Normalmente, quando começamos a investir, enxergamos a distribuição de proventos como a única forma possível de remuneração ao acionista. Entretanto, outra maneira eficaz é através da recompra de ações.

A recompra de ações nada mais é do que um programa que uma empresa de capital aberto realiza para adquirir as suas próprias ações. Ao comprá-las, essas companhias estão retirando parte de suas ações de circulação e, portanto, reduzindo o número total de ações livres no mercado para negociação.

Antes de continuar, precisamos entender que quando tratamos de proventos, precisamos ter em mente que os dividendos, por exemplo, nada mais são do que uma parte do dinheiro em caixa da empresa sendo distribuído aos sócios. A recompra de ações segue a mesma lógica.

Agora, por que uma empresa gastaria dinheiro para recomprar suas próprias ações? E como isso pode agregar valor ao acionista?

Existem, basicamente, dois motivos principais para uma companhia abrir um programa de recompra de ações:

  • Remunerar o acionista;
  • Sinalizar ao mercado que as ações estão baratas;

 Remuneração de acionistas

Muitas vezes, uma empresa termina o período de exercício e – como se espera – gera um montante de caixa muito bom. Nesse caso, a companhia possui duas direções para destinar esse montante de caixa que sobrou após as deduções dos custos e despesas: remunerar o acionista ou reinvestir no próprio negócio.

Digamos que a companhia em questão não enxergue boas oportunidades e/ou necessidade de investir no negócio neste momento e esteja mais inclinada a remunerar seus sócios com o excesso de caixa gerado.

Assim, a empresa pode distribuir proventos ou utilizar esse caixa para recomprar as ações. Ao recomprar as ações, a companhia as coloca em tesouraria ou as cancela, sendo assim, essas ações adquiridas ficam impossibilitadas de receber dividendos e a fatia de participação dos antigos sócios (que ainda permanecerem com ações da empresa), aumenta.

 

Desse modo, quando houver um novo pagamento de dividendos, os sócios remanescentes receberão mais por conta do seu aumento de participação no negócio.

Essas seriam as formas de agregar valor ao acionista através da recompra de ações.

Sinalização ao mercado

 Em alguns momentos do ciclo do mercado, as ações costumam ficar bem depreciadas. Nessas épocas, é comum notarmos algumas empresas abrindo o programa de recompra de ações.

Ao acionar o mercado com um programa de recompra, essas empresas tendem a sinalizar que suas ações estão num preço atrativo, ou seja, podem configurar uma oportunidade para investidores que se interessem pelo negócio. Afinal, se a própria companhia está comprando suas ações com o dinheiro do caixa, a tendência é que ela as encare como um bom investimento.

Fez sentido?

Grande abraço e bons investimentos,

João Pedro Mello

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é unnamed-22.jpg

Veja as possibilidades de planos

Tenha acesso aos melhores relatórios escritos por nossos experientes analistas

Pagina de Planos