Vantagens competitivas e a crise

0
61

Desde que começou a pandemia, estamos falando e direcionando nosso patrimônio para empresas grandes, que possuem muito caixa e baixa dívida.

Essas empresas geralmente possuem diversas vantagens competitivas que as possibilitam estar na posição em que estão.

Essas vantagens variam de empresa para empresa, de setor para setor e de sustentável para não sustentável.

Para um recurso de uma empresa ser considerado uma vantagem competitiva, ele necessariamente precisa gerar valor para companhia, ou seja, ele contribui para um aumento de receita ou para uma redução de custo.

Além disso, esse recurso não pode ser comum no mercado. Isso quer dizer que, para ser considerado uma vantagem, outros concorrentes não podem usufruir desse elemento, tem que ser exclusivo.

Agora chegamos à parte da vantagem ser sustentável ou não no longo prazo.

Uma vantagem que não é sustentável no longo prazo é aquela que é de fácil imitação por parte dos concorrentes, ou seja, para um recurso ser considerado uma vantagem competitiva sustentável ao longo do tempo, ele necessita ser de difícil cópia.

É claro que são poucos recursos que podem ser classificados dessa maneira, além de ser de difícil alcance.

Para ilustrar um pouco o que foi dito, vamos falar da M. Dias Branco, empresa que atua no setor alimentício há mais de 60 anos, através de produtos como, por exemplo, biscoitos, massas e farinha.

A companhia está presente em todo o território nacional e é líder de mercado nos segmentos de massas e biscoitos. Marcas como Piraquê, Adria e Vitarella fazem parte do portfólio da empresa.

Essas marcas são líderes de mercado em quatro regiões do Brasil e possuem modelos de distribuição consolidados, que permitem a chegada do produto tanto ao pequeno varejo quanto às grandes varejistas. Isso ainda permite a diminuição da dependência com algum cliente específico.

Com isso, elas podem ser consideradas vantagens competitivas sustentáveis da empresa, pois geram valor, são raras e também difíceis de imitar.

Além das marcas, outra fonte de vantagem competitiva sustentável da companhia é seu processo produtivo. Ela produz mais de 95% de suas duas principais matérias-primas utilizadas na fabricação de seus produtos, que são farinha de trigo e gorduras vegetais.

Consumo de farinha de trigo

Fonte: M. Dias Branco

Nenhum outro concorrente no Brasil possui tanta verticalização.

Essa vantagem permite, entre outros benefícios, redução de custos e maior qualidade e acompanhamento dos produtos utilizados nas fabricações. Isso contribui, então, para a melhora de margens e, consequentemente, para obter maiores lucros.

Para outro concorrente possuir a mesma estrutura, será necessário tempo, pois são vantagens que demoraram para serem construídas. Ademais, os administradores e funcionários devem ser experientes e ter conhecimento de mercado, e será necessário ainda grande investimento na operação, que será cada vez mais escasso no ambiente de crise.

Além disso, nesse cenário de crise, naturalmente as pessoas consumirão menos produtos (mesmo que alimentos não sofram tanto como outros setores). Consequentemente, empresas menores terão quedas nas suas receitas e sairão do mercado. Biscoito poderá ser um produto que sofrerá com a queda de demanda.

Pode acontecer também a quebra de fornecedores.

Empresas que não possuem uma estrutura verticalizada dependem de fornecedores para adquirir insumos para sua produção.

Se esses fornecedores quebrarem, as empresas terão que produzir por conta própria ou procurarão outro fornecedor, que provavelmente cobrará mais caro, já que terá um aumento na demanda devido à saída de outros concorrentes.

É praticamente um efeito dominó.

Com isso, empresas grandes, com boa situação financeira e que possuem vantagens competitivas, seguirão no mercado na crise e, quando a economia melhorar, ocuparão o espaço das companhias que faliram pelo caminho.

Por isso, essas análises são tão importantes, pois nos permitem identificar empresas com as características certas para o momento que estamos e ainda para o que vamos viver.

São essas empresas que buscamos em nossas carteiras e que acreditamos que gerarão maiores retornos no longo prazo.

E você, conhece as vantagens competitivas sustentáveis das empresas que investe?

Para ter acesso a essas companhias e aos relatórios diários das empresas da Bolsa, assine o nosso Dica de Hoje Ações (clique aqui para ver mais) e pague em até 12x.

TCP

Com  esse treinamento você vai descobrir como identificar Ações com Poder Exponencial de Crescimento e aprender a avaliar os Fundos de Investimento que mais podem crescer, mesmo que você não tenha experiência com Investimentos.

Pagina do TCP (Treinamento Crescimento Patrimonial)

Abraços e Bons Investimentos,

Raphael Rocha.

Já participa do nosso grupo do Telegram?

Videos, informações e novidades vem aí.

Link do grupo