Resumão dos Resultados do 1T18 de Grendene

0
283
resultados-grendene

 

Grendene(códigos Bovespa: GRND3)

RESUMÃO – Resultados 1T18:

(Data de divulgação: 26 de Abril/2018)

(Dados retirados do site de RI)

Pontos POSITIVOS:

– Receita bruta:
No 1T18, a receita bruta cresceu principalmente devido ao crescimento de volume de pares no mercado interno, apresentando um aumento de 6,9% em relação areceita bruta de 1T17.

grendene

 

– Mercado interno (MI):
O volume de pares no mercado interno cresceu 9,7% em relação ao 1T17, refletindo a recuperação no mercado.

 

– Mercado externo (ME):
A receita bruta no ME aumentou 4,9% em relação ao 1T17, excluindo os efeitos dos incentivos a exportação (Proapi), o aumento seria de 13,7%. Em contrapartida, o volume se manteve praticamente estável com uma pequena variação negativa de 0,2%, por conta do grande volume de pares exportados no 4T17 (crescimento de 42,7% em relação ao 4T16) que provocou adiamento de compras no 1T18.

 

– Receita líquida de vendas:
No 1T18, a receita líquida de vendas apresentou um aumento de 7% em relação ao 1T17.

grendene

 

– Despesas gerais e administrativas (DG&A):
O esforço no controle das despesas continua, com redução nas proporções em relação a receita líquida.

grendene

 

– Ebit:
Como a companhia possui uma grande posição de caixa que gera receitas financeiras expressivas, o lucro operacional de sua atividade é melhor caracterizado pelo Ebit(lucro operacional antes dos efeitos financeiros). No 1T18, o Ebitteve um aumento de 9,8% em relação ao 1T17, com aumento de 0,6 p.p. na Margem Ebit.

grendene

 

Observação: apesar de todos os aumentos tributários dos últimos anos este é o maior Ebit já obtido em 1T pela companhia.

 

– Disponibilidades líquidas:
A Grendene mantém sólida situação financeira. O caixa líquido (considerando caixa, equivalentes de caixa e aplicações financeiras de curto e longo prazo menos empréstimos e financiamentos de curto e longo prazo) no 31/03/2018 totalizou R$1,85 bilhão, variação positiva de 10,2% em relação aos R$1,68 bilhão de 31/03/2017.

– Liderança nas exportações brasileiras de calçados:
No 1T18, a participação da Grendene nas Exportações Brasileiras de calçados ficou em 36,1% (era 35,2% no 1T17)mantendo a liderança nas exportações brasileiras de calçados do Brasil pelo 16º ano consecutivo.

 

Quer ter acesso a nossas carteiras de Ações?

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente e conheça as carteiras da Área de Membros!

 

Pontos NEGATIVOS:

– Custo dos produtos vendidos (CPV):

No 1T18, o CPV teve um aumento de 8,9% em relação ao 1T17, significando um crescimento superior ao crescimento da receita líquida (7,0%). Estes custos foram prejudicados (nas exportações) por efeitos tributários na comparação com igual período de 2017.  No entanto, o CPV/par cresceu apenas 2,0%em função de um mix de maior valor agregado, mantendo o mesmo percentual sobre a receita líquida quando excluídos os efeitos tributários.

 

– Margem bruta:

No 1T18, como resultado dos efeitos tributários na receita(R$11,7 milhões a menos de receita (Proapi) e R$1 milhão a mais de depósitos no FEEF (Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal)), a Grendene apresentou uma queda na margem bruta de 48,4% no 1T17 para 47,5% no 1T18.

grendene

 

– Resultado financeiro líquido:

No 1T18, o resultado financeiro líquido foi positivo em R$52,6 milhões, porém foi R$24,6milhões menor (-31,8%) que o resultado apresentado em 1T17, com reduções de 35% nas receitas de aplicações financeiras. Esta queda foi justificada pela queda nos juros do período.

 – Lucro líquido:

O lucro líquido da Grendene no 1T18totalizou R$ 156,1 milhões, o que representou uma redução de 9,2% em relação ao 1T17 e uma queda na margem líquida de 5,1 p.p. Esta redução foi consequência da queda no resultado financeiro (queda de R$24,6 milhões) que foi bem maior que o aumento no resultado operacional (Ebit) de R$10,8 milhões.

 grendene

Conclusão sobre os resultados:

Grendene segue com um relógio de corda que está perdendo a velocidade. O grande Caixa que a empresa possui e que a ajudou no período de recessão gerando uma grande receita financeira, agora tem feito o trabalho oposto.

Recentemente, a empresa divulgou mais de R$ 0,70 em dividendos e aprovou um split de ações na ordem de 3 ações para cada ação existente. Assim, a partir de Junho, cada 100 ações da empresa vão virar 300, e os preços irão se reduzir também.

Apesar da queda do lucro é importante perceber que está havendo uma melhora gradativa na quantidade de pares vendidos, no preço por sapato e na Receita Líquida da Empresa. Provavelmente com a alta do dólar atual, o percentual de receita proveniente do mercado externo deve aumentar no 2T2018, e a margem Bruta pode voltar a recuperar, o percentual perdido pelo fim da isenção fiscal do PROAPI.

Enfim, essas são apenas conjecturas de como a empresa pode andar daqui pra frente. Muito mais sobre Grendene e outras ações você encontra na Área de Membros Dica de Hoje.

Está com dificuldade de achar oportunidades? Quer receber recomendações sobre as melhores ações da Bolsa? Relatórios e Vídeos semanais de análise de empresas. Clique aqui e vire um Membro Gold (pagando menos de R$1 por dia!)

 

Veja a tabela abaixo com todos os benefícios:

 Membro Bronze*Carteira ZMembro Gold
Carteira PEG SimSimSim
Carteira BarganhasSimSimSim
Carteira P/L abaixo da MédiaSimSimSim
Carteira DividendosNãoSimSim
Carteira GrahamNãoSimSim
Carteira Z (fundos de Investimentos)NãoSimSim
Carteira Dica de HojeNãoNãoSim
Radar de FIIS (NOVO)NãoNãoSim
Relatórios Dica de Hoje (ações + Fiis)NãoNãoSim
Vídeos Dica de HojeNãoNãoSim
HangoutsNãoNãoSim
Clique GratuitoR$ 179,90 anualR$ 359,90 anual

*As carteiras Membro Bronze podem ser modificadas sem aviso prévio, a qualquer momento.

Novo curso de opções Dica de Hoje, clique aqui.

 

 Abraços e Bons Investimentos!

Daniel Nigri (analista CNPI)

Com a ajuda de Leo Bittencourt

 

Disclosure

Elaborado pelo analista independente Daniel Isaac Nigri CNPI 1810, este relatório é de uso exclusivo de seu destinatário.

Este estudo é baseado em informações disponíveis ao público nos próprios sites de RI das empresas analisadas ou comparadas, consideradas confiáveis na data de publicação.

As opiniões, aqui expressas, estão sujeitas a mudanças, por se tratarem de estimativas baseadas em fundamentos e projeções de futuro que podem ou não ocorrer.

Este relatório não representa oferta de negociação de valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros.

As análises, informações e estratégias de investimento têm como único propósito fomentar o debate entre o analista responsável e os destinatários. Os destinatários devem, portanto, desenvolver as próprias análises e estratégias. (Caminhar com as próprias pernas e ter bom senso)

Informações adicionais sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros aqui abordados podem ser obtidas mediante solicitação, e serão arquivadas por 5 anos conforme determinação da CVM.

O analista responsável pela elaboração deste relatório declara, nos termos do artigo 17º da Instrução CVM nº 483/10, que as recomendações do relatório de análise refletem única e exclusivamente a sua opinião pessoal e foram elaboradas de forma independente.

O analista Daniel Isaac Nigri CNPI é o responsável principal pelo conteúdo do relatório e pelo cumprimento do disposto no Art. 16, parágrafo único da Instrução ICVM 483/10.