercado de automóveis, e por conseqüência o de freios, seu carro chefe também cresceria.

FrasLe então foi as compras ao redor do mundo. Procurou empresas que poderiam ser adquiridas e que pudesse aumentar seus resultados futuros.   As companhias adquiridas, e as fábricas que foram inauguradas, ainda não estão em um nível de maturação e de rentabilidade tão bom quanto a empresa controladora original, assim a companhia passou por alguns problemas operacionais que já eram esperados. Inclusive antecipamos alguns deles nesse relatório para Membros Gold, clique aqui, no dia 05/09/2018, com a ajuda do Gabriel que foi a apresentação da FRAS-Le APIMEC.  

 

Vimos ali que:

  • O ciclo de aquisições ainda não se encerrou, o que deve aumentar o endividamento e trazer mais pressão sobre o resultado financeiro.
  • A companhia precisa inaugurar as fábricas novas com algum estoque, e por isso esses valores na necessidade de capital de giro cresceram tanto. Quando os negócios se ajustarem, em alguns anos, o capital de giro da companhia se reduz novamente.
  • O foco da companhia já está em antecipar o futuro e aumentar as receitas no exterior, ou seja será uma companhia boa para se proteger em um momento de alta do dólar.

  Para piorar o terceiro trimestre, ainda tivemos a necessidade de adoção da regra para economia hiper-inflacionária na Argentina. Normalmente as exportações do Brasil para o exterior representam de 40% a 45% do total de vendas no exterior. No terceiro trimestre com a redução de receitas provenientes da Argentina, pela adoção das regras contábeis, a Receita brasileira foi superior a 60%. Ou seja, a Receita do exterior caiu muito, como vimos no resumo.  

Apesar de todos os pesares a companhia fechou o trimestre com lucro. Mesmo com um resultado negativo de equivalência patrimonial na Fras-Le Argentina. E a companhia segue distribuindo dividendos todos os semestres. Percebam também a previsibilidade da companhia, sempre ela divulga em dezembro e Junho e sempre paga em Janeiro e Julho. Ás vezes ainda tem um dividendo adicional menor.  

FRAS3-14 

Imagem Retirada do Guiainvest Pro, clique aqui

 

  Como vimos, mesmo em um período difícil, FRAS-LE conseguiu manter sua lucratividade, e como as sinergias nas aquisições ainda devem demorar, além de ainda haver novas aquisições, o mercado tirou valor dela, e hoje ela vale menos que há um ano atrás.   Na última terça feira lançamos o Curso Geração de Renda com Investimentos Turma 2.

Neste curso, eu Daniel Nigri, com a ajuda da Patrícia apresento minhas estratégias com foco em geração de Renda. Para pegar empresas como a FRASLe que vimos acima, que possui dividendos em alta, e cotação em queda, e com boa dose de previsibilidade dos rendimentos. É um curso totalmente focado em geração de uma renda complementar para você. E para quê?   Para você fazer o que quiser com o dinheiro da sua carteira de Renda. Eu escolhi viajar com a família, o seu objetivo você que vai decidir. Em alguns anos você já deverá estar desfrutando de uma renda extra. Clique aqui e não fique fora dessa chance de comprar ações de forma racional e com um objetivo pré-definido.  

Confira também os resultados de Itaúsa do 3T18.

Está com dificuldade de achar oportunidades? Quer receber recomendações sobre as melhores ações da Bolsa? Relatórios e Vídeos semanais de análise de empresas. Clique aqui e vire um Membro Gold (pagando menos de R$1,25 por dia!) Lembrando também que MUITO EM BREVE, iremos lançar a Turma II do Curso Geração de Renda com Investimentos. Para entrar para lista de espera e receber todas as informações com antecedência, CLIQUE AQUI.

Veja a tabela abaixo com todos os benefícios:

Membro Bronze Carteira Z Membro Gold
Carteira PEG  Não Sim Sim
Carteira Barganhas Sim Sim Sim
Carteira P/L abaixo da Média Sim Sim Sim
Carteira Dividendos Não Sim Sim
Carteira Graham Não Sim Sim
Carteira de Greenblatt Não Sim Sim
Carteira P/VP x ROE Não Sim Sim
Carteira Z (fundos de Investimentos) Não Sim Sim
Carteira Dica de Hoje Não Não Sim
Dados de empresa Sim Sim Sim
Relatórios Dica de Hoje (ações + Fiis) Não Não Sim
Resultados de Empresas com cálculo de preço justo Não Não Sim
Panorama de Ações Sim Sim Sim
Radar de FIIs Não Não Sim
Vídeos Dica de Hoje Não Não Sim
Hangouts Não Não Sim
Descontos em Cursos Não Não Sim
Clique Gratuito R$ 239,90 anual R$ 447,00 anual

*As carteiras Membro Bronze podem ser modificadas sem aviso prévio, a qualquer momento.

Para informações sobre o Curso de opções Dica de Hoje, clique aqui.

Abraços e Bons Investimentos!

Daniel Nigri (analista CNPI)

Com a ajuda de Leo Bittencourt

 

Disclosure

Elaborado pelo analista independente Daniel Isaac Nigri CNPI 1810, este relatório é de uso exclusivo de seu destinatário.

Este estudo é baseado em informações disponíveis ao público nos próprios sites de RI das empresas analisadas ou comparadas, consideradas confiáveis na data de publicação.

As opiniões, aqui expressas, estão sujeitas a mudanças, por se tratarem de estimativas baseadas em fundamentos e projeções de futuro que podem ou não ocorrer.

Este relatório não representa oferta de negociação de valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros.

As análises, informações e estratégias de investimento têm como único propósito fomentar o debate entre o analista responsável e os destinatários.

Sugestão aos destinatários

Os destinatários devem, portanto, desenvolver as próprias análises e estratégias. (Caminhar com as próprias pernas e ter bom senso)

Informações adicionais sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros aqui abordados podem ser obtidas mediante solicitação, e serão arquivadas por 5 anos conforme determinação da CVM.

O analista responsável pela elaboração deste relatório declara, nos termos do artigo 17º da Instrução CVM nº 483/10, que as recomendações do relatório de análise refletem única e exclusivamente a sua opinião pessoal e foram elaboradas de forma independente.

O analista Daniel Isaac Nigri CNPI é o responsável principal pelo conteúdo do relatório e pelo cumprimento do disposto no Art. 16, parágrafo único da Instrução ICVM 483/10.