RESULTADOS DE VALE (VALE3 E VALE5)

0
75

resultados-de-vale

Resultados de VALE (códigos Bovespa: VALE3 e VALE5)

RESUMÃO – Resultados 3T17:
(Data de divulgação: 26/outubro/2017)
(Dados retirados do site de RI)

– Pontos POSITIVOS:

– EBITDA ajustado:
Foi de US$ 4,192 bilhões no 3T17, ficando 53,6% acima do 2T17, principalmente em função de: (a) maiores preços (US$ 851 milhões); (b) melhores prêmios (US$ 447 milhões) nos produtos de alta qualidade de minério de ferro; (c) maiores volumes (US$ 219 milhões) devido ao ramp-up bem-sucedido de S11D; (d) menores custos (US$ 70 milhões).

– EBITDA ajustado por tonelada de Minerais Ferrosos: de US$ 40,2/t no 3T17, 49,4% maior que 2T17.
– EBITDA breakeven de finos de minério de ferro e pelotas: de US$ 30,0/dmt5 no 3T17, ficando US$ 4,4/dmt menor do que o 2T17 e atingindo o menor nível desde o 3T16.
– EBITDA ajustado de Metais Básicos: foi de R$ 1,772 bilhão, um aumento de R$ 527 milhões quando comparado ao 2T17, principalmente como resultado de maiores preços (R$ 570 milhões).
– EBITDA ajustado de Carvão: foi de R$ 146 milhões no 3T17, atingindo um resultado positivo pelo quarto trimestre consecutivo, porém ficando R$ 357 milhões abaixo do 2T17.

– Lucro líquido:
Totalizou US$ 2,230 bilhões no 3T17 contra os US$ 16 milhões no 2T17, aumentando em US$ 2,214 bilhões, principalmente como resultado dos seguintes impactos: (a) maior EBITDA ajustado (US$ 1,463 bilhão); (b) ganhos não-caixa nas variações monetárias e cambiais no 3T17 contra perdas não-caixa no 2T17 (US$ 1,120 bilhão). Importante ressaltar aqui que a metade do lucro líquido gerado foi ocasionada por efeitos não-caixa

– Receita operacional:
A receita operacional líquida no 3T17 totalizou US$ 9,050 bilhões, significando um aumento de 25% em comparação com o 2T17. Principalmente devido ao aumento do valor do Minério de Ferro no mercado internacional.

 

resultados-de-vale-01

resultados-de-vale-03resultados-vale-04

 

– Investimentos:
Totalizaram US$ 863 milhões no 3T17, mais uma vez inferior a marca de US$ 1 bilhão. Os investimentos da Vale devem totalizar US$ 4 bilhões em 2017. Continua seguindo a sua estratégia de investir menos até reduzir a sua alavancagem. O que eu considero uma decisão acertada, visto que o endividamento cresceu muito até a entrega da SD11.

– Endividamento:

– Preço realizado de minério de ferro:
Subiu US$ 15,9/t, principalmente devido ao aumento de US$ 8,0/t do Platts IODEX e ao aumento de US$ 4,1/t no prêmio.

resultados-vale-02

 

– Custo caixa C1:
Caiu 7,1%, passando para R$ 45,8/t (US$ 14,5/t). Os custos retornaram para os níveis em Reais de 2015 e 2016.

– Pontos NEGATIVOS:

– Custo dos produtos vendidos (CPV):
Foi de US$ 5,412 bilhões no 3T17, aumento de 6% (US$ 310 milhões) em relação aos US$ 5,102 bilhões registrados no 2T17, devido aos impactos de maiores volumes de vendas (US$ 353 milhões) e de variações cambiais (US$ 99 milhões). Mas, cabe ressaltar que a produção foi maior e a receita aumentou 25%.

– Despesas:
As despesas totais foram de US$ 454 milhões no 3T17, ficando US$ 64 milhões (ou 16%) acima dos US$ 390 milhões no 2T17, principalmente devido ao aumento de outras despesas operacionais (US$ 63 milhões, que representou um aumento de 33% em relação a 2T17) e maiores despesas de P&D.

resultados-vale-05

 

Conclusão sobre os resultados:

Como podemos ver o resultado de Vale parece maravilhoso. No entanto, os preços das ações caíram nos pregões seguintes. Então vamos tentar analisar esse resultado não pela ótica do passado, mas sim pela ótica do futuro. Afinal quando compramos uma ação estamos comprando os resultados futuros de uma companhia.

Primeiramente, o 3T2017 teve o melhor cenário possível para Vale. Boas condições para aumentar a produção, um dólar menor que gerou um impacto positivo de variações cambiais de 1,2 bilhão de dólares no lucro líquido. Além de um aumento do preço do minério de ferro. Preço médio ficou em US$ 76,0 / tonelada. Mas a pergunta deve ser, esse cenário vai continuar?

Tudo leva a crer que não. Pelo menos no curto prazo. O dólar agora no mês de outubro entrou em trajetória de alta com a saída de investidores estrangeiros do nosso mercado de capitais e com a incerteza quanto ao nome do novo presidente do Federal Reserve (Banco Central americano), e o preço do Minério de Ferro voltou aos patamares de preço de US$ 60,00 por tonelada, veja a imagem abaixo:

resultados-vale-06

 

Como pode-se ver o próximo resultado tem tudo para ser mais próximo ao resultado do 2T2017 que teve um lucro pífio que mais próximo ao do 3T2017. Mas no 2T2017, as ações de Vale3 que hoje em dia negociam na casa dos R$ 32,00 a R$ 33,00 negociavam na casa dos R$ 26,00. Embora eu considere uma boa ação eu tomaria um pouco de cuidado com a compra dela neste momento, porque a tendência do minério de ferro é de queda.

Para ver todos os relatórios gratuitos, acesse esse link.

Essas análises tanto em texto (relatórios) ou em vídeos são mais elaboradas e mais completas na área de Membros. A informação pode trazer resultados para você, assine já a área de membros Gold!
Para conhecer a Área de Membros: Clique aqui.

Para assinar o Plano Mensal: Clique aqui.

Para assinar o Plano Anual com desconto anual de 32% !!
Clique aqui

 

Abraços e Bons Investimentos!
Daniel Nigri (analista CNPI)
Com a ajuda de Leo Bittencourt

Disclosure

Elaborado pelo analista independente Daniel Isaac Nigri CNPI 1810, este relatório é de uso exclusivo de seu destinatário.

Este estudo é baseado em informações disponíveis ao público nos próprios sites de RI das empresas analisadas ou comparadas, consideradas confiáveis na data de publicação.

As opiniões, aqui expressas, estão sujeitas a mudanças, por se tratarem de estimativas baseadas em fundamentos e projeções de futuro que podem ou não ocorrer.
Este relatório não representa oferta de negociação de valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros.

As análises, informações e estratégias de investimento têm como único propósito fomentar o debate entre o analista responsável e os destinatários. Os destinatários devem, portanto, desenvolver as próprias análises e estratégias. (Caminhar com as próprias pernas e ter bom senso)

Informações adicionais sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros aqui abordados podem ser obtidas mediante solicitação, e serão arquivadas por 5 anos conforme determinação da CVM.

O analista responsável pela elaboração deste relatório declara, nos termos do artigo 17º da Instrução CVM nº 483/10, que as recomendações do relatório de análise refletem única e exclusivamente a sua opinião pessoal e foram elaboradas de forma independente.

O analista Daniel Isaac Nigri CNPI é o responsável principal pelo conteúdo do relatório e pelo cumprimento do disposto no Art. 16, parágrafo único da Instrução ICVM 483/10.