IPCA 2020:Vender ou Manter?

ipca-vender-ou-manter-capa

IPCA 2020:vender ou manter?

 

Recentemente recebi um e-mail de um colega de turma de Engenharia de Produção da época da UFRJ e que descobria alguns meses que acompanha meu trabalho aqui no Dica de Hoje. A dúvida do Julio sobre Tesouro Direto é bem pertinente e acaba sendo recorrente.

“Boa noite Daniel!

Parabéns pelo seu trabalho e esforço para levar educação financeira de forma transparente e ampla.

Gostaria de pedir a sua ajuda quanto ao momento da venda de um título IPCA. Mais especificamente, o conceito de marcação a mercado muito utilizado no TD (Tesouro Direto).

Atualmente, tenho um título do Tesouro Direto, IPCA+ 2020 com juros semestrais (NTNB 2020).

Quando adquiri esse título, fiz alguns aportes, com as seguintes taxas:

IPCA + 6,26

IPCA + 5,70

IPCA + 6,01

IPCA + 6,33

O preço unitário médio que paguei em 2014 é de R$ 2.524,74.

Nessas condições, você considera atualmente um bom momento para venda desse título?

Desde já agradeço pela atenção.

Abraços,

Julio

 

Primeiramente, eu queria desejar um Feliz Ano Novo a todos e penso como é estranho essa questão de contabilizar o tempo em anos. Na semana passada 2020 estava a 3 anos de distância e agora, apenas alguns dias depois já se encontra a apenas 2 anos e aí já criamos essa dúvida, como a citada pelo Julio. Como o potencial de valorização dos títulos mais próximos do vencimento são menores com a queda das taxas é normal termos a preocupação de vender os títulos que já estejam muito próximos ao ano de vencimento.

Se quiser entender melhor sobre esse fenômeno conhecido como marcação a mercado clique aqui.

Em segundo lugar é importante citar que sempre que você compra ou vende qualquer tipo de ativo, seja ele, um título, uma ação, um imóvel, a participação em uma empresa, não importa absolutamente nada quanto esse ativo rendeu no passado ou quanto custou para você. A pessoa que compra está preocupada com o Fluxo futuro que ela terá e o potencial de valorização daqui pra frente. Portanto, todo o corpo do texto que o Julio fala sobre as taxas que ele pagou e o preço médio de compra não importam em nada para a avaliação se o atual momento é bom ou ruim para vender o título.

Algumas Regras para vender ou não um Ativo

Para Decidir se deve comprar ou Vender um Ativo o que importa é quanto ele irá render daqui pra frente e não a rentabilidade passada

Você já viu a rentabilidade que as carteiras da Área de Membros Dica de Hoje tiveram nos 5 meses desde o lançamento?

Então veja a foto abaixo como 3 de 6 carteiras renderam mais que o dobro do índice Bovespa:

ipca-vender-ou-manter-01

Se quiser conhecer mais clique aqui e cadastre seu email para receber login e senha.

 

Acima não é apenas uma propaganda. É para mostrar que não importa a mínima para pessoa que comece a montar a carteira de Graham hoje que ela rendeu mais de 50% em 5 meses. Para esta pessoa o que irá fazer a diferença é quanto ela irá render daqui pra frente.

 

Terceiro passo:

Vamos começar a analisar o título que o Julio está comprado. Vê-se que é um título IPCA. A característica principal desse título é que ele é um fundo misto. Ele tem uma parte pós fixada que será corrigida de acordo com o IPCA, e uma parte pré-fixada que é referente ao

Veja como é dada a rentabilidade dos títulos que hoje estão disponíveis para venda diretamente do Tesouro Nacional (mercado primário) na foto abaixo:

ipca-vender-ou-manter-02

 

Para passar ao próximo passo quero que vocês percebam que o valor dos títulos são muito próximos por causa dos juros semestrais, o que não ocorre nos NTN-B sem juros, onde os títulos mais longos são mais baratos que os mais curtos. Vale avisar também que o título mais “barato” é o IPCA + 2035, porque este foi o que recebeu o cupom de juros mais recentemente em 15/11/2035.

Esse fator ocorre, porque o valor cheio dos títulos lastreados pelo IPCA são corrigidos mensalmente pelo próprio IPCA, sofrendo depois um deságio de acordo com a taxa do prêmio e do prazo restante até o vencimento. Esse “valor cheio” dos títulos é chamado de VNA.

Cupons de Juros Anual

Importante ressaltar aqui que como o cupom de juros anual destes títulos é de 6% ao ano ( em duas parcelas de 2,96% semestrais) pagos sobre o valor do VNA. Como o prêmio de risco além do IPCA está menor que 6%, o valor dos títulos será superior ao VNA. Esta afirmativa é correta nos dias de pagamento de cupons de juros

O Quarto passo é descobrir o VNA atual que é usado para reduzir o valor dos títulos. Esta informação pode ser encontrada facilmente neste link, no próprio site do Tesouro Nacional. Clicando em NTN-B abrirá uma planilha em nosso computador como essa da imagem abaixo que mostra o VNA das NTN-B dos últimos 2 anos.

Nesta mesma foto, percebe-se que o VNA é sempre corrigido no dia 15 de cada mês.

Nota-se também que os aumentos do VNA são exatamante as variações do IPCA do último mês, sejam elas positivas, ou negativas. Como ocorreu de 15/06 a 15/07.

Somente como exemplo, o IPCA de novembro/2017 foi medido em 0,28%, portanto o VNA que era R$ 3023,157151 em 15/11/2017 passou para R$ 3023,157151 x 1,0028 = R$ 3031,623539

 

Pode-se calcular anualmente também. O IPCA dos últimos 12 meses está em 2,80%, logo o VNA de 15/12/2016 que era R$ 2948,941546, quando multiplicado por 1,0280 chega a um resultado de

R$ 2948,941546 x 1,0280 = R$ 3031,51

 

As diferenças de centavos são em virtude de arredondamentos.

 

ipca-vender-ou-manter-03

 

Então o quinto passo, é tentar estimar o quanto deverá ser o VNA no dia do vencimento em 2020. Se já sabemos que o VNA é corrigido todo dia 15 pelo IPCA, a melhor forma de estimarmos seu valor no futuro, é observando as previsões de mercado para os anos de 2018 e 2019. E estas previsões são fornecidas de forma gratuita toda semana pelo Banco Central em um Boletim chamado Focus, clique aqui para ver o mais atual. Eu inclusive já fiz um vídeo sobre isso, clique aqui.

Abaixo está a foto com as principais estimativas de IPCA para 2018 e 2019. Além de previsões do PIB, taxa de câmbio e SELIC.

 

ipca-vender-ou-manter-04

 

Para estimar irei, multiplicar de forma simples já que estamos no início de Janeiro ainda.

VNA fim de 2018 previsto = VNA Atual x 1,0396 = R$ 3031,623539 x 1,0396 = R$ 3151,675831

VNA fim de 2019 previsto = VNA 2018 x 1,0425 = R$ 3151,675831 x 1,0425 = R$ 3285,622054

No entanto, o título IPCA + 2020 vence apenas em 15/08/2020, portanto ainda precisaremos atualizar mais 8 meses de 2020.

Estimando que em 2020, o IPCA seja igual ao de 2019, podemos fazer a conta abaixo para retirar apenas 8 dos 12 meses

 

1,0425^(8/12)-1 = 0,028136338 ou 2,8136338%

 

Assim, VNA no vencimento = VNA 2019 x 1,0281363 = R$ 3378,067426

Percebe-se que o VNA no vencimento de 2020 é quase o valor dos títulos que vimos anteriormente. 2026, 2035 e 2050.

E finalmente o sexto e último passo é comparar com o valor atual e ver a rentabilidade total esperada para segurar o título até o vencimento.

Neste link, clicando em “Histórico de Preços e Taxas”  2017 – NTN-B abre-se uma planilha que mostra exatamente o preço de venda atual. Neste caso, estou usando o preço de venda, porque a dúvida do Julio é se ele deveria vender hoje. Portanto o valor que ele teria a receber seria o valor de venda.

O valor hoje para venda do título (PU) seria de R$ 3251,69.

Como o VNA esperado para o vencimento será de R$ 3378,067426, vê-se que estes títulos renderão, provavelmente 3,88% além do pagamento dos 6 cupons de juros até o vencimento.

Outra forma de se calcular isso seria utilizando a calculadora do Tesouro, clique aqui.

ipca-vender-ou-manter-05

 

Observação: No dia 15/08/2020, o resultado da simulação deu R$ 3477,24, quase R$ 100,00 a mais que o meu VNA de R$ 3378,07, porque no dia do vencimento o investidor além de receber de volta o valor do título, recebe também o último cupom de juros. Portanto R$ 3477,24 = R$ 3378,07 do VNA estimado no vencimento + R$ 99,83 cupom de juros.

Para facilitar o cálculo da rentabilidade líquida veja a próxima imagem, e percebam que realmente o que você irá receber é apenas um pouquinho acima dos cupons de juros. Ou seja, um pouquinho acima de 6% ao ano.

ipca-vender-ou-manter-06

 

Obs: Essa simulação que eu fiz, acaba gerando alíquotas maiores que 15% nos cupons de juros que no caso do Julio não irão ocorrer, visto que ele comprou os títulos em 2014.

Outra observação é que como as compras já têm mais de dois anos, a venda antecipada agora, ou a espera até o vencimento não terão diferença de alíquota, portanto isso não precisa entrar na conta.

Você já viu como é possível rentabilizar com opções, clique aqui e leia o artigo da estratégia que deu 6% em 15 dias.

Concluindo

Para concluir, acredito que a venda antecipada ou não de um título depende de inúmeros fatores. Os principais fatores são o perfil de risco do investidor, os objetivos de vida, as necessidades da renda que este cupom de juros traz para a vida do Julio e ainda a possibilidade de trocar por outro investimento de rentabilidade maior e com risco semelhante.

Eu posso garantir que pros meus objetivos como investidor um ganho líquido de 6,725% ao ano, ou cerca de 2,8% de ganho real, não são uma opção viável.

No meu último vídeo do Youtube, Como Ficar Milionário na Bolsa,  mostrei como começar mais cedo faz toda a diferença na hora de atingir uma grande soma de dinheiro para custear uma boa aposentadoria, uma vida com conforto ou a compra de supérfluos. Mas tão importante quanto ter 25 anos ou mais de investimentos é conseguir uma boa taxa de rentabilidade acima da inflação.

Usando inclusive a planilha que eu usei no vídeo, com essa taxa de juros reais de 2,8% ao ano, mesmo investindo R$ 6000,00 anuais (equivalente a R$ 500,00 por mês). O Julio não chegaria nem a R$ 300.000,00 livre de inflação em 30 anos.

ipca-vender-ou-manter-07

 

Pro meu perfil, eu venderia mesmo que tivesse que assumir riscos maiores em renda variável. Ou em títulos mais longos, CDBs de bancos menores. Eu sei que o Julio tem ainda bastante tempo de vida como investidor.

O melhor curso que eu conheço de Tesouro Direto é o Carteira Rica do Eduardinho. Aqui no meu site eu tenho uma área de produtos recomendados, que poucas pessoas conhecem e que tem o link para a venda deste curso além de alguns outros de Tesouro Direto. Clique aqui.

Abraços Bons Investimentos e Feliz 2018

 

Daniel Nigri  analista CNPI

1 comentário


  1. Assinei o curso do Eduardinho, muito bom. Além de explicar muito bem o funcionamento dos títulos ele explica os momentos de entrada e saída conforme situação econômica do país. Eu só estou esperando o 2035 cair um pouco mais pra vender, depois deve ir pra um CDB de banco menor para manter os bons rendimentos.

Comentários encerrados.