A diversificação nas empresas

0
79

Há algumas semanas, abordei sobre os principais fatores que influenciam a análise de uma empresa.

Um dos fatores expostos era o poder de diversificação das empresas na oferta de produtos e serviços. Isto é, o quanto uma empresa possui de produtos e serviços distintos, que possuem relevância em sua receita.

Antes de iniciar, vou fazer um paralelo comigo, com a minha filosofia de investimento, mas isso pode funcionar para qualquer investidor.

Quando recebo meu salário, separo uma parte para investir antes de realizar qualquer gasto. Sabendo a quantia que tenho, vejo quais empresas da nossa carteira Dica de Hoje Ações são melhores para o momento.

Após isso, aporto meu dinheiro nessas empresas, sempre selecionando algumas ações, para que eu possa ter diversificação e não ficar muito exposto a um setor ou aos resultados de uma companhia.

Portanto, caso um setor tenha algum problema ou uma empresa sofra impactos negativos por algum motivo, as outras companhias amortecem o prejuízo e minha carteira não sofre tanto com esse acontecimento.

Para uma empresa, funciona da mesma forma. Vou usar aqui como exemplo a Wiz Soluções, corretora de seguros que possui exclusividade com a Caixa.

Diferentemente da BB Seguridade, que consolida os resultados da BB Corretora e de outras subsidiárias que são seguradoras, as receitas relevantes da Wiz são originadas apenas da corretagem de seguros e de serviços financeiros.

Além disso, a maior parte da sua receita vem do contrato de exclusividade com a Caixa, que acaba em fevereiro de 2021, tornando muito singular a origem dos seus resultados.

Fonte: Wiz

Portanto, além da atividade de corretagem ser a principal razão de suas receitas, ela depende muito de apenas um cliente e qualquer problema em algum desses fatores traria enorme impacto negativo nas demonstrações da companhia. Somando isso com a pandemia e a crise, o cenário da Wiz se torna muito imprevisível.

Apenas para efeito de comparação, sem qualquer relação com atividade e setor de atuação, a CSU, empresa que analisamos recentemente aqui no Dica de Hoje e que tem cerca de 1/3 do valor de mercado da Wiz, possui duas unidades relevantes para as suas receitas, a CardSystem, responsável pelo processamento e administração dos meios eletrônicos de pagamento e a Contact, especializada na prestação de serviço de teleatendimento. Além desses, há também o MarketSystem e o ITS.

Fonte: CSU

Essa diversificação permite à empresa o “luxo” de poder ter maus resultados em determinada unidade no cenário de crise. A unidade CardSystem, inclusive, tem receitas provenientes tanto dos contratos fechados quanto do uso de cartões.

Isso faz com que os contratos fechados sustentem um pouco o resultado, visto que o uso de cartões diminuirá com a crise. Por outro lado, no quarto trimestre, o uso de cartões é sempre maior e com isso impulsiona os resultados da unidade.

Ademais, a CSU possui uma base diversificada de clientes, com nenhum tendo mais de 15% na participação do faturamento e apenas 3 com 10% ou mais. Portanto, ela consegue se diversificar tanto nas suas atividades quanto na base de clientes.

Isso também dilui o risco, pois, caso perca um dos seus melhores clientes, ainda terá os outros para balancear e compensar esse efeito.

Como quase tudo na vida, há problemas também em diversificação demasiada. Uma empresa muito diversificada pode afrouxar seus sistemas de controle e perder o foco na operação, além de sua administração poder não conseguir gerar o equilíbrio necessário para o negócio ser perene no longo prazo.

Esse é um problema muito comum: os administradores dessas companhias acabam ficando “ansiosos” e partindo para outras operações sem que a principal esteja consolidada.

Com isso, voltamos para a importância da administração da companhia. Como falo sempre por aqui, um dos aspectos mais importantes na análise.

Portanto, a diversificação é um requisito muito importante, tanto para o investidor, quanto para as empresas, que se bem administradas, podem diluir o risco, diminuir os custos, aumentando suas margens e seus lucros.

Há ainda outras diversificações importantes, como nos prazos de recebimento e nos fornecedores, que são igualmente necessárias e imprescindíveis de serem analisadas. Atualmente, existem empresas que mesmo com a crise, ainda parecem caras, enquanto outras estão bem baratas.

E as empresas da sua carteira, são diversificadas?

Para ter acesso à nossa carteira completa de ações, aos preços máximos com margem de segurança e aos relatórios diários das empresas da Bolsa, assine o nosso Dica de Hoje Ações (clique aqui para ver mais) e pague em até 12x.

Abraços e Bons Investimentos,

Raphael Rocha

Aprenda a identificar Ações com Poder Exponencial de Crescimento e aprenda a avaliar os Fundos de Investimento que mais podem crescer, mesmo que você não tenha experiência com Investimentos.

Estamos com vagas abertas apenas esta semana para a terceira edição do TCP e saiba mais Clique aqui. Nesta edição, teremos um grupo do telegrama para fazer ainda o acompanhamento das 14 ações já recomendadas nas duas turmas anteriores. Quais ainda valem a pena e quais não.